JEC/Krona avança às quartas de final com gol nos últimos segundos da partida - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Liga Futsal14/10/2016 | 22h11

JEC/Krona avança às quartas de final com gol nos últimos segundos da partida

Tricolor bateu o São José-SP por 3 a 2 nesta sexta-feira no Centreventos Cau Hansen

JEC/Krona avança às quartas de final com gol nos últimos segundos da partida Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Jogadores vibram com a classificação Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

O JEC/Krona está classificado para as quartas de final da Liga Nacional de Futsal. Mas a classificação não foi nada fácil na noite desta sexta-feira. O Tricolor até abriu vantagem, fez 2 a 0 no primeiro tempo, no entanto, viu o São José-SP conseguir o empate na segunda etapa.

A vitória só foi confirmada a 34 segundos do fim para a festa da torcida no Centreventos. Agora, o JEC aguarda a definição de todos os classificados das quartas para conhecer seu adversário na próxima fase da competição.

Embalado pelo bom público presente no Centreventos Cau Hansen, o JEC/Krona dominou as ações da primeira etapa. O primeiro gol tricolor veio aos 15 minutos. Em boa jogada individual de Alex, o tiro de perna esquerda acertou o canto direito do goleiro, que nada pôde fazer.

O segundo veio num contra-ataque puxado por Leco, quase no fim do primeiro tempo. A seis segundos do fim, o camisa 8 rolou a bola para Dian Luka que, com tranquilidade, tocou por cima do goleiro e fez 2 a 0.

Com a boa vantagem construída ainda na primeira etapa, o duelo parecia tranquilo. Prova disso é que o JEC/Krona desperdiçou várias chances na segunda etapa. Dian Luka acertou a trave. Alex perdeu um gol feito cara a cara com o goleiro. Como o Joinville não fez, o São José reagiu.

Wilsinho, aos sete minutos do segundo tempo, diminuiu a vantagem do JEC. E o próprio Wilsinho, dois minutos depois, igualou o placar dando ares de dramaticidade para o jogo. O Joinville sentiu o gol e se abalou, tomando alguns sustos como a bola na trave de Guerra restando sete minutos para o fim.

O cenário só mudou a partir da ousadia do técnico Vander Iacovino. A quatro minutos do fim, ele lançou Alex como goleiro-linha. O Joinville trabalhou a bola com paciência, procurando espaços e mostrando que estava pronto para usar a estratégia. Acabou premiado a pouco mais de 34 segundos para o fim.

Fellipe Mello recebeu na direita e mandou de calcanhar. A bola desviou na defesa do São José e entrou, selando a dramática vitória por 3 a 2.

 
 

Siga JEC na Rede no Twitter

  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros