Em entrevista coletiva, Matheus Costa defende o cargo e questiona: "A troca é necessária?" - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Futebol12/05/2018 | 22h53Atualizada em 12/05/2018 | 22h53

Em entrevista coletiva, Matheus Costa defende o cargo e questiona: "A troca é necessária?"

Técnico do JEC terá continuidade avaliada pelo comitê de futebol na segunda-feira

Em entrevista coletiva, Matheus Costa defende o cargo e questiona: "A troca é necessária?" Salmo Duarte / A Notícia/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia / A Notícia

Em entrevista coletiva após a derrota para o Cuiabá, na noite deste sábado, na Arena, o técnico Matheus Costa defendeu sua continuidade no clube. Ciente do risco de demissão que corre (o comitê de futebol do JEC avaliará a permanência na segunda-feira), Matheus chegou a questionar e pediu para imprensa e torcida fazerem uma reflexão: 

- A troca de comando é necessária? - perguntou Matheus, que continuou:

- O clube trocou quantas vezes a comissão técnica nos últimos anos? Será que é mesmo fator predominante para encontrar as vitórias? Houve tantas trocas de treinadores e o JEC continua na mesma situação - argumentou. 

Logo após o jogo, a diretoria do Joinville esteve no vestiário e, segundo Matheus, deu apenas palavras de apoio ao comandante. 

- Eles estão acompanhando o dia a dia, são pessoas competentes independentemente da minha permanência ou não.  Eles sabem e estão vendo tudo o que estamos fazendo.

Perguntado se confia na própria permanência, Matheus respondeu:

- Eles nunca garantiram minha continuidade em nenhuma ocasião. Sou homem, não vou pedir demissão acredito muito e acredito que podemos sair desta situação. Enquanto a diretoria me der oportunidade de continuar aqui e vou continuar aqui.

 
A Notícia
Busca