JEC perde para o Criciúma com gol nos acréscimos - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Clássico no Sul14/02/2018 | 22h43Atualizada em 14/02/2018 | 22h43

JEC perde para o Criciúma com gol nos acréscimos

Com o resultado, Tricolor continua sem pontuar fora de casa no Campeonato Catarinense

JEC perde para o Criciúma com gol nos acréscimos Caio Marcelo/Especial
Foto: Caio Marcelo / Especial

O Joinville perdeu para o Criciúma por 2 a 1 na noite desta quarta-feira e continua sem pontuar fora de casa no Campeonato Catarinense. Mesmo em má fase e na lanterna da competição, o Tigre abriu o placar logo aos dois minutos, levou o empate de pênalti, mas virou o jogo nos acréscimos do segundo tempo.

Com o resultado, o JEC permanece na terceira colocação com 12 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Avaí nesta quinta-feira. O Criciúma conseguiu sair do rebaixamento, pelo menos até a conclusão da rodada. Na próxima rodada, o Tricolor enfrenta o Tubarão na Arena, às 17 horas de domingo. No mesmo dia, às 19h30, o Tigre pega o Hercílio Luz fora de casa. 

O JOGO 

O jogo começou com cinco minutos de atraso porque os torcedores do Criciúma estavam com faixas de protesto contra a diretoria do clube. Depois da Polícia Militar chegar até a torcida, o árbitro deu início à partida. O Tigre começou com tudo e logo aos dois minutos abriu o placar no Sul do Estado. João Paulo recebeu passe de Mailson dentro da pequena área e apenas completou para dentro do gol.

Um minuto depois, o time da casa assustou mais uma vez o goleiro Matheus. Em um chute de fora da área, o arqueiro tricolor salvou o time de levar o segundo. O Criciúma dominou o jogo durante os 15 primeiros minutos. Depois disso, o JEC conseguiu se reerguer na partida e foi para cima do adversário atrás do empate.

Aos 25 minutos, Madson foi atingido por um carrinho dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Rafael Grampola foi para a cobrança e meteu um chute forte para dentro das redes, igualando o marcador no Heriberto Hülse.

Depois do gol, o Joinville cresceu ainda mais e levou pressão para cima do goleiro Luiz. Aos 30, o Criciúma quase cometeu o segundo pênalti. Grampola arriscou o chute de longe e o goleiro salvou. No rebote, Madson foi derrubado por Sandro, mas o árbitro mandou o lance seguir.

Ainda no primeiro tempo, aos 37 minutos, Madson foi até a linha de fundo e cruzou fechado. A bola passou pelo goleiro e Grampola deu um salto para tentar empurrar para dentro do gol, mas a bola saiu.

No segundo tempo, o técnico Grizzo fez mudanças no Criciúma e o time começou melhor do que o Joinville. Os mandantes se abriram mais para chegar ao ataque e quase chegaram ao gol aos sete minutos. Eltinho chutou cruzado dentro da área e Andrew quase conseguiu colocar a bola para as redes, mas o arremate foi para fora.

Na sequência, o jogo esfriou e os dois times tiveram dificuldades em criar jogadas de perigo. A emoção voltou apenas no final da partida, quando João Paulo invadiu a área pela direita e mandou um forte chute para o fundo das redes, virando o jogo e dando a vitória ao Criciúma.

 
A Notícia
Busca