Mais de 80% dos lojistas de SC estão confiantes com as vendas na Páscoa - Economia - A Notícia

Versão mobile

 

Economia16/03/2018 | 06h30Atualizada em 16/03/2018 | 09h16

Mais de 80% dos lojistas de SC estão confiantes com as vendas na Páscoa

Data é celebrada no dia 1º de abril

Mais de 80% dos lojistas de SC estão confiantes com as vendas na Páscoa Salmo Duarte/A Notícia
Hamilton e Ersulina fazem compras de chocolates junto com o neto Guilherme, de oito anos, em supermercado de Joinville Foto: Salmo Duarte / A Notícia

A confiança do varejo catarinense para as vendas na Páscoa de 2018, celebrada no próximo dia 1º de abril, está aquecida conforme os resultados de uma pesquisa feita nas 20 cidades de maior potencial de consumo do Estado. Os dados são da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) e mostram que 83,6% dos empresários do ramo esperam movimentação igual ou superior ao registrado no mesmo período no ano passado.

A Pesquisa de Expectativa de vendas para a Páscoa 2018 mostra ainda que quase metade dos varejistas está disposta a realizar promoções para atrair clientes (47,37%). A aposta é de uma retomada gradual dos hábitos de consumo para a data. Reflexo disso é que 57,89% dos comerciantes pretendem manter o mesmo nível de estoque de 2017 e outros 26,32% vão aumentar a oferta. Apenas 15,79% dos empresários apontam redução de estoque.

Conforme o presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer, a expectativa de resultados positivos na Páscoa deste ano não vem somente da venda de chocolates, mas também de itens do setor de vestuário e calçados. A perspectiva é de que a elevação das vendas no comércio seja de 5% a 10% para pouco mais da metade dos lojistas.

— Anteriormente ligada apenas aos chocolates e aos doces, hoje a comemoração abrange outros setores do comércio. Muitos pais, preocupados com alternativas de lembranças para seus filhos, escolhem novas opções de presentes — acredita Ivan.

Em Santa Catarina, o ticket médio estimado dos lojistas é de R$ 51 até R$ 100, por cliente, para 37% dos entrevistados. Os mais otimistas - 17% do total - acreditam que o gasto médio vai variar de R$ 101 a R$ 150. Enquanto os mais contidos, apostam nos extremos: 13% em vendas de até R$ 50 por consumidor e outros 13% em tickets acima dos R$ 200.

Procura já começou

 JOINVILLE,SC,BRASIL,15-03-2018.Comércio está otimista para venda de produtos da páscoa.(Foto:Salmo Duarte/A NOtícia)
Rafaella Hass (azul) apresenta as novidades da Páscoa deste ano para a consumidora Stela CompianiFoto: Salmo Duarte / A Notícia

A consumidora Stela Compiani, por exemplo, começa a garimpar os produtos de Páscoa logo que as primeiras vitrines são expostas. Ela reserva um tempo para pesquisar os enfeites e presentes e compra aos poucos até a chegada da data. E tem presentes para todos, desde o chá pascal com as amigas, até os ovos de Páscoa distribuídos entre os familiares. A casa também ganha elementos especiais alusivos à data.

— É um momento comemorativo, de alegria, e gosto de todo ano comprar não só os chocolates, mas também objetos que lembrem a data, porque ela é em si religiosa. Também opto por presentear com ovos de Páscoa, pois eles simbolizam a vida — acredita.

Além dela, a percepção é de que outros clientes também estão se antecipando nas lojas especializadas. Conforme a sócia-proprietária da Doce Beijo, Rafaela Hass, a procura já começou, mas o ápice nas vendas deve ocorrer na semana que antecede o dia 1º. A expectativa da empresa é aumentar em até 20% o faturamento do ano anterior.

— As vendas ocorrem principalmente 15 dias antes da data e o “rush” mesmo é na última semana, quando chegamos a contratar até cinco temporários para ajudar nas vendas. Desta vez percebemos que o movimento já começou apesar de ainda ser cedo, porque o ano começou melhor — considera.

Em um cenário em que 40% da população brasileira possui intolerância à lactose e aproximadamente 2 milhões de brasileiros têm intolerância ao glúten, a rede Condor, por exemplo, expande o portfólio de chocolates voltados a este público. São 12 tipos diferentes de chocolate. As opções mais "saudáveis" também ganham versões com frutas e 70% cacau nas lojas especializadas.

Nas prateleiras dos supermercados, a proximidade da comemoração também já enche os olhos dos catarinenses. As opções são variadas, os preços ainda mais. Para o casal Ersulina e Hamilton Correia, moradores do Itinga, em Joinville, as compras dos chocolates para os netos vai acontecer na última hora, mas a atenção para a escolha das crianças já ganha a atenção. Sorte do Guilherme, de oito anos, que ao acompanhar os avós no mercado já garantiu o presente com antecedência.

— Não tem jeito, eles escolhem e a gente acaba comprando. A maioria deles quer aqueles ovos com brinquedo, o Guilherme quis bombons. Além dele temos outros quatro netos e pretendemos gastar até R$ 130 em chocolates, o importante é a família estar reunida no almoço de Páscoa que costumamos fazer — entrega Hamilton.

Percepção do comércio catarinense para as vendas na Páscoa em relação ao ano passado:
Fonte: FCDL/SC

  • Melhor: 47,95%
    Igual: 35,67%
    Pior: 15,20%
    Empresa inexistente no período: 1,17%

Expectativa do ticket médio de compras por consumidor em SC:

  • Acima de R$ 200: 13%
    De R$ 151 a R$ 200: 9%
    De R$ 101 a R$ 150: 17%
    De R$ 51 a R$ 100: 37%
    Até R$ 50: 13%
    Não sabe ou nenhuma das anteriores: 10%

Leia Mais

Preço do ovo de Páscoa varia até 100% em Joinville, mostra pesquisa do Procon

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFestival de Dança de Joinville: saiba como são definidos os campeões https://t.co/SfBbQcXpfl #LeianoANhá 52 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMaior Festival de Dança do Mundo começa nesta terça-feira em Joinville https://t.co/6mi9PQlGX7 #LeianoANhá 52 minutosRetweet
A Notícia
Busca