Loetz: Receptação de carga roubada agora pode fechar empresas  - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado18/10/2017 | 18h30Atualizada em 18/10/2017 | 18h30

Loetz: Receptação de carga roubada agora pode fechar empresas 

Projeto de lei foi aprovado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

 

O plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou, nesta quarta-feira, dia 18,  projeto de lei que permite cassar a inscrição estadual de empresas receptadoras de cargas roubadas. A Federação das Transportadoras de Carga e Logística de Santa Catarina (Fetrancesc) comemora. Agora, na prática, falta sanção do governador Raimundo Colombo. A decisão terá importante impacto sobre os negócios e será um reforço para repressão ao roubo. Este tipo de crime  cresceu 274% entre 2008 e 2017 no Estado. 

Entenda o projeto
O  PL 53/2017  cassa a eficácia da inscrição no cadastro de contribuintes do ICMS de estabelecimentos que adquirirem, distribuírem, transportarem, comercializarem, estocarem, revenderem ou expuserem à venda produtos industrializados fruto de descaminho, contrabando ou falsificação, roubo ou furto, independente de ficar caracterizada ou não a receptação. 

Leia mais colunas de Claudio Loetz.
Leia mais notícias de Joinville e região.


Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDomingo de futebol: expectativa de bom público no Catarinense 2018 https://t.co/INOjpCoQbj #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRegistro de doadores de medula óssea diminui em Santa Catarina https://t.co/LFmypgN9L1 #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca