Governo de SC estima em R$ 1 milhão custo com revitalização da Serra Dona Francisca - Economia - A Notícia

Versão mobile

 

Rodovias16/04/2018 | 19h06Atualizada em 16/04/2018 | 19h06

Governo de SC estima em R$ 1 milhão custo com revitalização da Serra Dona Francisca

Secretaria da Infraestrutura considera legítima a campanha para revitalização e diz que, enquanto verba necessária não é liberada, ações paliativas são realizadas

Governo de SC estima em R$ 1 milhão custo com revitalização da Serra Dona Francisca Salmo Duarte/A Notícia
Serra Dona Francisca é alvo de campanha por revitalização Foto: Salmo Duarte / A Notícia

A Secretaria de Estado da Infraestrutura considera justa e legítima a campanha iniciada nesta segunda-feira (16) pela revitalização da Serra Dona Francisca, que liga Joinville ao Planalto Norte Catarinense. Custo para revitalização total do trecho é milionário, afirma o Governo do Estado.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Paulo França, logo após assumir a pasta neste ano, solicitou aos superintendentes regionais do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), um estudo sobre a situação das rodovias estaduais. No caso do trecho pleiteado, na SC-418, foram constatadas a necessidade de repor a sinalização destruída por conta de acidentes, além de revitalizar o sistema de iluminação pública.

Usuários da Serra Dona Francisca incentivam campanha que será lançada nesta segunda-feira
Número de acidentes na Serra Dona Francisca cresce 18% em 2018

A secretaria aponta que para este trabalho há necessidade de recursos de R$ 600 mil a R$ 800 mil. Já para uma reforma integral, incluindo o mirante desativado, o Governo do Estado teria de aplicar R$ 1 milhão. Ainda conforme a pasta, "para a iluminação, calcula-se cerca de R$ 2 milhões para executar o projeto. Há estudo para a Prefeitura de Joinville bancar o projeto pela Cosip", revela.

Enquanto recurso para revitalização não é liberado, o Deinfra destaca que promove ações paliativas, fazendo ações pontuais nas defensas, substituindo os guardrails danificados pelos motoristas e as placas de sinalização. Constata também, que, em 2012, teve ação de recuperação asfáltica e de sinalização. "No que se refere à sinalização, o Deinfra fez melhorias depois do acidente com o ônibus e 51 mortes, mas os fios de cobre foram furtados" justifica. 

Quanto ao trabalho de corte da vegetação que margeia a SC-418 e outros trabalhos de manutenção, França informa que estão sendo alocados recursos nos próximos dias para atender todas as regiões do estado, sendo que a Superintendência regional Norte do Deinfra encaminhará solução para tal demanda.

Leia mais


 
A Notícia
Busca