"Futebol apresentado pelo Bahia foi superior", avalia técnico do Criciúma após derrota  - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Série B01/10/2016 | 07h20Atualizada em 01/10/2016 | 07h20

"Futebol apresentado pelo Bahia foi superior", avalia técnico do Criciúma após derrota 

Roberto Cavalo ressaltou que o resultado por 2 a 0 em Salvador foi justo

"Futebol apresentado pelo Bahia foi superior", avalia técnico do Criciúma após derrota  Fernando Ribeiro/www.criciuma.com.br
Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br

O Criciúma passou longe de sair com um resultado positivo na partida vencida pelo Bahia, na noite de sexta-feira, em Salvador. O time da casa dominou do início ao fim, foi superior e, de tanto insistir, marcou 2 a 0 e somou três pontos na Série B do Brasileiro. O técnico Roberto Cavalo, em entrevista à rádio Eldorado após a partida, reconheceu a superioridade do adversário e fez uma avaliação do seu time no confronto na Fonte Nova.

Bahia pressiona e vence o Criciúma por 2 a 0 na Arena Fonte Nova
Leia outras notícias sobre o Criciúma
Veja a tabela da Série B

- Começamos o jogo tomando sufoco, o que é normal, mas a gente não aceitava de maneira nenhuma a derrota aqui. Conseguimos bloquear, marcar no primeiro tempo, e no intervalo e cobrei muito porque não estávamos jogando futebol. No segundo tempo também tomamos um sufoco, tomamos um gol. O segundo gol tivemos as mudanças, adiantamos, sempre peço para sair lá de trás. Depois tivemos chance com o Hélio Paraíba, mas o futebol é assim, quem não faz leva. E depois do segundo gol, ficou ainda mais difícil. O futebol apresentado pelo Bahia foi superior e foi uma vitória merecida.

O resultado acabou com uma sequência de três jogos de invencibilidade e deixou o Tricolor do Sul com 40 pontos na tabela de classificação. O próximo adversário é o Tupi, que perdeu para o Luverdense na rodada. Cavalo sabe que conquistar a vitória fora de casa não será tarefa fácil, mas ele acredita.

- Acho que dá sim para pensar em uma coisa boa na sequência. Os jogadores ficaram muito chateados depois do jogo. É normal perder para o Bahia, um time que se impôs, jogou forte na marcação. Agora é pensar no Tupi. Não é fácil fazer três pontos no Tupi, mas temos que ir atrás - completou o treinador do Tigre.


 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros