Times de SC encaram Copa do Brasil de olho em premiação recorde - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Vale muito20/02/2018 | 08h10Atualizada em 20/02/2018 | 13h46

Times de SC encaram Copa do Brasil de olho em premiação recorde

Classificação à terceira fase da competição nacional renderá a generosa quantia de R$ 1,4 milhão

Times de SC encaram Copa do Brasil de olho em premiação recorde CA Tubarão / Divulgação/Divulgação
Torcida do Tubarão deu show na classificação histórica na Copa do Brasil Foto: CA Tubarão / Divulgação / Divulgação

A Copa do Brasil volta a ser a competição dos clubes de Santa Catarina neste meio de semana. Na quarta-feira, Criciúma, Figueirense e Tubarão estarão em campo, enquanto que Avaí e Joinville cumprem a agenda pela segunda fase na quinta-feira. Além da vaga na sequência da disputa nacional, o quinteto está de olho no atraente valor de premiação oferecido pela CBF em caso de classificação à terceira fase. O time que avançar embolsa a generosa quantia de R$ 1,4 milhão. 

Dos sete representantes catarinenses na Copa do Brasil, apenas o Brusque caiu na primeira fase ao perder, em casa, para o Ceará. O time do Vale do Itajaí ganhou R$ 500 mil pela participação. Os cinco times classificados, além da cota inicial, já garantiram mais R$ 600 mil devido à vaga na segunda fase. A Chapecoense, eliminada na fase preliminar da Libertadores, entra na disputa nacional a partir das oitavas de final e, por isso, tem assegurada a premiação de R$ 2,4 milhões.  

O Tubarão, que fez história ao vencer o seu primeiro jogo a nível nacional, entra em campo diante do Atlético-PR, na Arena da Baixada. Essa será a primeira partida oficial do Peixe fora de Santa Catarina. O duelo, às 19h30min, tem o caráter ainda mais decisivo, já que além de elevar o nome do clube no Brasil, pode garantir uma importante quantia de dinheiro que engordará os cofres em caso de novo avanço. Em caso de mais uma classificação, o clube vai encarar Londrina ou Ceará.

– É um privilégio para o Tubarão representar Santa Catarina nesta fase da Copa do Brasil, jogar contra um clube bem estruturado e em um estádio que recebeu Copa do Mundo. Diante de tudo isso, consideramos que o valor de premiação, em caso de classificação, é um bônus importante. Se vier, servirá para equalização das finanças e iremos utilizar como investimento até o restante da temporada, quando o clube vai participar da Série D do Brasileiro – disse o presidente Luiz Henrique Ribeiro.

Figueirense e Criciúma vão atuar diante de seus torcedores. O Figueira recebe o Oeste, adversário na Série B do Brasileiro, às 20h30min, no Orlando Scarpelli. Em caso de classificação, o Furacão terá pelo caminho Botafogo-PB ou Atlético-MG. O Tigre enfrenta, no mesmo horário, o Cianorte, no Heriberto Hülse. Se avançar, o rival na próxima etapa será Remo ou Internacional. A partir da terceira fase, os jogos serão de ida e volta.

Na quinta-feira, às 19h15min, Avaí e Joinville enfrentam Juventude e Vila Nova, respectivamente, fora de casa. O Leão avançou após eliminar o Ceilândia-DF e se voltar a garantir a classificação enfrenta o Fluminense na terceira fase. O JEC passou pelo Itabaiana-SE e em caso de nova passagem de etapa vai duelar diante do Ferroviário-CE, que eliminou o Sport. O foco, porém, é o reencontro com o técnico Hemerson Maria, atualmente no time goiano e que levou o Tricolor ao título da Série B de 2014. 

– O valor pela classificação é muito importante para qualquer clube do futebol brasileiro, para o Joinville é ainda mais por conta da nossa realidade financeira. Sabemos da dificuldade que teremos em Goiânia, pois do outro lado estará um treinador que conhece muito bem o nosso clube. Tenho admiração pelo trabalho do Hemerson Maria, mas estou confiante no nosso grupo. Vamos atrás do nosso objetivo, pois isso nos dará mais tranquilidade para seguir trabalhando – falou o executivo de futebol Carlos Kila. 

O campeão da Copa do Brasil 2018, que terá final nos dias 10 e 17 de outubro, garante o valor de R$ 50 milhões, enquanto que o vice-campeão terá direito a R$ 20 milhões. A premiação total distribuída na competição, entre os 91 participantes, é de R$ 278 milhões e figura entre as maiores do futebol da América do Sul. 

QUANTO VALE CADA ETAPA DA COPA DO BRASIL 2018
Primeira fase: R$ 500 mil
Segunda fase: R$ 600 mil
Terceira fase: 1,4 milhão
Quarta fase: 1,8 milhão
Oitavas de final: 2,4 milhões
Quartas de final: R$ 3 milhões
Semifinal: 6,5 milhões
Vice-campeão: R$ 20 milhões
Campeão: 50 milhões

Confira a tabela do Estadual.
Confira mais notícias sobre o
Campeonato Catarinense 2018

 
A Notícia
Busca