Verba extra04/12/2013 | 11h16

Categoria de base do JEC é beneficiada pela Lei de Incentivo ao Esporte

Dinheiro será utilizado para a aquisição de materiais, viagens e hospedagens durante as competições

Enviar para um amigo

A temporada de 2014 promete render ainda mais frutos para as categorias de base do Joinville. Isso porque o JEC conseguiu atingir o limite mínimo de captação na Lei de Incentivo ao Esporte, o que permite ao clube usufruir da verba arrecadada.

Apesar de o projeto estar com permissão para buscar cerca de R$ 1,2 milhão desde julho de 2011, foi somente agora que o clube ultrapassou a barreira dos 40% de arrecadação – patamar mínimo para que seja possível sacar o dinheiro. O limite foi atingido a partir de uma grande doação da Whirlpool, que fez a arrecadação se aproximar dos R$ 1,2 milhão pleiteados pelo JEC.

Por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, as empresas ajudam o clube destinando até 1% da sua declaração de imposto de renda para os projetos cadastrados no programa federal. Pessoas físicas também podem colaborar, incentivando em até 6% do seu imposto declarado.

A primeira empresa a destinar parte de seus impostos pela causa tricolor foi a Schulz. O exemplo foi seguido também pela Drogaria Catarinense, pela Romaço e pela Döhler.

O dinheiro será utilizado pelo clube para a aquisição de materiais para as categorias de base, viagens e hospedagens durante as competições e também para a formação de uma equipe multidisciplinar de funcionários para ajudar na formação de jogadores.

O Joinville possui outro projeto – de R$ 900 mil – aprovado para captar recursos.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga JEC na Rede no Twitter

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros