Confira o antes e o depois da reforma no Abel Schulz, que reabre em 9 de março - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 

Patrimônio25/02/2016 | 19h38Atualizada em 25/02/2016 | 19h45

Confira o antes e o depois da reforma no Abel Schulz, que reabre em 9 de março

Interditado desde 2011, tradicional berço do esporte joinvilense será reinaugurado

Confira o antes e o depois da reforma no Abel Schulz, que reabre em 9 de março Salmo Duarte/Agencia RBS
Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS
Demorou mais do que o previsto, mas o Ginásio Abel Schulz, tradicional berço do esporte joinvilense, está pronto e já com data para reabrir as suas portas para o público. Será o presente que a Prefeitura dará aos amantes do esporte em 9 de março, data do aniversário de 165 anos da cidade.

Leia mais notícias sobre Joinville e região

Interditado desde 2011, o histórico ginásio, inaugurado em 1951, passou por uma ampla reforma para poder voltar a sediar competições citadinas e servir de espaço de treinamento para as equipes de base da Fundação de Esportes, Lazer e Eventos de Joinville (Felej).

Ao todo, foi investido cerca de R$ 1 milhão para a readequação do espaço, contemplando a reforma nas redes elétrica e hidrossanitária, adequações para a acessibilidade, elaboração de um projeto preventivo de incêndio, pintura, troca da cobertura, entre outras melhorias.

Talvez a mudança que mais chamará a atenção dos antigos frequentadores do ginásio esteja no piso. O assoalho de tacos, que assistiu a campanhas vitorias de equipes de basquete e de futsal, deu lugar a um solo de cimento e tinta epóxi, que o deixa com o aspecto emborrachado. Assim, em caso de enchente, não há o risco de o piso apodrecer – como acontecia quando era de madeira.

– Reabrir o Abel virou uma questão pessoal para nós. Queremos resgatar esse tradicional cartão-postal da cidade – destacou o presidente da Felej, Fernando Krelling.

No dia da reabertura do ginásio haverá o primeiro jogo da JEC/Krona em Joinville. Será contra a equipe de futsal de Araquari.

Ginásio recebe últimos ajustes antes da reinauguração

Um placar eletrônico, redes nas traves de futsal e nas cestas de basquete e redes para vôlei. Com todos esses itens já comprados, falta apenas a instalação dos equipamentos, além de uma limpeza geral, para que o Abel Schulz possa reabrir as portas em 9 de março.

Além disso, a administração municipal ainda tenta locar o espaço para o funcionamento de uma lanchonete em anexo ao ginásio. De acordo com Krelling, já foram feitas três licitações, mas não apareceram interessados. Agora, a Felej analisa juridicamente a possibilidade de fazer a locação deste espaço para eventuais interessados.

– Como o ginásio ficou bastante tempo fechado, algumas pessoas perderam o interesse. Mas agora, com esse novo aspecto, devem aparecer interessados – acredita Fernando Krelling.

Outra sala anexa ao ginásio será cedida pela prefeitura à Polícia Militar, que tem a intenção de utilizá-la como uma central de videomonitoramento.

Confira alguns registros de como era o ginásio antes e como ele está agora.





1e5-a524-0e7075bba956" frameBorder=0 width="75%">

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Geral 07/08/2013 | 13h40

Começam as obras de reforma no ginásio Abel Schulz em Joinville

Ginásio não recebe eventos esportivos desde 2011

Pente fino 29/01/2013 | 13h39

Ginásios Ivan Rodrigues e Abel Schulz serão vistoriados pela Felej em Joinville

Espaços estão interditados e sem verbas para reformas e restaurações

 
A Notícia
Busca