JEC vence o Itabaiana e está na segunda fase da Copa do Brasil - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Futebol31/01/2018 | 23h37Atualizada em 31/01/2018 | 23h37

JEC vence o Itabaiana e está na segunda fase da Copa do Brasil

Tricolor passou pelo time sergipano com placar de 1 a 0, que encerrou jejum de triunfos fora de casa

JEC vence o Itabaiana e está na segunda fase da Copa do Brasil Divulgação / JEC/JEC
Foto: Divulgação / JEC / JEC

O Joinville está na segunda fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta, o Tricolor passou pelo Itabaiana-SP, jogando fora de casa, com o placar de 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Elias, aos 35 minutos do segundo tempo.  Como os duelos da primeira fase são resolvidos em partida única, o JEC, que jogava pelo empate, avançou com o triunfo.

Agora, o Tricolor aguarda a definição do próximo adversário, que será o vencedor do confronto entre Vila Nova-GO ou São Raimundo-RR. De qualquer maneira, o Joinville voltará a jogar fora de casa, novamente em partida única — precisará vencer. Em caso de empate, a vaga será definida nos pênaltis.

O triunfo também encerrou o jejum do Joinville longe da cidade. A equipe não vencia fora de casa há mais de 320 dias — a última vitória havia acontecido em 18 de março de 2017, no Campeonato Catarinense, contra o Figueirense. A classificação à segunda fase também rendeu R$ 600 mil de premiação ao JEC

O jogo

O jogo no interior sergipano teve muita intensidade dos dois lados nos primeiros minutos. O Joinville tentava chegar com jogadas pelos lados com Madson, Thiago Alagoano e o apoio de Murilo Rangel. Os donos da casa apostavam no experiente Paulinho Macaíba e nos meias Branco e Ratinho

Leia as últimas notas de Elton Carvalho  
Confira as últimas notícias do esporte  

A vontade das equipes, no entanto, deixou o jogo muito travado. Houve apenas duas boas oportunidades para cada lado. Aos 21 minutos, Madson recebeu cara a cara com o goleiro Andrade, bateu cruzado, mas o camisa 1 do Itabaiana tocou na bola no canto esquerdo. 

A resposta do Itabaiana veio numa bola parada. A equipe da casa até chegou a marcar na cobrança de falta, mas a arbitragem assinalou impedimento.

No segundo tempo, o número de faltas aumentou e os cartões começaram a aparecer com mais frequência, principalmente para o Joinville. Evaldo, Michel Schmöller, Eduardo Person e Murilo Rangel ganharam cartões. 

Precisando vencer, o Itabaiana deu dois sustos, sempre em bolas paradas. Aos 20 minutos, após o desvio de cabeça de Léo Lima, a bola tocou a parte superior da trave. Dez minutos depois, Eduardo desviou e Matheus salvou o JEC numa linda defesa.

Quando o jogo começava a ganhar ares dramáticos, o Tricolor resolveu o duelo. Em jogada de Thiago Alagoano, após a disputa com a defesa do Itabaiana, a bola sobrou para Elias, que substituiu Madson. Livre, o camisa 17 bateu cruzado e marcou o gol do jogo aos 35 minutos.

Depois do gol, o desespero tomou conta do Itabaiana, que pouco criou. O Joinville administrou o resultado e segurou a classificação. 

A Notícia
Busca