Loetz: As atrações da 5ª ExpoInovação que começa na próxima terça-feira, em Joinville - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado21/10/2017 | 08h00Atualizada em 21/10/2017 | 08h00

Loetz: As atrações da 5ª ExpoInovação que começa na próxima terça-feira, em Joinville

Evento discutirá durante três dias temas como nova economia, cidades inteligentes e humanas, empreendedorismo e inovação


Joinville vai sediar na próxima semana, entre terça e quinta-feira (24, 25 e 26 de outubro), a ExpoInovação. Na pauta de discussões, temas como nova economia, cidades inteligentes e humanas, empreendedorismo e inovação. O evento será realizado no Teatro Juarez Machado, com palestras, painéis, workshops, capacitação e festival de robótica.

O público-alvo são empresas, instituições de ensino superior, poder público e estudantes. O evento também contempla o Prêmio de Inovação de Joinville 2017, uma iniciativa do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Joinville (Comciti), com apoio da Prefeitura de Joinville. Envolve seis categorias abrangendo iniciativa privada, academia e poder público: ensino médio, técnico profissionalizante; cursos de graduação; pós-graduação (especialização, mestrado ou doutorado); MEI, startup, micro e pequenas empresas; médias e grandes empresas; processos e serviços públicos.

O valor do ingresso para cada noite da ExpoInovação é de R$ 15, porém, durante as tardes, serão promovidos eventos paralelos, com entrada gratuita, como o Pitch Day (apresentação de startups e conversa com executivos) e o Start You (capacitação para quem deseja trabalhar em uma startup ou desenvolver soft skills para empreender no mundo da inovação).

Na quinta-feira, acontecerá o painel Joinville: a reinvenção da matriz econômica regional, com Guilherme Lima (Whirlpool), Luis Roberto Wenzel (Tigre), José Fiates (Certi), Natanael Kaminski (Amcham/ Pollux) e Natalino Uggioni (Fiesc), como mediador. A diretora-gerente e chefe de escritório de serviços da Standard & Poor’s no Brasil, Regina Nunes, fará a palestra sobre cenários econômicos: Joinville, Brasil e mundo.

R$ 40 milhões
Estudo da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina revela o quanto de oportunidades de incentivos a projetos sociais, culturais, esportivos e da área da saúde se perde: há R$ 200 milhões de recursos que as indústrias catarinenses poderiam deduzir em impostos, mas não são concretizados. De Joinville, são R$ 40 milhões que vão parar nos cofres da União, em vez de beneficiarem atividades locais.

O susto
A decisão das associações de representação de fiscais do Ministério do Trabalho, de promotores do Ministério Público e de magistrados de desconsiderar vários aspectos da nova lei trabalhista preocupa a Fecomércio.

– A situação pode aumentar o número de ações trabalhistas – diz o presidente da entidade,  Bruno Breithaupt.

Taxas
O prefeito de Araquari, Clenilton Pereira, sancionou projeto que reduz a taxa dos alvarás sanitário e de fiscalização para as empresas. Agora, será calculada de acordo com a atividade principal e acrescida de 10% desse valor para cada uma das demais atividades.

A Notícia
Busca