JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Futebol29/08/2018 | 15h06Atualizada em 29/08/2018 | 15h06

JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina

Goleiro Ricardo Vilar e lateral/volante Itaqui são as novas caras da equipe de Wagner Lopes

JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina Augusto Ittner/Agência RBS
Goleiro Ricardo Vilar (E) já atuou pelo Metropolitano em Santa Catarina Foto: Augusto Ittner / Agência RBS

O JEC começou a receber os atletas que farão parte do elenco para a disputa da Copa Santa Catarina. O primeiro deles é o goleiro Ricardo Vilar, 33 anos, que disputou a Série C deste ano pelo Tupi. Vilar já teve passagem pelo Metropolitano e rodou em clubes como Caxias-RS, São Paulo-RS, Campinense-PB, Rio Branco-AC e Ipatinga-MG

Nesta temporada, entrou em campo em 32 ocasiões pelo Tupi. Na tarde de terça-feira, Ricardo Vilar fez exames médicos no Joinville. Se tudo der certo, será apresentado nesta quinta-feira. Com ele, Matheus e Dalberson, o JEC deve fechar o ciclo para goleiros.

Outra a novidade é Itaqui, ex-Luverdense. O lateral/volante, de 28 anos, atuou em 15 partidas da equipe mato-grossense e chegou a marcar três gols. Itaqui também jogou pelo Avenida-RS. O atleta deve se apresentar nesta quarta ao JEC e ser oficializado na próxima semana.

Um dos critérios estabelecidos pelo comitê de futebol (e reforçado pelo gerente Agnello Gonçalves na semana passada) era a minutagem dos novos contratados – tempo em que atuaram nas últimas temporadas. Por aí, é possível entender as escolhas de Ricardo Vilar e Itaqui. Ricardo Vilar foi titular em todas as 32 partidas do Tupi – sem ser substituído. 

Apesar do rebaixamento do seu clube à Série D, apareceu bem na disputa de pênaltis das quartas de final do Campeonato Mineiro, quando defendeu uma das cobranças e ajudou o Tupi a superar o Tombense.

No caso de Itaqui, a lógica da minutagem também serve. Em 11 das 15 partidas pelo Luverdense, atuou durante 90 minutos (foi substituído em três ocasiões e, em outra, veio do banco). Pelo Avenida-RS, foram 14 partidas sendo que em 12 ele jogou durante os 90 minutos – e esteve com sua equipe nas semifinais do Campeonato Gaúcho, sendo eliminado apenas pelo Grêmio. Pelo menos, são atletas que chegarão prontos para jogar no Tricolor.
 

 

Siga JEC na Rede no Twitter

A Notícia
Busca