JEC segura 0 a 0 com o Figueirense e joga pelo empate para ser campeão - JEC - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Campeonato Catarinense26/04/2015 | 18h00

JEC segura 0 a 0 com o Figueirense e joga pelo empate para ser campeão

Tricolor ficará com o título se não levar gols na partida de volta na Arena Joinville

JEC segura 0 a 0 com o Figueirense e joga pelo empate para ser campeão Rodrigo Philipps/Agência RBS
Os dois times voltam a se enfrentar no domingo, às 16 horas, na Arena Joinville Foto: Rodrigo Philipps / Agência RBS

As chances do Joinville conquistar o título do Campeonato Catarinense aumentaram muito depois da tarde deste domingo. Em uma partida em que foi perfeito defensivamente, o JEC empatou por 0 a 0 com o Figueirense, no Orlando Scarpelli. Assim, o Tricolor precisa de apenas um empate, no próximo domingo, na Arena, para conquistar o troféu que não levanta desde 2001.

:: Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br
:: Veja como foi o minuto a minuto de Figueirense x Joinville

A confiança elevada do Tricolor na possibilidade de título se dá devido ao retrospecto da equipe de Hemerson Maria dentro de casa. A última derrota sofrida pelo Joinville aconteceu há nove meses. Em 26 de julho do ano passado, o Avaí venceu a equipe por 1 a 0.

O jogo

A derrota na decisão do Estadual de 2014, no Scarpelli, serviu de lição para o Joinville. Diferentemente daquela ocasião, o Tricolor entrou em campo mais ligado do que os donos da casa e tomou conta da partida nos minutos iniciais. Conseguindo tomar conta do meio de campo, o time teve duas oportunidades em bolas paradas ainda antes dos dez minutos, mas não obteve êxito na execução das jogadas.

Com o tempo, o Figueirense foi igualando o volume do jogo e passou a arriscar mais, principalmente nas jogadas com Clayton pela direita. Bem posicionado defensivamente, o Tricolor conseguiu fechar os espaços, obrigando o Alvinegro a forçar as jogadas com bolas aéreas, que não chegaram a representar grande risco na primeira etapa.

Mesmo assim, foi o Figueira que criou as grandes chances do primeiro tempo. Após jogada de escanteio, a bola sobrou para Clayton, que arriscou da entrada da área, testando os reflexos de Oliveira. Mazola, em cobrança de falta da entrada da área, e França, com um chute de longe, também levaram perigo.

O JEC respondeu no último lance do primeiro tempo, com Augusto César, que interceptou a bola no meio de campo, se livrou da marcação de dois adversários e arriscou o chute da entrada da área, facilmente defendido por Alex Muralha.

Segundo tempo

O segundo tempo seguiu à risca o roteiro dos primeiros 45 minutos. Com o Joinville fechando bem os espaços em sua defesa, o Figueirense encontrou dificuldade para levar perigo ao goleiro Oliveira, se limitando a insistir nas jogadas pelo alto.

Em uma das poucas falhas do Tricolor, o Alvinegro não conseguiu aproveitar. Aos sete, Welinton Júnior perdeu bola no campo ofensivo e permitiu o contra-ataque. Clayton avançou pela esquerda até a entrada da área, encontrando Mazola livre. O camisa 10 não conseguiu o domínio e perdeu uma grande oportunidade.

Três minutos depois, foi a vez do Joinville chegar com perigo. Kempes pressionou a marcação e a bola acabou sobrando para Augusto César, que avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro, mas Willian Popp chegou atrasado e não conseguiu desviar para o gol.

O final da partida reservou momentos de tensão para o torcedor do Joinville. Aos 34, na cobrança de escanteio, Dudu desviou no primeiro pau e a bola passou rente à linha de Oliveira. Aos 35, outra grande oportunidade. Dudu cruzou, Deretti e Marcão não alacançaram, e a bola passou tirando tinta da trave.

Com os sustos que passou, o JEC tratou de mostrar que não estava morto dentro de campo. Aos 38, Kempes fez boa jogada e arriscou do bico da área, conquistando um escanteio. Dois minutos depois, Tiago Luís mandou de longe, exigindo boa participação de Alex Muralha.

No fim, o Figueirense foi para o tudo ou nada. Na bola parada, até o goleiro Alex Muralha foi para a área para tentar fazer o que os atacantes não conseguiram, mas não adiantou de nada. Com o resultado, o JEC fica em vantagem para lutar pelo título diante de sua torcida.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Campeonato Catarinense 26/04/2015 | 14h31

AO VIVO: acompanhe a cobertura da final entre Figueirense e Joinville

Primeiro jogo da decisão ocorre às 16 horas no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis

Dúvidas para a final 24/04/2015 | 07h05

Confira as opções do técnico Hemerson Maria para montar o JEC para a final

Sem Wellington Saci, treinador precisará fazer alteração no Tricolor para o primeiro jogo

Tudo certo 22/04/2015 | 21h16

Antes da final, TJD-SC adverte Wellington Saci e absolve Mazola e Thiago Heleno

Nem o atleta do Joinville e nem os jogadores do Figueirense foram suspensos

Final do Catarinense  22/04/2015 | 11h07

Torcedores garantem ingressos para ver Figueirense e JEC

Bilhetes de meia-entrada já estão esgotados para a partida de domingo

Catarinense 21/04/2015 | 21h24

Na corda bamba ou nos bons momentos, Hemerson Maria mantém seus princípios

Técnico assumiu o JEC em dezembro de 2013 e tem nova chance de vencer o Catarinense

 
A Notícia
Busca