Seleção enfrenta Bolívia com três ex-Figueirense lutando para se consolidar no grupo de Tite  - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Eliminatórias06/10/2016 | 07h15Atualizada em 06/10/2016 | 07h16

Seleção enfrenta Bolívia com três ex-Figueirense lutando para se consolidar no grupo de Tite 

Firmino, Filipe Luis e Alex Muralha tiveram destaque no alvinegro

Seleção enfrenta Bolívia com três ex-Figueirense lutando para se consolidar no grupo de Tite  MOntagem sobre fotos de Pedro Martins, Mowa Press/
Foto: MOntagem sobre fotos de Pedro Martins, Mowa Press

Vinte e quatro atletas foram convocados por Tite em sua segunda lista desde que assumiu o comando da Seleção Brasileira. Neste grupo tão seleto de jogadores que tem a missão de resgatar a alma do futebol nacional, três fazem os torcedores catarinenses – ou melhor, os torcedores do Figueirense – respirarem com ar de saudosismo. O goleiro Alex Muralha, o lateral-esquerdo Filipe Luis e o atacante Roberto Firmino já defenderam as cores do Furacão e agora lutam para se firmar vestindo a camisa do Brasil. Na noite desta quinta, às 21h45min, a Seleção recebe a Bolívia, na Arena das Dunas, em Natal (RN), em um confronto que pode render a liderança das Eliminatórias para a Copa da Rússia em 2018.

Dos três, apenas Filipe Luis deve ser titular neste jogo. Com Marcelo afastado para se recuperar de lesão, caberá ao jogador do Atlético de Madrid vestir a camisa 6. O jogador, aliás, é o mais identificado com Santa Catarina, já que, além de ser formado no Figueirense, é natural de Jaraguá do Sul.

Firmino e Muralha vieram parar no futebol do Estado depois de o Furacão apostar neles. O atacante chegou como atleta da base e se profissionalizou no Alvinegro. Deixou o clube em 2010, quando a torcida já tinha grandes expectativas sobre o seu futuro.

Muralha foi o último a passar por aqui. Depois de uma ótima Série A no ano passado, foi parar no Flamengo – clube que o colocou definitivamente na vitrine a ponto de ser lembrado por Tite.

Filipe Luis

¿ Carreira: o atleta que saiu do Figueirense aos 18 anos tem um currículo de peso: passou por Ajax, Real Madrid B, Deportivo La Corunã e Chelsea. Mas é no Atlético de Madrid de Simeone que vive a sua melhor fase. Já foi duas vezes finalista da Liga dos Campeões e conquistou um Campeonato Espanhol.

¿ Missão: Marcelo foi o titular nos dois primeiros jogos com Tite e é o principal concorrente de Filipe Luis por uma vaga na lateral esquerda. Filipe tem mais qualidades defensivas, enquanto o atleta do Real Madrid chega melhor no apoio ao ataque. Com Tite no comando, os dois concorrem em pé de igualdade.

Alex Muralha

¿ Carreira: contratado como uma aposta em 2014, Muralha agarrou a chance que teve no início de 2015 e logo se tornou destaque Alvinegro, sendo importante na conquista do Estadual do ano passado. As boas atuações na Série A chamaram a atenção do Flamengo. No Rubro-Negro, aproveitou a chance após a lesão de Paulo Victor.

¿ Missão: apesar de ser apontado como um dos principais da posição, Muralha também encara forte concorrência. Na teoria, Alisson, titular da camisa 1, e Weverton, com boa aparição na Olimpíada, estão na frente. Mas Muralha já mostrou mais de uma vez que não é de desperdiçar uma oportunidade quando ela aparece.

Roberto Firmino

¿ Carreira: formado entre as categorias de base de CRB e Figueirense, o atacante se tornou profissional no Furacão, saindo em 2010 para defender o Hoffenheim. Na temporada 2013/2014, fez 16 gols no Campeonato Alemão e chamou a atenção do Liverpool. Nesta temporada, tem quatro gols em oito jogos.

¿ Missão: está em um dos setores de maior concorrência. Pesa a seu favor a versatilidade, podendo jogar pelo lado do campo ou como um 9 que não fica preso na área. Tite lhe utilizou no lugar de Gabriel Jesus nos treinamentos, mas o palmeirense tem a preferência como titular no ataque.

 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros