JEC vence o Brusque na Arena na estreia do Campeonato Catarinense - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Com o pé direito17/01/2018 | 22h40Atualizada em 17/01/2018 | 22h41

JEC vence o Brusque na Arena na estreia do Campeonato Catarinense

Tricolor fez o torcedor sorrir após um dia de muitos problemas por causa da chuva na cidade

JEC vence o Brusque na Arena na estreia do Campeonato Catarinense Cleber Gomes/especial
Foto: Cleber Gomes / especial

Na primeira rodada do Campeonato Catarinense, o torcedor do JEC sorriu. A equipe fez o seu papel e venceu o Brusque em casa por 2 a 1, com gols de Thiago Alagoano e Murilo Rangel. Edu descontou para o Brusque. A largada positiva dá ânimo para o time que volta a campo no próximo domingo, na Capital, diante do Avaí.

A chuva que alagou várias regiões de Joinville na madrugada de quarta afastou os torcedores da Arena. O mau tempo não chegou a prejudicar o duelo, mas as arquibancadas não estiveram tão cheias quanto poderiam estar. Quem foi ao estádio, viu o Joinville com dificuldades no começo da partida. Com o domínio da posse da bola, o Brusque parecia mais à vontade.

No entanto, quem criou a primeira chance foi o JEC. Após rápido contra-ataque, Alex Ruan recebeu na ponta direita e bateu de perna esquerda de forma precipitada, estragando a ação ofensiva tricolor aos dez minutos.

Aos 23, o grande susto do Brusque: Ronael cobrou falta, Matheus soltou e Bidia marcou o gol. Para a sorte do Joinville, o lance foi invalidado pelo assistente Eder Alexandre, que anotou o impedimento.

Se o Brusque não marcou, o Joinville tratou de mudar o placar quatro minutos após o impedimento. O Tricolor aproveitou rápida cobrança de lateral para pegar a defesa do Brusque desarmada. Assim, a bola passou de Madson a Murilo Rangel e de Murilo para Thiago Alagoano, que mandou no ângulo esquerdo de Dida: 1 a 0 JEC.

O gol deixou o torcedor mais animado, mas não chegou a mudar o panorama da partida, que ganhou mais emoção na segunda etapa. Na primeira tentativa, aos sete minutos, o Joinville ampliou o marcador. Em boa jogada, que contou com participação de Dick, Grampola e Madson, Alex Ruan cruzou o goleiro Dida afastou e Murilo Rangel aproveitou a sobra para fazer o segundo.

Com 2 a 0, o confronto ganhava contornos interessantes ao Tricolor, que poderia jogar explorando ainda mais os contra-ataques diante de um Brusque aberto. Mas a estratégia não funcionou como se apresentava em razão do gol de Edu, aos dez minutos. Ele aproveitou a recuperação de Ronael, que cruzou na medida para o camisa 9 dos visitantes marcar.

A partir daí, o Brusque pressionou e o JEC se fechou, saindo em jogadas rápidas e explorando os espaços. Os donos da casa poderiam ter ampliado com Thiago Alagoano, num chute cruzado, e Evaldo, de cabeça. Não deu, mas o placar permaneceu no 2 a 1.

 

 

Joinville 2 x 1 Brusque

Joinville

Matheus; Dick, Alisson, Evaldo e Alex Ruan; Michel Schmöller, Eduardo Person (Roberto), Thiago Alagoano (Breno), Murilo Rangel e Madson; Rafael Grampola.

Técnico: Rogério Zimmermann

 

Brusque: Dida; João Carlos (Carlos Alberto), Antônio Carlos, Douglas Silva e Ronael; Ruan, Bidia (Clebson), Adãozinho, Jean Dias e Jefferson Renan (Rafinha); Edu.

Técnico: Picolli

Público: 2.256 pessoas

Renda: R$ 50.120,00

Arbitragem: Fernando Henrique de Medeiros Miranda assistido por Kleber Lucio Gil e Eder Alexandre.

Gols: Thiago Alagoano e Murilo Rangel (JEC); Edu (Brusque)

A Notícia
Busca