Pai do zagueiro Neto pede atenção a familiares dos sobreviventes do voo da Chapecoense - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Tragédia30/11/2016 | 09h38Atualizada em 30/11/2016 | 10h02

Pai do zagueiro Neto pede atenção a familiares dos sobreviventes do voo da Chapecoense

Elan Zampier disse que ainda não recebeu informações a respeito de uma viagem a Medellín ou possível retorno dos feridos ao Brasil

Pai do zagueiro Neto pede atenção a familiares dos sobreviventes do voo da Chapecoense Luis Acosta/AFP
Foto: Luis Acosta / AFP
ZH Esportes
ZH Esportes

Um dos sobreviventes da queda do voo da Chapecoense em Medellín, o zagueiro Neto está em situação estável no hospital após passar por uma cirurgia para colocação de drenos no tórax. Último jogador resgatado com vida de Cerro Gordo, local do acidente, Neto ainda deve passar por novas operações no joelho, mão, nariz e crânio. No Brasil, seu pai afirmou que recebeu as boas notícias, mas que não teve informações sobre o possível retorno do filho.

Em entrevista ao SporTV na manhã desta quarta-feira, Elan Zampier disse que gostaria de estar na Colômbia ao lado de Neto, mas que a situação ainda está confusa a respeito dos próximos passos.

– Estamos felizes que ele estabilizou, mas agora não tem muito o que fazer. Nossa intenção era estar lá. Eu pretendia estar lá, mas não temos passaportes. É complicado, porque teríamos que ir de avião, e não tem notícia nenhuma de voo. Minha nora está em Chapecó, ela iria no voo que foi cancelado. Me parece que está havendo muita preocupação para trazer os corpos, mas nem tanto com relação a quem está vivo – disse Zampier.

Leia mais:
Tripulante de avião próximo narra diálogo dramático entre piloto da Lamia e torre de controle
Sobrevivente da tragédia diz que se salvou por ficar em posição fetal
Torcedores dormem nos arredores do estádio da Chapecoense

O pai de Neto também falou sobre sua preocupação com as famílias das vítimas fatais do acidente e contou quando ficou sabendo da tragédia.

– Recebemos a notícia na madrugada de ontem (terça), com a minha nora ligando. Eu estava dormindo, meu filho acordou (com a ligação) e veio dizer do acidente. Ficamos vendo o tempo todo para saber se ele estava lá, no hospital, e primeiro não estava como vivo. Mas foi o último a ser achado. É brabo. Só soubemos pelas 9h, e nossa esperança se recuperou.

Outra familiar de um sobrevivente, Amanda Ruschel, irmã do lateral Alan Ruschel, disse que ainda há muito desencontro de informações a respeito do estado de saúde dos resgatados.

– A gente sabe que ele passou por cirurgia, mas não temos nada além disso – reclamou Amanda. O empresário e o pai do jogador devem embarcar na tarde desta quarta rumo a Medellín.

*ZHESPORTES

 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros