Fluminense e JEC empatam no primeiro duelo da história entre os times - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Futebol30/09/2018 | 17h34Atualizada em 30/09/2018 | 17h34

Fluminense e JEC empatam no primeiro duelo da história entre os times

Duelo local, válido pela Copa Santa Catarina, teve quatro gols e sentimentos bem distintos após o jogo

Fluminense e JEC empatam no primeiro duelo da história entre os times Beto Lima / Assessoria do JEC/Assessoria do JEC
Foto: Beto Lima / Assessoria do JEC / Assessoria do JEC

O primeiro jogo da história entre Fluminense e Joinville foi mais saboroso para o Tricolor da Itaum. Embora não tenha vencido, o Flu buscou um empate por 2 a 2 e comemorou o resultado com a pequena torcida que o apoiou na tarde deste domingo, na Arena

Para o Joinville, por outro lado, o resultado não foi bem recebido. Durante e após a partida, os torcedores do JEC protestaram e não aceitaram um empate diante do outro time da cidade - que dispõe de menos recursos e apoio. 

De qualquer maneira, o resultado mudou pouco a situação dos times na Copa Santa Catarina. O Joinville continua na segunda colocação, agora com oito pontos. O Flu agora soma três.

Na próxima rodada, o JEC vai enfrentar o Hercílio Luz, em Tubarão, na quinta-feira, às 20 horas. O Flu joga no sábado, na Arena, diante do Metropolitano, às 15h30. 

O jogo começou com o Fluminense melhor. Aos 14 minutos do primeiro tempo, Wallace quase marcou após passar por Rodolfo. Para a sorte do JEC, Filipe Costa salvou em cima da linha. A resposta do Tricolor veio logo depois, numa bola parada. Itaqui cruzou e Filipe Costa, de cabeça, acebeceou rente à trave direita de Paulo Sérgio.

Na segunda grande chegada, o Joinville abriu o placar. Nathan fez jogada pela esquerda e cruzou para Adriano. A bola, no entanto, foi desviada por Ramon e morreu no fundo da rede.

O Fluminense poderia ter empatado com Romario, aos 32 minutos quando Romário fez boa jogada individual e exigiu grande defesa de Vilar. O JEC esteve perto de ampliar aos 34, com Nathan, e aos 36, com Filipe Costa. Nas duas oportunidades, Paulo Sérgio apareceu bem e evitou o segundo.

Na segunda etapa, o Fluminense voltou mais ligado e conseguiu uma virada que poucos imaginavam. Aos 17, após cobrança de escanteio de Edinho, Filipe, que havia entrado um minuto antes, empatou de cabeça.

A virada aconteceu aos 26 minutos. Filipe fez a jogada, passou a Wallace que serviu Carlos. De fora da área, o volante acertou belo chute e marcou o segundo. 

Nervoso, o Joinville começou a errar bastante. Os torcedores presentes na Arena (95% do JEC) também passaram a vaiar o time e integrantes da diretoria, que estavam nas arquibancadas. 

Os protestos só diminuíram quando Daniel Gonçalves, o Baianinho, marcou aos 38 empatando o jogo, após cruzamento de Breno. 

Após o empate do Joinville, o confronto ficou aberto. Os dois times buscaram o gol, mas abusaram da individualidade na reta final. Desta maneira, o placar não se alterou mais.

 
A Notícia
Busca