Joinville perde para a Chapecoense por 2 a 0 e amplia a crise - JEC - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Brasileirão03/06/2015 | 21h25

Joinville perde para a Chapecoense por 2 a 0 e amplia a crise

Ainda sem vencer na Série A, Tricolor continua na lanterna da competição

Joinville perde para a Chapecoense por 2 a 0 e amplia a crise Sirli Freitas/Especial
Foto: Sirli Freitas / Especial
Já se passaram cinco rodadas da Série A, mas o Joinville ainda não começou a "disputar" a competição. Com mais uma fraca atuação na noite desta quarta-feira, o Tricolor foi uma presa fácil para a Chapecoense. Diante de sua torcida, na Arena Condá, o Verdão não precisou se esforçar para vencer por 2 a 0. Com apenas um ponto conquistado até agora, a situação do JEC vai ficando cada vez mais complicada.

:: Confira a tabela completa e a classificação do Campeonato Brasileiro
:: Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br


A sequência de sete jogos sem vitória fez o Joinville entrar em campo pressionado. Sabendo da necessidade de voltar para casa com um bom resultado, o time do técnico Hemerson Maria foi para cima. Sueliton tentou o cruzamento pela direita, Welinton Júnior arriscou de longe e Rafael Costa tentou da entrada da área. Tudo isso antes dos dez minutos, mas nada deu certo.

:: Desgaste será a justificativa do JEC para demitir Hemerson Maria

Aos dez, um balde de água fria: Ananias recebeu cruzamento pela direita, dominou cercado pela marcação, mas girou sobre Sueliton, aguentou o tranco de Anselmo e chutou de bico, fazendo 1 a 0.

Com o passar dos minutos, a postura do Tricolor foi mudando. O time que antes estava propondo o jogo passou a assistir à Chapecoense trocar passes. Aos 28, todo mundo parou para assistir ao gol de Bruno Silva. Após Bruno Aguiar afastar mal o escanteio, o volante do Verdão dominou no peito, deixou a bola quicar e teve todo o tempo do mundo para fuzilar.

Hemerson Maria tentou mexer com o time na segunda etapa. Sacou Welinton Júnior e Naldo e colocou Tiago Luís e Kempes após o intervalo. Não adiantou. Tentou colocar Marcelinho Paraíba para ganhar força no meio de campo e nada.

A Chapecoense passou mais perto de fazer o terceiro do que o JEC de descontar. Aos 25, Ananias deu um passe açucarado para Wagner aparecer sozinho na frente de Oliveira, que fez um milagre. Sem ânimo para reagir, o Joinville jogou a toalha e aceitou o resultado.

O próximo compromisso será no sábado. Às 22 horas, na Arena, o Tricolor recebe o Corinthians. Contra um grande adversário, precisará amadurecer rápido o seu futebol se quiser alcançar a primeira vitória no campeonato.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Brasileirão 03/06/2015 | 11h46

Torcedores já fazem filas por ingresso para JEC x Corinthians

Procura por um lugar na torcida visitante também é grande na Arena

Brasileirão 01/06/2015 | 20h

Início da caminhada do JEC na Série A deixa o time em situação perigosa

Sete de 13 times que tiveram início de Série A semelhante ao do Tricolor acabaram rebaixados

Sob pressão 01/06/2015 | 14h42

Com o JEC em jejum de vitória, Jael sai em defesa de Hemerson Maria

Atacante elogiou o trabalho do comandante e acredita em reação da equipe no Brasileirão

Série A 30/05/2015 | 23h53

'É lamber as feridas, levantar a cabeça e preparar uma equipe forte', diz Hemerson Maria após derrota

Técnico do Joinville reconheceu que o futebol do Joinville esteve abaixo do esperado mesmo quando pressionava

Série A 30/05/2015 | 22h51

JEC é derrotado pelo Atlético-PR e perde também invencibilidade na Arena

Time do técnico Hemerson Maria não era superado em casa há 25 jogos

Série A 30/05/2015 | 07h03

Joinville recebe o Atlético-PR, neste sábado, em busca da primeira vitória

Hemerson Maria esconde o jogo e só irá revelar a escalação antes do confronto

Série A 29/05/2015 | 13h13

Hemerson Maria fala em mudanças, mas esconde o jogo no Joinville

Técnico diz que time pode mudar a postura ou até mesmo os jogadores

Brasileirão 28/05/2015 | 17h

Mais uma vez contra a parede, Joinville busca forças para reagir na Série A

Time se apoia em histórico recente para fugir da lanterna da competição

 
A Notícia
Busca