JEC vence Tombense de virada e ganha fôlego na luta contra o rebaixamento na Série C - JEC - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 

Futebol24/06/2018 | 13h22Atualizada em 24/06/2018 | 15h59

JEC vence Tombense de virada e ganha fôlego na luta contra o rebaixamento na Série C

Tricolor fez 3 a 1 na Arena na manhã deste domingo (24) pela 11ª rodada

JEC vence Tombense de virada e ganha fôlego na luta contra o rebaixamento na Série C Salmo Duarte/A Notícia
Jogadores do JEC comemoram vitória contra o Tombense Foto: Salmo Duarte / A Notícia

UFA! Os torcedores do Joinville Esporte Clube (JEC) precisaram de um pouco de calma e confiança para comemorar a vitória do clube para cima do Tombense, de Minas Gerais, na 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. E ela veio de virada, por 3 a 1, depois de um primeiro tempo com poucas criações e derrota parcial por 1 a 0. A vitória é essencial para a equipe tricolor, que luta para deixar a zona de rebaixamento da competição. Com o resultado, o JEC conseguiu deixar para trás a lanterna do Grupo B, que amargava desde a quarta rodada.

Jogando em casa, na Arena, o JEC começou o jogo pressionando, mas saiu atrás no placar ao ser surpreendido em um contra-ataque do adversário aos 16 da etapa inicial. Porém, desencantou no segundo tempo com grande atuação, em especial, do atacante Rafael Grampola, e costurou a vitória de virada ao balançar as redes em duas das três oportunidades convertidas pelo time.

Diante de 1,4 mil torcedores, o tricolor conseguiu marcar aos 10 minutos e aos 22 com gols do camisa nove, além de consolidar a vitória aos 27 com o zagueiro Baumer.

O resultado dá fôlego à equipe, que havia conquistado apenas sete pontos em dez jogos e ostentava a última posição entre as 10 equipes do Grupo B da Série C. Agora com 10, supera o Volta Redonda (9), deixa a lanterna e está a três pontos do Ypiranga - primeiro fora da área vermelha.

Na próxima rodada o Joinville quer seguir no caminho das vitórias e terá que encarar o Bragantino, que está na zona de classificação do grupo B com 18 pontos em 11 jogos. O duelo acontece no sábado (30), às 16 horas, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Já o Tombense enfrenta o Luverdense na mesma data, às 15h30, no Estádio dos Tombos, em busca da primeira vitória depois de três derrotas seguidas.

O JOGO

O JEC começou o jogo confiante, partindo para o ataque e em busca de gols. Nos primeiros 15 minutos o Tombense havia chegado poucas vezes e sem nenhum perigo, no entanto, foi justamente a equipe visitante que comemorou o balançar das redes. Um contra-ataque certeiro aos 16 minutos gerou o gol que viria a aumentar a pressão do Joinville contra o rebaixamento. O triunfo dos mineiros veio dos pés de Caio César, de rebote na entrada da área para o canto esquerdo do goleiro Matheus.

Com erros de passes das duas equipes, o JEC aproveitava as jogadas individuais a caminho do gol e deu um pouco mais de trabalho para Danrley. Porém, o goleiro mostrou confiança nas defesas e segurou a equipe catarinense. Foram pelo menos três tentativas, aos 22, 33 e 42 minutos. Descontente, Márcio Fernandes mexeu na formação da equipe já na primeira etapa, trocando Eduardo por Janderson, mas ainda sem sucesso na busca pelo empate.

Outra troca já no início do segundo tempo deu mais movimento ao jogo, com a substituição de Jean Lucas por Madson. E as primeiras chances de gol surgiram na sequência, com o JEC se mantendo no campo de ataque. Logo aos dois minutos a equipe chegou perto do empate em cobrança de escanteio e chegou a pedir pênalti na área, mas o árbitro não marcou. Aos 6’, o Tombense respondeu levando perigo ao JEC, mas a bola raspou na trave e não entrou.

O sufoco durou pouco, melhor na segunda etapa o JEC desencantou com o atacante Rafael Grampola, e virou a partida em 12 minutos. Primeiro, depois de uma cobrança de escanteio e com um tapinha preciso do camisa nove tricolor, aos 10’. Depois, de cabeça aos 22’ Grampola mandou para as redes após passe de Michel Schmöller: Joinville 2 a 1 sobre o Tombense.

E não parou por aí, André Baumer ampliou para o JEC aos 27’ depois de uma nova cobrança de escanteio e a bola sobrar para o zagueiro. Com o placar folgado de 3 a 1, a equipe joinvilense reencontrou a vitória depois de perder por 2 a 0 na última rodada frente ao Ypiranga, seu adversário direto contra o rebaixamento.

Público: 1.420 torcedores.
Renda: R$ 27.820.

 
A Notícia
Busca