Criciúma e Chapecoense empatam em 2 a 2 pelo Estadual - JEC - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

04/02/2010 | 00h01

Criciúma e Chapecoense empatam em 2 a 2 pelo Estadual

Ricardo, goleiro da Chapecoense, defendeu pênalti e saiu como herói da partida

Criciúma e Chapecoense empatam em 2 a 2 pelo Estadual Ulisses Job/
Criciúma e Chapecoense fizeram um jogo brigado Foto: Ulisses Job

Ricardo, goleiro da Chapecoense foi o responsável para que o Criciúma não conseguisse a segunda vitória dentro do Catarinense. Aos 40 minutos do segundo tempo ele defendeu uma cobrança de pênalti. O jogo acabou terminando em 2 a 2. Com o resultado, a Chapecoense chega aos sete pontos e o Criciúma cinco. Na próxima rodada, a Chapecoense recebe, domingo, dia 7, o CFZ Imbituba, partida em que o goleador Bruno Cazarine deve fazer a sua reestreia com a camisa do Verdão. Já o Criciúma pega o Brusque, sábado, dia 6, às 20h30min.

>>> Assista aos gols do duelo no site da RBS TV SC

Criciúma, 40º
Durante todo o dia, a cidade de Criciúma sofreu com o forte calor. Fez 40º. Na hora do jogo, 22h, a temperatura não era muito mais amena. E isso prejudicou, no começo, o rendimento das duas equipes. O tricolor tinha mais posse de bola, buscava o ataque em jogadas pelos lados do campo. Porém, errava demais nas finalizações das jogadas. A Chapecoense, toda recuada, ficava só na espreita. Esperava o momento certo para dar o bote.

11 minutos
Num contra-ataque bem sucedido, a Chapecoense conseguiu um escanteio. Era a primeira chance de qualidade. Na cobrança, a defesa tricolor não afasta e o zagueiro Felipe, de cabeça, abriu o placar. Depois do gol, o tricolor tentou acelerar a troca de passes. O objetivo era pegar desprevenida a marcação da Chapecoense. No entanto, o Tigre seguia pecando no lance final.

Poucas chances
As melhores oportunidades do Criciúma saíram dos pés de Moscatelli, aos 24 minutos e de Lucca, no finalzinho do primeiro tempo. O primeiro, aos 24 minutos, recebeu passe na esquerda, invadiu a área e chutou. Ricardo defendeu. Lucca, por sua vez, chutou da entrada da área. A bola desviou na zaga, quase enganou Ricardo, mas o goleiro teve reflexo para espalmar.

De novo, 11 minutos
No segundo tempo, o Tigre voltou com Leandro no lugar de Moscatelli. E voltou também com mais vontade. Foi para cima do Criciúma com mais qualidade nos arremates. Encurralada, a Chapecoense só se defendia. Aos 11 minutos, Ronaldo Capixaba chuta. A bola sobra limpa para Leandro, com calma, tirar do goleiro e empatar a partida. Insatisfeita com o empate, a equipe de Ricardo avançou a marcação e foi buscar a vitória.

Gols e pênalti
Tuto, depois de um cruzamento da direita, estufou as redes de Pedro Paulo. No lance, a bola tinha batido em Waldson e já havia entrado. O auxiliar deu lance normal. Chapecoense voltava a ficar na frente do marcador. O Tigre não se abateu e foi, outra vez, buscar o empate. Aos 29 minutos, numa linda tabela, Wender se livrou do marcador e mandou para o gol: 2 a 2. A Chapecoense parecia um pouco mais cansada. Recuou e passou a falhar na marcação. A torcida tricolor se inflamou e mandou o time todo pra frente.

Ricardo, o herói
Daí, o frio goleiro do Verdão, passou a brilhar. Aos 34, ele defende um chute em dois tempos. Aos 40, Roni, na cara do goleiro chuta forte. Ricardo fechou o ângulo. Um minuto depois, o juiz marca pênalti. Num escanteio a bola bateu no braço do jogador da Chapecoense. A torcida gritava, os ânimos esquentaram. Jogadores se empurraram, discutiram. Ronaldo Capixaba foi para a cobrança. Ricardo, com o pé, fez a defesa. Depois disso, o time do Oeste só administrou esperando o apito do árbitro.

Ficha técnica

CRICIÚMA ( 2 )
Pedro Paulo; Rodrigo, Vinícius, Galego (Elvis), Roni, Wender, Diego Felipe, Glaydson; Marcelo Moscatelli (Leandro Branco); Ronaldo Capixaba e Lucca (Georginho)
Técnico: Wilson Vaterkemper

CHAPECOENSE ( 2 )
Ricardo; Silvio Bido, Filipe (William Amaral), Basílio; João Rodrigo, Cadu Gaúcho, Luis André, Neném (Steve), Aelson; Tuto (Rafael Santiago) e Waldison
Técnico: Mauro Ovelha.

Gols: Filipe aos 11 minutos do 1º tempo. Leandro Branco aos 11 e Tuto aos 22 e Wender aos 29 minutos do 2º tempo.
Cartões amarelos: Cadu Gaúcho, Lucca, Glaydson, Aelson
Cartão Vermelho: Rafael Santiago
Arbitragem: Luiz Orlando de Souza, auxiliado por Rosnei Scherer e Rogério de Abreu.
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.

Notícias Relacionadas

02/02/2010 | 19h36

Gol de Walmir, do Brusque, é o mais bonito do Estadual em janeiro

Eleição do gol de fevereiro ocorre no próximo dia 2 de março

02/02/2010 | 10h31

Chapecoense busca reforços para reagir no Campeonato Catarinense

Dirigente afirmou que clube deve anunciar novos nomes ainda esta semana

01/02/2010 | 20h41

Criciúma treina visando o confronto diante da Chapecoense

Treinador Wilson Vatarkemper realizou trabalhos técnico

01/02/2010 | 19h22

Metropolitano inicia preparação para enfrentar o Joinville na Arena

Equipe comandada por Roberval Davino treina em dois períodos nesta terça-feira

31/01/2010 | 19h28

Brusque faz 3 a 2 na Chapecoense pelo Catarinense

Verdão do Oeste permanece com 6 pontos ganhos na tabela

30/01/2010 | 18h10

Chapecoense e Brusque jogam em busca da afirmação no Catarinense

Brusque não terá o atacante Viola para a partida do Índio Condá

29/01/2010 | 22h38

Infográfico: conheça os estrangeiros que disputam o Catarinense 2010

Sete jogadores de fora do país participam do Estadual

29/01/2010 | 10h59

Presidente da Chapecoense cobra mais empenho

Nei Maidana questionou o rendimento do Verdão

29/01/2010 | 09h34

Viola, do Brusque, diz estar próximo dos mil gols da carreira

Mas, uma avaliação apurada mostra que não é bem assim

 

Siga JEC na Rede no Twitter

A Notícia
Busca