Chapecoense dorme no primeiro tempo e perde de 4 a 1 para o Vitória - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Ressaca na Arena Condá01/10/2016 | 18h18Atualizada em 01/10/2016 | 18h29

Chapecoense dorme no primeiro tempo e perde de 4 a 1 para o Vitória

Verdão levou quatro gols na primeira etapa e não conseguiu reagir

Chapecoense dorme no primeiro tempo e perde de 4 a 1 para o Vitória Sirli Freitas/Especial
Torcida da Chape ficou assustada com os 45 minutos iniciais da partida Foto: Sirli Freitas / Especial
darci debona

Três dias depois de eliminar o maior campeão de Libertadores na Copa Sul-Americana, a Chapecoense levou uma goleada de 4 a 1 do Vitória, que briga contra o rebaixamento, na Arena Condá, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Isso com quase o mesmo time. 

Confira a tabela de classificação da Série A do Brasileiro

Da escalação que eliminou o Independiente não iniciaram o jogo contra os baianos apenas o goleiro Danilo, o volante Josimar e os atacantes Canela e Kempes. Tudo bem que Danilo foi o herói na quarta-feira.

Mas os gols não podem ser creditados apenas a Marcelo Boeck. A Chapecoense que iniciou a partida não era a mesma aguerrida do jogo de quarta-feira.

Parecia um time que estava ainda estava saboreando a classificação e que enfrentava um time inferior na tabela de classificação. Já para o Vitória o jogo era vital. E com um técnico que podem dizer tudo, menos que não tem vibração. Argel Fucks moldou um Vitória ao seu estilo.

Argel moldou o time do Vitória ao seu estilo e garantiu superioridade na partida Foto: Sirli Freitas / Especial

O time baiano começou ¿mordendo¿ desde o primeiro segundo. Tanto que o primeiro gol saiu logo a oito minutos. Zé Love, livre, dentro da área, recebeu o cruzamento e desviou para o gol. 

Aos 15 minutos Marcelo desviou de cabeça uma cobrança de falta e ampliou. Aos 26, Zé Love ampliou da entrada da área. E, aos 39, Kieza fez o quarto. Isso que o próprio Kieza e Marinho perderam a chances para ampliar.

Enquanto isso a Chapecoense escorregava no gramado, perdia e a bola e, quando atacava, cometia faltas.

Time do Vitória com mais garra que a Chapecoense, atropelou na primeira etapa Foto: Sirli Freitas / Especial

A única chance de gol do time da casa foi com Rafael Bastos, que acertou o poste, aos 34 minutos. E foi só na primeira etapa.

— Foi irreconhecível – disse Cleber Santana, na saída para o intervalo.

No segundo tempo o técnico Caio Jr trocou Gimenez e Lourency por Neto e Gil. Além de mudança de nomes o time mudou de postura.

A entrada de Gil deu mais movimentação ao time. Logo no início Rafael Bastos acertou novamente a trave. E aos nove minutos Gil fez o cruzamento para Tiaguinho descontar.

No segundo tempo, Caio Júnior modificou o time e finalmente a Chapecoense entrou no jogo Foto: Sirli Freitas / Especial

A Chapecoense foi superior na segunda etapa e teve várias finalizações, com Thiego, Tiaguinho, Rafael Bastos e Dener. Mas a maioria foi para fora.

O Vitória pouco chegou ao ataque. Mas garantiu os três pontos e foi a 35 no total. A Chapecoense estacionou nos 38 e perdeu a chance de encaminhar com folga a permanência na Série A. Afinal, se dependesse do segundo tempo, teria vencido.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1

Marcelo Boeck, Gimenez, Filipe Machado, Willian Thiego e Dener; Matheus Biteco, Cleber Santana e Rafael Bastos; Lourency, Tiaguinho e Bruno Rangel. Técnico: Caio Jr.

VITÓRIA 4

Fernando Miguel, Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Tiago Real; Kieza, Marinho e Zé Love. Técnico: Argel Fucks.

Gols: Primeiro tempo: Zé Love (V), aos 8 e aos 25, e Kanu (V), aos 15, Kieza (V) aos 39. Segundo tempo: Tiaguinho (C) , aos 9

Arbitragem: Pablo dos Santos Alves, auxiliado por Luís Filipe Gonçalves Correia e Oberto Santos da Silva (PB)

Cartões amarelos: Kempes (C); Fernando Miguel e Kanu (V)

Local: Arena Condá, em Chapecó

Público: 10.363

Renda: R$ 107.060

 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros