Criciúma e Avaí disputam Série B mais acirrada da história pelo acesso - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Equilíbrio27/09/2016 | 07h20Atualizada em 27/09/2016 | 07h20

Criciúma e Avaí disputam Série B mais acirrada da história pelo acesso

Times estão entre os oito separados por até três pontos na tabela

Criciúma e Avaí disputam Série B mais acirrada da história pelo acesso Montagem sobre fotos de Caio Marcelo, Especial e Leo Munhoz/
Foto: Montagem sobre fotos de Caio Marcelo, Especial e Leo Munhoz

A 11 jogos do fim da Série B, a briga pelo acesso à elite se intensifica e as chances dos times que irão disputar a Série A em 2017 começam a ficar mais definidas. Se estivéssemos em 2014 ou 2012, por exemplo, já poderíamos apontar com mais facilidade quais equipes estariam perto de conquistar o acesso. Mas, em 2016, o campeonato está tão equilibrado que hoje, na 27ª rodada, fica difícil fazer este apontamento com precisão. Nos atuais moldes do torneio – em que 20 equipes disputam quatro vagas –, este é o mais disputado da história.

Leia mais sobre o Avaí
As notícias do Criciúma
Confira a tabela da Série B

Apenas três pontos separam o terceiro colocado (Avaí) do 10º (Náutico). Ao todo, são oito equipes que brigam por uma vaga no G-4 (veja na tabela abaixo). Para se ter uma ideia, no ano passado, nesta mesma rodada, apenas quatro brigavam pela última vaga entre os quatro primeiros.

Entre os catarinenses, o melhor colocado e com mais chances de acesso é o Avaí. Com uma arrancada impressionante, já são sete rodadas de invencibilidade, o Leão aparece com ótimas probabilidades de disputar a Série A no ano que vem. Segundo os sites especializados Infobola e UFMG, hoje o time de Florianópolis tem 49% e 51% de chances de acesso à elite de 2017. O Criciúma, que começou a competição muito bem e depois caiu de rendimento, tem apenas 14% e 15,5% de probabilidade de subir à Primeira Divisão.

Nas 27 rodadas disputadas até agora na competição, o Tigre esteve no G-4 em apenas quatro oportunidades, na 3ª, 5ª, 11ª e 12ª. A colocação mais alta que Tricolor alcançou foi a terceira posição na 3ª e 11ª rodada.

Rodadas decisivas pela frente

Apesar dos bons números do Avaí, após os jogos da próxima rodada, tudo pode mudar. Se fizer a sua parte, e vencer as próximas duas partidas na Ressacada, o Leão pode deixar muito bem encaminhada a sua situação.

O Tigre não tem o fator casa como decisivo nos próximos jogos, mas também tem condições de pular para a parte de cima. Apesar de encarar o Bahia na Arena Fonte Nova na sexta-feira, os próximos três jogos são contra times da metade inferior da tabela de classificação. As próximas rodadas prometem separar o joio do trigo na Série B.

A sequência dos concorrentes

AVAÍ
30/9 - Paysandu (C)
4/10 - Goiás (C)
8/10 - Atlético-GO (F)
15/10 - Tupi (C)

LONDRINA
1/10 - Oeste (C)
4/10 - Bahia (C)
8/10 - Vasco (F)
15/10 - Luverdense (C)

BRASIL-RS
27/9 - Ceará (C)
4/10 - Sampaio Corrêa (C)
7/10 - Náutico (F)
15/10 - Bahia (F)

BAHIA
30/9 - Criciúma (C)
4/10 - Londrina (F)
9/10 - Tupi (C)
15/10 - Brasil-RS (C)

CRICIÚMA
30/9 - Bahia (F)
4/10 - Tupi (F)
7/10 - Vila Nova (C)
15/10 - Bragantino (F)

CRB
1/10 - Bragantino (F)
4/10 - Atlético-GO (C)
8/10 - Paraná (F)
15/10 - Vasco (F)

CEARÁ
27/9 - Brasil-RS (F)
4/10 - Joinville (C)
8/10 - Oeste (F)
15/10 - Náutico (F)

NÁUTICO
1/10 - Vasco (C)
4/10 - Bragantino (F)
7/10 - Brasil-RS (C)
15/10 - Ceará (C)

(C): Jogo em casa
(F): Jogo fora de casa


 
 
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros