Chapecoense vence o Sport e encaminha permanência na Série A - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Força do Condá12/10/2016 | 13h10Atualizada em 12/10/2016 | 14h43

Chapecoense vence o Sport e encaminha permanência na Série A

Verdão chega a 41 pontos e quebra série de quatro jogos sem vitória

Chapecoense vence o Sport e encaminha permanência na Série A Sirli Freitas/Especial
Foto: Sirli Freitas / Especial
darci debona

Depois de um jejum de quatro jogos sem vencer no Brasileirão a Chapecoense derrotou o Sport por 3 a 0 nesta quarta-feira, na Arena Condá, e encaminhou sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O time catarinense chegou a 41  pontos e precisa de quatro a cinco pontos em oito jogos para se garantir na elite. Também mantém acesa a esperança de buscar uma vaga na Libertadores e até a possibilidade de focar nos confrontos da  Copa Sul-Americana.

Numa manhã cinzenta em Chapecó, onde até os refletores precisaram ser ligados em pleno meio-dia, o Verdão enfrentava um adversário que havia vencido apenas uma vez na Série A. O Sport também era responsável pela maior goleada sofrida pela Chapecoense no campeonato, os 5 a 1 em Recife. No banco do time pernambucano, um dos destaques do Verdão no ano passado, o ala Apodi, que foi aplaudido pela torcida antes de iniciar a partida.

Foto: Sirli Freitas / Especial

O Sport, que se despedia do técnico Oswaldo Oliveira, contratado pelo Corinthians, iniciou o jogo com forte marcação. A primeira chance do time da casa surgiu só a dez minutos, com Ananias, que mandou para fora. Em seguida foi a vez do Sport levar perigo, num chute cruzado de Rodney  Wallace, que Danilo espalmou.

Aos 27 minutos Ananias arrancou pela direita e cruzou na área para Kempes desviar rasteiro. Magrão conseguiu espalmar para escanteio.

E foi numa cobrança de escanteio, aos 43 minutos, que surgiu o gol da Chapecoense. Cleber Santana cobrou na cabeça de Willian Thiego e o zagueiro goleador mandou para a rede. Foi o quinto gol dele na competição, ficando atrás apenas dos atacantes Bruno Rangel e Kempes.

Foto: Sirli Freitas / Especial

No segundo temo a Chapecoense inicio pressionando e Ananias quase marcou o segundo gol de cabeça. Mas na sequência, no cruzamento de Alan Ruschel, ele não desperdiçou e ampliou a vantagem para 2 a 0.

A situação ficou ainda mais favorável para o Verdão quando Gabriel Xavier foi expulso por cotovelada em Willian Thiego. A Chapecoense que seguiu pressionado. Matheus Biteco teve a chance de fazer o terceiro mas errou o gol.

No final da partida, Hyoran, que voltou de lesão, fez boa jogada dentro da área, chutou cruzado, Magrão espalmou e Kempes fez o terceiro.

A torcida chegou a gritar olé. Os três pontos dão tranquilidade para a sequência do campeonato. Na próxima rodada a Chapecoense enfrenta o Cruzeiro, domingo, em Minas Gerais.

Leia também:
Kempes pediu inspiração para Nossa Senhora Aparecida

FICHA TÉCNICA 

CHAPECOENSE: Danilo, Gimenez, Neto, Willian Thiego e Dener; Sérgio Manoel, Matheus Biteco e Cleber Santana (Lucas Gomes); Alan Ruschel (Arthur Maia), Ananias (Hyoran) e Kempes. Técnico: Caio Jr.

SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace; Rithely, Paulo Roberto, Diego Souza (Vinícius Araújo), Gabriel Xavier e Everton Felipe (Apodi); Rogério (Edmilson). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Gols: Willian Thiego (C), aos 43 minutos do primeiro tempo. Ananias (C), aos 11 minutos e Kempes, aos 44 do segundo tempo.

Arbitragem: Marcelo Aparecido de Souza, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Anderson José de Moraes Coelho (trio de SP)

Cartões amarelos: Sérgio Manoel (C); Gabriel Xavier, Rogério (S)

Expulsão: Gabriel Xavier (S), aos 23 minutos do segundo tempo.

Local: Arena Condá, em Chapecó
Público: 6.104
Renda: R$ 62.850

Confira como ficou a tabela da Série A
Veja como foi o minuto a minuto do jogo
Leia as últimas notícias do DC Esportes

 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros