Loetz: Robótica estará no centro das discussões da Intermach, que ocorre em Joinville a partir de 12 de setembro - Economia - A Notícia

Versão mobile

Contratação09/09/2017 | 07h00Atualizada em 09/09/2017 | 07h00

Loetz: Robótica estará no centro das discussões da Intermach, que ocorre em Joinville a partir de 12 de setembro

150 expositores de cinco Estados vão estar na cidade para participar da feira e congresso internacional para a indústria metalmecânica

Loetz: Robótica estará no centro das discussões da Intermach, que ocorre em Joinville a partir de 12 de setembro Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Um dos mais importantes eventos técnicos do ano em Joinville começa na terça-feira, dia 12, na Expoville. Lá, na Intermach, fabricantes e potenciais compradores de máquinas e equipamentos de ponta vão trocar informações e realizar negócios. A feira vai mostrar, também, novas tecnologias em diferentes campos até sexta-feira, dia 15. 

Pouca coisa, hoje, é mais importante para as indústrias do que acompanhar de perto, conhecer e dispor das mais atualizadas novidades para garantirem a competitividade. Isso é absolutamente essencial num mundo cada vez mais interconectado, com o advento da internet das coisas no contexto global da nova revolução industrial em curso. Abstrair-se deste novo momento da história econômica do mundo é quase que se autocondenar, em vez de perenizar o negócio.

Como a indústria de Joinville se prepara para o futuro em meio à crise
Confira especial sobre a indústria em Joinville
Conheça as indústrias que se instalaram na cidade desde 1881

É exatamente em períodos de transformação radical de conceitos, de modos de pensar e de produzir que se revelam os mais aptos a sobreviver à nova ordem das coisas. Tudo está em mudança. Desde o mais simples e rudimentar modelo de aprendizagem industrial até a mais sofisticada máquina ainda a ser inventada. 

Na feira está prevista a presença de 150 expositores de cinco Estados. A Intermach ganhou importância porque a feira concorrente, que iria acontecer em Curitiba, foi cancelada, tornando o evento de Joinville o mais relevante nos três Estados do Sul.

Além das óbvias conversações entre as partes para venda e aquisição de tecnologias, há outras atrações. A palestra de abertura será feita pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), João Carlos Marchesan. O líder empresarial vai falar sobre ações atuais e perspectivas para o setor e para a economia brasileira.

Confira outras notícias de Joinville e região.
Confira outras colunas de Claudio Loetz.

Congresso técnico

Durante o congresso técnico de automação e mecânica, no dia 12, WEG, Renault e ArcelorMittal vão abordar novas tecnologias. No dia seguinte, a manufatura avançada – indústria 4.0 – será o assunto de especialistas da General Electric, PLMX e Cisco do Brasil. E no dia 14, o tema gestão e inovação na manufatura vai ser analisado pela Embraer, Volvo e Bosch.

Arena

Um dos espaços que mais deverão chamar a atenção dos frequentadores é a Arena da Robótica, onde se evidenciam as inovações tecnológicas que integram conhecimento, automação, controle e tecnologia da informação aplicados aos processos de manufatura. Quatro instituições já confirmaram presença no espaço: Yaskawa Motoman, Robomind, Univille e Senai Joinville. 

Juntas integrarão cinco áreas da robótica: educacional, industrial, colaborativa, móvel e humanoide. Por meio da formação em lógica, programação e conceitos tecnológicos, é possível estimular crianças e adolescentes à criatividade e ao desenvolvimento de soluções inovadoras na área de robótica educacional, empreendedorismo e multidisciplinaridade. 

Mudança no perfil do trabalhador pode ser benéfica para o mercado de emprego, diz economista 
Para vice-presidente da Fiesc, setor industrial passa por uma profunda transformação

Robótica industrial, móvel e humanoide

A robótica industrial terá um case prático de uma indústria que já utiliza os conceitos da indústria 4.0, que permite visualizar ganhos em produtividade e competitividade. A robótica colaborativa vai demonstrar os ganhos superiores de integração das atividades de profissionais e robôs, comparado ao trabalho individualizado. 

A robótica móvel explicitará as vantagens da aplicação de soluções inteligentes na logística e no gerenciamento da cadeia produtiva. Para completar as soluções, a robótica humanoide proporciona a experiência do uso de robôs nos mais diversos setores, como educação e de assistência a pessoas com necessidades especiais.

Saiba o que é indústria 4.0, conceito que está revolucionando o modelo de indústria

Automação robotizada

A Yaskawa Motoman, uma das maiores fabricantes de robótica do mundo, fará uma demonstração prática sobre automação robotizada. No estande da empresa, duas células robóticas estarão em funcionamento durante todo o evento. Uma célula de usinagem e outra célula de solda serão destaques.

A empresa dispõe de mais de 150 modelos de robôs e tem mais de 360 mil robôs em uso em indústrias em todo o mundo, nas mais diferentes funções produtivas. Das indústrias atendidas destacam-se os segmentos automotivo, de autopeças, linha branca, alimentício e farmacêutico.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona sofre segunda derrota seguida no Estadual de Futsal https://t.co/pzxm6GJdky #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEx-técnico do JEC cobra do clube indenização milionária na Justiça https://t.co/vGRr06kD5V #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros