Roberto Cavalo exalta vitória e reforça chance do Criciúma de brigar pelo acesso - Esportes - A Notícia

Versão mobile

ânimo renovado24/09/2016 | 07h07Atualizada em 25/09/2016 | 16h45

Roberto Cavalo exalta vitória e reforça chance do Criciúma de brigar pelo acesso

Técnico ganhou a terceira seguida na competição e quer pontuar também contra o Bahia fora de casa, na próxima rodada da competição

 

Foto: Caio Marcelo / Agencia RBS

Com uma sequência inédita de três vitórias na Série B deste ano, não se fala mais em crise no Heriberto Hülse. O técnico Roberto Cavalo tem encontrado uma maneira de fazer o Criciúmajogar, e as vitórias têm acontecido. Diante do Sampaio Corrêa na noite desta sexta, o 1 a 0 garantiu os três pontos, e mais do que isso, deu uma injeção de ânimo ainda maior ao grupo.

Veja outras notícias do Criciúma
Confira a tabela da Série B


— Importante foi a mobilização da semana, do que aconteceu no dia a dia, do que levaram para dentro do campo hoje e que conseguimos essa vitória que ainda nos dá uma grande chance de brigar ainda pelo acesso — comentou Cavalo.

Apesar da vitória, o técnico teve duas baixas ainda no primeiro tempo, o que mudou a maneira do time jogar e desafiou Cavalo. Motorzinho do meio campo, o volante Douglas Moreira fui substituído após sentir o tornozelo. O jogador precisou sair de maca e ficou sem conseguir encostar o pé no chão.

Criciúma faz 1 a 0 no Sampaio Corrêa e vence a terceira seguida

— O Douglas é diferenciado faz muita falta. Me cortou o coração de ver ele de muletas, isso aí é ruim, uma cena triste no vestuário é um jogador que nessa altura do campeonato se ficar fora é uma perda muito grande — lamentou.

Bruno Baio, um dos reforços para a Série B, não tem feito boas apresentações, e a torcida pegou no pé do jogador, que entrou no lugar de Jheimy. Depois de aberto a placar, a decisão do técnico pela entrada do atacante foi para manter a bola do meio para a frente.


— O Bruno Baio entrou com uma função de proteger a bola mais na frente, por alguns momentos o zagueiro foi mais decisivo, porém houve uma ou duas faltas que o juiz não deu em cima dele, mas ele sentiu um pouco, é normal, é time grande, e assim que tem que ser. Aqui botou essa camisa o cara tem que sentir na pele. Agora nós sabemos, já passamos por dificuldades, posso citar exemplo até do Gustavo, passou por uma turbulência muito difícil e hoje está no Corinthians — comentou.

Roberto, do Criciúma, projeta sequência da Série B: "Agora é pezinho no chão"

Na próxima sexta-feira, o desafio é fora de casa, contra o Bahia, concorrente direto na briga pelo acesso. Na Arena Fonte Nova, o técnico projeta um jogo difícil e espera que dê tempo de recuperar os jogadores que saíram machucados para a partida.

— Depois dessa vitória que foi, que existia ainda esse tabuzinho que não ganha dos times da parte debaixo, isso também pesa para a nossa cabeça. Hoje Bahia e Criciúma brigam pela Série A, então vai ser um grande jogo, trabalhar de novo visando esse difícil compromisso, mas com os pés no chão e sabendo que nós temos condições de encarar o Bahia lá dentro — finalizou Cavalo.

 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros