JEC perde de virada para o Cuiabá e se complica mais na Série C - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Futebol12/05/2018 | 21h27Atualizada em 12/05/2018 | 21h27

JEC perde de virada para o Cuiabá e se complica mais na Série C

Tricolor se mantém na lanterna da chave com o resultado. Derrota complica a situação de Matheus Costa

JEC perde de virada para o Cuiabá e se complica mais na Série C Salmo Duarte / A Notícia/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia / A Notícia

A noite de sábado foi mais uma de sofrimento para a torcida do JEC. O Tricolor reexibiu as mesmas falhas das outras rodadas, sofreu três gols e acabou derrotado, de virada, para o Cuiabá em plena Arena Joinville. O placar de 3 a 2 dos visitantes foi construído com gols de David Batista, Marino e João Carlos. Rafael Grampola e Michel Schmöller chegaram a abrir 1 a 0 e 2 a 1 para o Tricolor, que amargou a segunda derrota em casa, a quarta na Série C.

Com o resultado, o Joinville continua na lanterna do grupo B, com três pontos em cinco rodadas, ameaçadíssimo pelo rebaixamento à Série D. A situação do técnico Matheus Costa fica praticamente insustentável e dificilmente ele permanecerá.

O Joinville volta a campo no domingo, em Ribeirão Preto (SP), contra o Botafogo-SP, pela sexta rodada da competição. 

O primeiro tempo do Joinville repetiu os mesmos problemas de outras rodadas: uma equipe insegura na defesa e com dificuldades na criação. Diante deste cenário, quem chegou primeiro foram os visitantes. Aos dez minutos, após cruzamento da esquerda, Talles Cunha finalizou frente a frente com Matheus. O goleiro, com o pé direito, fez linda defesa e evitou o gol. 

A melhor chegada do JEC no começo da partida veio aos 18 minutos. Em cruzamento da direita de Jonas, a zaga afastou e Michel Schmöller ficou com a sobra. De fora da área, ele arriscou, mas Victor Souza defendeu. O Cuiabá teve outra boa chance no lançamento de Bruno Sávio para Weverton, aos 22 minutos. Matheus dividiu com o atacante e salvou o Tricolor.  

Aos 29 minutos, o Joinville finalmente conseguiu acertar o seu sistema ofensivo. Em jogadas pela esquerda, a equipe passou a ameaçar os visitantes. Na primeira investida, Grampola cruzou e Misael desviou de perna direita. O goleiro Victor Souza foi bem e evitou o gol. Logo depois, aos 35, Schmöller cruzou da esquerda, Rafael Grampola cabeceou, a bola desviou em Ednei e matou o goleiro Victor Souza: 1 a 0 JEC. 

O gol deu esperança de que o Tricolor iria deslanchar, mas não foi o que aconteceu. Aos 39, o Cuiabá assustou com David Batista. O camisa 9 recebeu na área, tocou na saída de Matheus, marcou o gol, mas viu o lance ser anulado por estar em posição irregular. 

Dez minutos depois, após cobrança de escanteio, a zaga do Joinville afastou mal, Talles Cunha bateu, a bola desviou e sobrou limpa para Weverton. Ele cortou Michel Schmöller, bateu com desvio e marcou o gol. O árbitro, no entanto, anulou o lance e marcou pênalti pelo toque de mão de Schmöller. Apesar da reclamação dos visitantes, David Batista cobrou o pênalti, marcou o gol e amenizou as queixas. 

Na segunda etapa, o JEC não mudou, mas voltou mais ligado. Em cobrança de falta de Davi, a  bola foi mal afastada pela defesa mato-grossense. Madson ganhou de cabeça e ofereceu a bola a Michel Schmöller, que driblou a defesa e marcou o segundo gol do JEC. 

A vantagem no placar não tranquilizou o jogo. Aos dez minutos, David Batista serviu Bruno Sávio que, livre na ponta direita, ficou cara a cara com Matheus, mas chutou na trave. A trave salvou o JEC também aos 23 minutos. Após cobrança de falta de Eduardo Ramos, Ednei desviou de cabeça e a trave salvou os donos da casa.

Na terceira tentativa, os visitantes não desperdiçaram: após cruzamento da esquerda, Jenison cabeceou quase na linha de fundo para o meio. Marino aproveitou e desviou para a rede, igualando o placar.  

A partir deste gol, o duelo ficou completamente aberto. O Cuiabá, mais eficiente, aproveitou para matar o jogo com João Carlos. Eduardo Ramos carregou livre pelo meio, passou a Bruno Sávio, que chutou cruzado. A bola atravessou a área e encontrou o camisa 19, que marcou o terceiro, que deu a virada aos visitantes e determinou o placar do confronto.

Ficha técnica
Joinville 2 x 3 Cuiabá-MT

Joinville: Matheus; Jonas, Bruno Aguiar, Emerson Silva, Alex Ruan; Pierre, Michel Schmöller (Marlyson), Misael (Breno), Davi (Eduardo Person) e Madson; Rafael Grampola.
Técnico: Matheus Costa.

Cuiabá: Victor Souza, Jefferson Feijão, Ednei, Lucão e Ronaell; Marcão, Marino, Talles Cunha (Jenison) e Weverton (Eduardo Ramos); David Batista (João Carlos) e Bruno Sávio.
Técnico: Itamar Schulle.

Local: Arena Joinville.
Data: 12/5/2018.
Horário: 19h30.
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA) auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jose dos Santos Amador (BA). 
Público: 3.216 torcedores.
Renda: R$ 58.240,00

 

Siga JEC na Rede no Twitter

A Notícia
Busca