Loetz: Grupo HOBrasil crescerá em Santa Catarina - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado27/11/2017 | 06h30Atualizada em 27/11/2017 | 06h30

Loetz: Grupo HOBrasil crescerá em Santa Catarina

Presidente do HOB, Amaury Guerrero, explica os planos da empresa em entrevista exclusiva

O grupo Hospital de Olhos Brasil tem planos de expandir a atuação para diferentes regiões de Santa Catarina após ter adquirido o reconhecido Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, de Joinville, há aproximadamente três meses. Em entrevista exclusiva, o presidente do HOB, Amaury Guerrero, explica os planos e comenta sobre o significado da aquisição já realizada aqui. 

Confira outras informações de Claudio Loetz
Confira as últimas notícias  

O HOB tem como investidor principal o Fundo Pátria de Investimentos, já com vários negócios nas áreas de saúde e educação espalhados pelo país.

Amaury Guerrero é o CEO do grupo HOB. Tem longa experiência em gestão hospitalar no segmento de oftalmologia e, por isso, foi pinçado pelo Fundo Pátria para comandar as operações de compra de diversas unidades hospitalares. Esse caminho já vem sendo percorrido há alguns anos. E, em 2017, chegou a vez do Sadalla entrar na roda.

Por que comprar o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, de Joinville?

Amaury Guerrero – O principal motivo para decidirmos conversar com a família Ghanem e irmos na direção da aquisição é a elevada qualidade de serviços prestados. Conheço a família há 25 anos. E nos aproximamos para estabelecer o diálogo, em torno do negócio, no último ano.

O que muda na gestão do hospital?

As mudanças serão poucas. Em time que se ganha, não se mexe muito. As alterações estão sendo feitas em processos e modelo gerencial. Vamos levar profissionalização maior para dentro do hospital. Introduzimos sistemas, métricas, vamos medir desempenho com indicadores mais objetivos. Como fazem as organizações, atualmente.  

O corpo clínico muda?

Absolutamente não. A equipe é muito qualificada. O que acontece é que nosso modelo de governança prevê a criação de comitê médico. O doutor Vinícius Ghanem é o diretor. Afinal, nosso negócio é de saúde, é um negócio da área médica. Não é um negócio financeiro. Apesar das dificuldades, o Sadalla tem tudo de melhor e já está bem atualizado.

Quais são os planos de expansão para Santa Catarina?

Temos, no HOBrasil, desejo e capital para expandir os negócios no Estado, sim. E vamos crescer. Estamos analisando oito municípios catarinenses. Florianópolis, Blumenau, Itajaí, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Lages, Chapecó e Criciúma. Até o final de 2018 queremos ter mais quatro hospitais em SC. Três novos e um pela mesma via da associação/aquisição, feita com o Sadalla. 

A família Ghanem se tornou acionista da HOBrasil...

Nossa forma de tratar isso passa por uma associação. No caso, os donos ficaram com ações do HOBrasil e a família, então, garante presença no conselho de administração do grupo nacional. Os Ghanem passam a ser um dos nossos maiores acionistas.

Qual é o tamanho do HOBrasil?

Somos 16 hospitais em nove cidades em variados Estados, como Bahia, Alagoas, Distrito Federal, Santa Catarina, por exemplo. Temos 350 médicos e 1500 funcionários no total. O HOBrasil é a maior rede de hospitais oftalmológicos da América do Sul.

O Fundo Pátria é importante investidor.

Sim, o Pátria é o principal investidor. O fundo está presente na área de saúde, com casos de sucesso e expertise, com boa imagem no mercado.

Que espera daqui em diante na operação joinvilense?

Estou convicto do êxito da unidade de Joinville. Há um grupo de profissionais muito qualificado. O Sadalla tem competências indiscutíveis e é polo de atração de centenas de clientes de outras cidades, que procuram os médicos porque reconhecem excelência. 

RobóticaNeste fim de semana a cidade de Joinville sediou dois evento de robótica, abertos a comunidade, voltados às pessoas que queriam conhecer carreiras tecnológicas. Um dos espaços que foi dominado por robôs, foi o Centreventos Cau Hansen. No local ocorreu a etapa regional do First Lego League, promovido pelo Sesi. Já o desafio de robótica móvel do Senai, foi realizado no Garten Shopping.
Foto: Leonardo Júlio / Divulgação

Robótica

No último fim de semana, a cidade de Joinville sediou dois evento de robótica, abertos à comunidade, voltados às pessoas que queriam conhecer carreiras tecnológicas. Um dos espaços que foi dominado por robôs foi o Centreventos Cau Hansen (foto). No local ocorreu a etapa regional do First Lego League, promovido pelo Sesi. Já o desafio de robótica móvel do Senai ocorreu no Garten Shopping. 

Licenciamento ambiental

Da lista de 599 processos de licenciamento ambiental migrados da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) da prefeitura de Joinville para a Fatma, 10 se referem estritamente à atividade de grandes empresas com negócios na cidade. Há processos de licenciamento solicitados pela Tupy, Döhler, Mexichem Brasil, Catarinense Pharma, Buschle & Lepper, Joinville Garten Shopping, Havan, entre outras. 

Aqui não estão considerados os projetos de infraestrutura, nem os de órgãos do poder público. Igualmente, os da área de construção e imobiliária – grande maioria –, nem os de saúde ou de diferentes prestadores de serviços.

Medidores inteligentes

A WEG está investindo em medidores inteligentes, que permitem redes bidirecionais, fazendo com que a energia excedente em uma residência, ou prédio, possa ser devolvida (quando distribuída pela Celesc) ou enviada à rede, caso seja gerada por sistema solar. 

Os medidores inteligentes, com wi-fi, também possibilitam que o a rede tenha a modalidade pré-paga, ideal para locais aonde existe roubo de energia. Esse é um projeto para um prazo de três a cinco anos. A companhia tem aplicativo para celular, no geral o consumidor comum pode verificar a viabilidade de um projeto de geração de energia solar em casa, levando em conta posição, tamanho da área e retorno do investimento.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: "Financial Times" recomenda Joinville para investidores https://t.co/o2kDGfSKOv #LeianoANhá 30 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem é morto a caminho do trabalho em Joinville https://t.co/VsuPItKRTR #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca