JEC vence o Concórdia e amplia invencibilidade dentro da Arena Joinville - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Futebol10/02/2018 | 19h26Atualizada em 10/02/2018 | 19h52

JEC vence o Concórdia e amplia invencibilidade dentro da Arena Joinville

Com a vitória por 1 a 0, Tricolor se mantém vivo na briga por uma vaga na final do Catarinense

JEC vence o Concórdia e amplia invencibilidade dentro da Arena Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

O JEC venceu o Concórdia por 1 a 0 na tarde deste sábado, manteve a invencibilidade dentro da Arena  Joinville e ainda se manteve vivo na briga por uma vaga na final do Campeonato Catarinense. Em um jogo em que o time visitante jogou fechado no campo defensivo, os mandantes tiveram dificuldades em balançar as redes e conseguiram o gol da vitória com Murilo Rangel, aos 12 minutos da etapa final.

Com o resultado, o Joinville subiu para a terceira colocação com 12 pontos, apenas um atrás da Chapecoense, que é a vice-líder. Porém, o Avaí ainda joga neste domingo e pode ultrapassar o Tricolor em caso de vitória. Na próxima rodada, o JEC enfrenta o Criciúma fora de casa. A partida no estádio Heriberto Hülse acontece na quarta-feira, às 20h30.

PRIMEIRO TEMPO

O Joinville foi melhor durante toda a primeira etapa de jogo, mas teve muitas dificuldades na criação. O Concórdia optou em jogar atrás, esperando chances de surpreender no contra-ataque. A primeira oportunidade real aconteceu apenas apenas aos 26 minutos. Após um cruzamento para dentro da área, Madson cabeceou para o gol e Carlão salvou os visitantes.

No primeiro tempo, o JEC ainda teve duas chances claras de abrir o placar. Aos 38 minutos, Thiago Alagoano dominou no peito, limpou da marcação e chutou para o gol. Carlão mais uma vez salvou o Concórdia. Seis minutos depois em uma cobrança de escanteio, Thiago Alagoano cabeceou e o goleiro defendeu.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o JEC manteve a postura e foi para cima do adversário em busca do gol. A torcida pôde comemorar aos 12 minutos, quando o Tricolor abriu o marcador. Madson desceu pela esquerda, cruzou para dentro da área e Murilo Rangel chutou de canhota para o fundo das redes.

Logo em seguida, o Joinville teve chance de ampliar o placar com Rafael Grampola. Ele recebeu cruzamento e finalizou, mas a bola passou raspando a trave e foi para fora.  O Concórdia se abriu para o jogo apenas depois de tomar o gol e fazer duas substituições, que deixaram o time mais ofensivo. No entanto, não foi o suficiente para conseguir o empate.

O Joinville ainda teve mais uma chance para fazer o segundo, mas desperdiçou. Aos 31 minutos, na cobrança de escanteio, Lazio recebeu sozinho e cabeceou direto no travessão, para o susto do goleiro Carlão.

 FICHA TÉCNICA 

JOINVILLE - 1
Matheus; Dick, Bruno Aguiar (Lazio), Evaldo e Alex Ruan; Michel Schmöller, Renan Teixeira, Murilo Rangel e Madson (Elias); Thiago Alagoano e Rafael Grampola (Marlyson).
Técnico: Rogério Zimmermann. 

CONCÓRDIA - 0
Carlão; Lacerda, Igor Brondani (Vinicius Baiano) e Gabriel Peres; Lucas, Gelson, Diogo Roque (Miguel), Paulinho e Zeca; Romarinho (Marcos Paulo) e Elton Martins.
Técnico: Mauro Ovelha. 

GOL: Murilo Rangel (J), aos 12 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS: Evaldo (J). Lacerda e Zeca (C).
BORDERÔ: 2.814 torcedores / Renda de R$ 48.840,00.
ARBITRAGEM: William Machado Steffen, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Bruno Muller.
LOCAL: Arena Joinville, em Joinville (SC).

 
A Notícia
Busca