Basquete Joinville vence o Vasco no Rio de Janeiro - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

NBB19/10/2018 | 21h35Atualizada em 19/10/2018 | 21h37

Basquete Joinville vence o Vasco no Rio de Janeiro

Equipe conquistou a segunda vitória em três partidas disputadas fora de casa nesta semana

Basquete Joinville vence o Vasco no Rio de Janeiro Rafael Ribeiro / Vasco.com.br/Vasco.com.br
Joinvilenses conseguiram a segunda vitória na série de três confrontos realizados no Rio de Janeiro Foto: Rafael Ribeiro / Vasco.com.br / Vasco.com.br

O Basquete Joinville começou muito bem no Novo Basquete Brasil (NBB). Nesta semana, a equipe fez três partidas no Rio de Janeiro e conseguiu duas vitórias. A última aconteceu na noite desta sexta-feira, quando o time bateu o Vasco, em São Januário, por 74 a 66. Como já havia vencido o Botafogo, na segunda-feira, e perdeu por apenas um ponto para o Flamengo, o saldo é extremamente positivo. 

Com 20 pontos e quase 34 minutos em quadra, Felipe Vezaro foi o grande destaque joinvilense. Ele ainda buscou cinco rebotes e deu três assistências. Seu irmão, Lucas Vezarinho, anotou 14 pontos, sete rebotes e três assistências.  Weihermann também brilhou com 13 pontos. 

JOGADA DOS IRMÃOS VEZARO

Coletivamente, a defesa de Joinville voltou a mostrar força. Com 42 rebotes, manteve a média das últimas partidas (43 contra o Botafogo e 44 contra o Flamengo). Nas bolas de três, teve desempenho muito parecido com o jogo de quarta (na ocasião, acertou 11 de 27 tentativas). Nesta sexta, foram 11 acertos em 28 tentativas. 

Agora, os joinvilenses voltam à quadra na próxima segunda-feira, quando finalmente irão atuar dentro de casa. O adversário será o Pinheiros-SP e o jogo ocorrerá às 19h. 

O primeiro quarto de Joinville foi o pior da equipe. No começo, o Vasco largou na frente, os catarinenses conseguiram  virada, mas os donos da casa chegaram a ter sete pontos de vantagem. Pesava a quantidade de rebotes do Vasco — 15 (sendo oito ofensivos) contra sete de Joinville e as bolas de três (Joinville acertou uma bola em sete tentativas). 

Apesar das dificuldades, o período fechou em 17 a 14, placar que permitiu aos joinvilenses uma boa reação já no começo do segundo quarto. Com a mão calibrada, Joinville acertou cinco bolas de três em oito tentativas. Vezarinho duas vezes, Felipe Vezaro, Weihermann e Mathias conseguiram ajudar o time e virar o placar. 

VEJA A ENTERRADA DE COLIMÉRIO

A diferença no placar chegou a casa dos 11 pontos. Defensivamente, a equipe buscou dez rebotes contra apenas cinco do Vasco. O saldo foi a vantagem de dez pontos no fim do primeiro tempo: 42 a 32. 

No terceiro quarto, Joinville continuou administrando a vantagem. Mesmo com apenas dois acertos da linha dos três, a equipe controlou os donos da casa, venceu o período por 17 a 16 e aumentou a vantagem no placar para 11 pontos: 59 a 48. 

No começo do último período, a bola de três de André Bambu aumentou a vantagem para 14 pontos. A 6min22s do fim, Weihermann fez mais uma e elevou a diferença para 17 pontos. Até aquele momento, o Vasco havia marcado apenas dois pontos, fato que praticamente consolidou a vitória joinvilense. 

Nem mesmo a queda de rendimento do Joinville mudou o panorama do jogo. Após a bola de três de Weihermann, a equipe só voltou a pontuar a 2min42s do fim. Nesta altura, a diferença era de nove pontos. O Vasco ameaçou uma reação, mas a bola de três de Felipe Vezaro colocou a vantagem em 12 pontos.

No minuto seguinte, o Vasco conseguiu encostar e chegou a ficar seis pontos atrás. Mas os acertos de Felipe Vezaro (que fez sete pontos no período) no lance livre definiram o placar em 74 a 66. 


 
A Notícia
Busca