Carta do editor: Um momento em preto e branco - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Opinião30/11/2016 | 02h59Atualizada em 30/11/2016 | 04h54

Carta do editor: Um momento em preto e branco

Carta do editor: Um momento em preto e branco Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Domingos Aquino

Há pouco mais de 15 meses na liderança editorial do Diário Catarinense, posso ter convivido pouco com o Podi, como carinhosamente chamamos o repórter André Podiacki, uma das vítimas da tragédia que está comovendo Santa Catarina, o Brasil e até o exterior.

Mas convivi o suficiente para ter certeza de que aquele jovem jornalista de 26 anos era diferenciado. Um profissional talentoso, promissor, apaixonado pela missão de bem informar, cultivador de boas fontes, daqueles que nunca desistem diante de um obstáculo. Um ser humano sereno e amável, que só costumava brigar contra uma coisa: a mesmice.

Essas são algumas das qualidades que o fizeram se destacar na equipe de Esportes do DC. Qualidades que o credenciaram para realizar coberturas cada vez mais relevantes. Daquelas que são encaradas como um prêmio ao bom desempenho profissional. Como este momento emblemático em que um time catarinense disputaria pela primeira vez a final de uma competição internacional.

E ele compartilhou com os colegas o quanto estava feliz e empolgado com a missão.

Foi tudo isto que tentei dizer para a mãe do nosso querido Podi, Dona Nega, para o pai, Seu Túlio, e para o irmão, Júnior, ontem de manhã cedo, quando fui visitar a família. Mas não tenho certeza se consegui dizer exatamente assim.

Porque a alegria do Podi e de todos nós com aquela cobertura acabou se transformando em dor. Uma dor que engasga diante da cadeira vazia. E que faz desabar quando menos se espera.

Por isso peço sua compreensão, prezado leitor, para ocupar este espaço tentando resumir o que a nossa Redação e os colegas dos demais veículos de imprensa envolvidos nesta cobertura sentimos com a perda de nossos colegas. Estamos nos dando o direito de nos sentirmos não apenas testemunhas, mas parte de uma tragédia que tem outras 70 histórias que causam tanta dor quanto a deste texto e que resgatamos ao longo da edição impressa especial que circula nesta quarta-feira.

Uma edição em preto e branco. Para um momento em preto e branco.

*É editor-chefe do Diário Catarinense


Acompanhe as informações sobre o acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia

AO VIVO: acompanhe as informações sobre o acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia

Chapecoense organizará velório coletivo na Arena Condá


 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros