Após semana de silêncio e portas fechadas, JEC tenta superar a crise contra o Cuiabá - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Futebol12/05/2018 | 07h00Atualizada em 12/05/2018 | 07h00

Após semana de silêncio e portas fechadas, JEC tenta superar a crise contra o Cuiabá

Lanterna do grupo B da Série C, Tricolor precisa da vitória para evitar mudanças no trabalho

Após semana de silêncio e portas fechadas, JEC tenta superar a crise contra o Cuiabá Beto LIma/JEC
Matheus Costa está ameaçado pelos últimos resultados Foto: Beto LIma / JEC

O Joinville viveu uma semana de pouco papo e muito trabalho. Pela primeira vez desde o início da Série C, o elenco esteve em atividades em dois turnos durante dois dias seguidos. Além disso, nenhum jogador deu entrevistas neste período. As atitudes, definidas pelo comitê de futebol na última segunda-feira, são a última cartada da diretoria para acabar com a crise do JEC na competição. A partir destas medidas, os mandatários tricolores esperam ver outra postura da equipe diante do Cuiabá, neste sábado, às 19h30, na Arena

O Tricolor é o lanterna do grupo B, com apenas três pontos em quatro partidas. Nesta sequência de jogos, além das três derrotas, o JEC sofreu sete gols e marcou apenas um. Os números ruins trouxeram críticas e pressão que, obviamente, caíram sobre os ombros do treinador Matheus Costa, principalmente porque o elenco foi montado para buscar o acesso à Série B.

- Nós geramos uma expectativa de que isso (o histórico de resultados do Joinville) pudesse mudar. Agora, nós precisamos trabalhar para que, de fato, isso mude - afirmou Matheus Costa, confirmando a responsabilidade da equipe e dele de mostrar resultados melhores no campeonato. 

Em termos práticos, a semana de portas fechadas do JEC não deve promover grandes mudanças na equipe. Segundo Matheus, poucas alterações serão feitas no time - talvez na defesa e no meio. A ideia é manter a base das últimas rodadas e criar uma identidade para que o Joinville ganhe mais entrosamento. A resposta que o comandante espera ver em campo é em termos de concentração. 

- Essa semana foi para trabalhar o equilíbrio mental. Quando o resultado não vem, perdemos a confiança durante a partida. Houve um bloqueio mental que nos impediu de ter confiança e coragem na última rodada. Mas as únicas pessoas que têm a possibilidade de sair de situação somos nós mesmos. Temos jogadores com qualidade e com potencial para dar a volta por cima - apostou Matheus. 

Com confiança, equilíbrio mental e qualidade em campo, o técnico acredita que o JEC possa a voltar a vencer. Até porque outro tropeço pode colocar o cargo de Matheus sob forte risco, algo que ninguém comenta oficialmente, mas tem consciência por tudo o que cerca futebol. 

Ficha técnica
Joinville x Cuiabá-MT

Joinville: Emerson (Matheus); Jonas, Bruno Aguiar, Lazio (Emerson Silva), Alex Ruan; Pierre, Michel Schmöller, Misael, Davi (Person) e Madson; Rafael Grampola.
Técnico: Matheus Costa.

Cuiabá: Victor Souza, Jefferson Feijão, Ednei, Lucão e Ronaell; Zaquel, Hiltinho, João Ananias e Weverton; David Batista e Bruno Sávio.
Técnico: Itamar Schulle.

Local: Arena Joinville.
Data: 12/5/2018.
Horário: 19h30.
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA) auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jose dos Santos Amador (BA). 

 
A Notícia
Busca