'Estou triste como nosso torcedor', diz Fabinho Santos sobre o momento do JEC na Série C - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Desabafo22/06/2017 | 22h02Atualizada em 22/06/2017 | 22h02

'Estou triste como nosso torcedor', diz Fabinho Santos sobre o momento do JEC na Série C

Treinador falou pela primeira vez desde o pedido de demissão, feito após o jogo de domingo, e não aceito pela direção do Joinville

'Estou triste como nosso torcedor', diz Fabinho Santos sobre o momento do JEC na Série C Salmo Duarte/Agencia RBS
Fabinho comandará o JEC na partida deste sábado, contra o Macaé, às 15 horas, no Rio de Janeiro Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

O pedido de demissão do comando técnico do Joinville ainda repercute e rende explicações do treinador Fabinho Santos. Na manhã de quinta, no CT do Morro do Meio, o comandante falou pela primeira vez sobre o caso. E, segundo ele, a decisão aconteceu porque buscava soluções para o time voltar a vencer.

— Estou triste, assim como todo nosso torcedor. Todos nós queríamos vencer muito o jogo. Me cobro bastante e cobro isso dos atletas. O resultado não veio como nós esperávamos e, por isso, conversei com a diretoria. Como eu quero e sempre penso no melhor, desejava que esse grupo voltasse a vencer. Por isso, decidi conversar com a direção — revelou Fabinho Santos.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br
Leia mais sobre o JEC no blog Toque de Letra
Leia mais: Entenda tudo o que aconteceu no pedido de demissão de Fabinho Santos do JEC

O sentimento de frustração após o empate com o São Bento, no entanto, ficou no passado. Fabinho garante estar motivado e pronto para dar a volta por cima com o JEC nas próximas rodadas do Brasileiro da Série C.

— Estou motivado sempre. A conversa aconteceu, mas no outro dia estávamos pensando no jogo. Essa é minha forma de trabalhar, pois confio nos atletas e no meu trabalho. Estamos bem focados no jogo — afirmou.

Fabinho ainda agradeceu pelo apoio dos líderes do grupo. Após confirmar a manutenção do técnico, a direção esteve reunida com Renan Teixeira, Lúcio Flávio e Fernandinho, que parabenizaram o clube pela decisão.

— Fico feliz pela valorização daquilo que pensamos sobre o trabalho. Fico feliz também pela atitude deles, me preocupo com eles e quero vê-los vencer. 



 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros