Programa da Celesc oferece desconto de 50% na compra de eletrodomésticos novos - Economia - A Notícia

Versão mobile

Energia Elétrica16/11/2017 | 17h28Atualizada em 16/11/2017 | 17h28

Programa da Celesc oferece desconto de 50% na compra de eletrodomésticos novos

Bônus Eficiente permite que consumidores troquem freezers, geladeiras e aparelhos de ar-condicionado pela metade do preço

Programa da Celesc oferece desconto de 50% na compra de eletrodomésticos novos Roni Rigon/Agencia RBS
É um bom momento de trocar aquele ar condicionado "de janela" gastador por um split Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Hora de Santa Catarina
Hora de Santa Catarina

redacaohsc@somosnsc.com.br

A partir desta sexta-feira (17), a Celesc passa a oferecer um subsídio de 50% aos consumidores para a troca de geladeiras, freezers e aparelhos de ar-condicionado antigos por outros novos e mais eficientes. A iniciativa faz parte da 4ª edição do programa Bônus Eficiente Linha Eletrodomésticos.

Cada consumidor em dia com a companhia tem direito a fazer a troca de um equipamento por unidade consumidora (residência), sendo que os aparelhos usados devem ter mais de cinco anos de fabricação e não possuir o selo Procel de energia. As vendas iniciam já nesta sexta em mais de 40 lojas da rede Colombo em todo o Estado e seguem até o encerramento dos estoques. Além do desconto de 50%, o cliente poderá parcelar o valor da compra em até seis vezes sem juros no cartão de crédito.

O lançamento oficial do programa ocorreu na quinta-feira (16), com a assinatura do acordo no Gabinete do Governador Raimundo Colombo.

Rede de ajuda

A compra inclui o direito a trocar até cinco lâmpadas fluorescentes ou incandescentes por novas de LED. Além disso, para efetivar a transação, o comprador precisa fazer uma contribuição de R$ 50. A previsão da Celesc é arrecadar R$ 385 mil com o projeto, valor que será doado ao Cepon, hospital especializado em pacientes com câncer em Florianópolis.

Marcas e modelos

Ao todo são 7,7 mil eletrodomésticos da Consul destinados ao programa, sendo 4,2 mil refrigeradores (300 litros e 405 litros); 1,5 mil freezers de modelo vertical com 231 litros; além de 2 mil condicionadores de ar split quente/frio de 9 mil BTUs, que poderão ser substituídos pelos antigos "de janela".

— O objetivo do programa é melhorar a eficiência energética e, consequentemente, reduzir o consumo de energia nas residências catarinenses — explica o gerente de projetos da Celesc, Mário César Machado Junior.

Ele reforça que os aparelhos antigos serão encaminhados para o processo de manufatura reversa, com destino final adequado de cada componente, seja para reciclagem, reaproveitamento ou descarte.

A energia economizada nas últimas três edições do projeto equivalente a 60 mil megawatts/ano e daria para abastecer 250 mil residências durante um ano, quantidade equivalente ao município de Brusque, por exemplo. O desempenho do Bônus Eficiente rendeu em 2015 à Celesc a premiação de melhor projeto em eficiência energética do Brasil, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC conhece nesta sexta seu adversário na Copa do Brasil https://t.co/nevcKhkLFs #LeianoANhá 23 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona vence o Concórdia e está a um empate do título catarinense https://t.co/eHSjjHnyOC #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca