Começa nesta terça-feira, em Joinville, a 11ª edição da Intermach - Economia - A Notícia

Versão mobile

Economia12/09/2017 | 07h00Atualizada em 12/09/2017 | 07h00

Começa nesta terça-feira, em Joinville, a 11ª edição da Intermach

Evento vai discutir, durante quatro dias, os avanços da robótica no meio, a aplicação de tecnologias inteligentes e o ambiente educacional

Começa nesta terça-feira, em Joinville, a 11ª edição da Intermach Maykon Lammerhirt/A Notícia
Foto: Maykon Lammerhirt / A Notícia

Demonstrar as várias faces da robótica por meio de uma experiência de imersão que percorre o ambiente educacional e culmina com a aplicação de tecnologias inteligentes na indústria. Essa é a aposta da 11ª edição da Intermach, Feira e Congresso Internacional de Tecnologia, Máquinas, Equipamentos, Automação e Serviços para a Indústria Metalmecânica, que começa nesta terça-feira, em Joinville. Principal evento do setor no Sul do Brasil, ele estará aberto a partir das 14h, no complexo da Expoville, tendo a inovação como maior atrativo.

A expectativa dos organizadores é a de alcançar um público de 18 mil pessoas até sexta-feira, quando se encerra o evento. Cento e cinquenta marcas de sete Estados apresentarão serviços e máquinas, em especial, que convergem para a indústria 4.0 – conceito que define as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação aplicadas aos processos de manufatura.

Além da exposição, a Intermach terá rodada de negócios, palestras, congresso técnico e uma arena inédita de robótica. A missão de trazer mais inovação ao evento ficou sob a tutela do Instituto Avançado de Robótica (I.A.R.), com o objetivo de gerar negócios e apresentar novidades e tendências. De acordo com Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, organizadora do evento, o espaço foi pensado para que os visitantes busquem qualificação e vivenciem soluções de robótica, algumas delas já aplicadas na indústria 4.0.

– Essa é a maior novidade deste ano. A arena integra cinco áreas da robótica e traz soluções que possibilitam a quem ainda tem parque fabril obsoleto, por exemplo, de inserir sua fábrica e seus profissionais dentro do contexto das tecnologias avançadas – explica.

Rota de inovação
Com curadoria de Rogério Vitalli, diretor executivo do I.A.R., o espaço ocupa uma área exclusiva de 350 metros, paralela à exposição. Segundo ele, foram 800 horas de planejamento entre a definição do conceito, escolha de parceiros e parte estrutural do projeto. O resultado é a formação de uma rota de inovação que compreende cinco áreas da robótica: educacional, industrial, colaborativa, móvel e humanoide.

– O visitante que passar pela arena vai acessar o que, na verdade, trata-se de uma célula completa para que ele consiga entender as várias faces da robótica, tanto de sistemas quanto de competências. A experiência começa com simulações de Lego que podem servir para resolver problemas reais da indústria e fala sobre desenvolvimento e tecnologia, dos quais são apresentados cases. A visita encerra-se com uma carreta de formação do I.A.R., onde serão lançados dois cursos de especialização para profissões que são promessas do futuro – revela Vitalli.

A visita gratuita será guiada. Serão formados grupos de cerca de 20 pessoas, que terão acesso a demonstrações e conteúdos educacionais e aplicados, de cinco parceiros – I.A.R., Yaskawa Motomann, Robomind, Universidade da Região de Joinville (Univille) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).


  • O quê: Intermach 2017.
    Quando: de 12 a 15 de setembro, das 14h às 21h.
    Onde: complexo da Expoville.
    Quanto: entrada gratuita – inscrição prévia no site www.intermach.com.br
    Estacionamento: R$ 20 a diária.
  • Palestras na Arena de Robótica
    Terça-feira, às 16 horas
    Tema: Robótica aplicada na Univille
    Objetivo: Apresentar a trajetória da implantação do ensino de robótica nos cursos de graduação da Univille.
    Palestrante: Luiz Mello Romão e Leanderson André.
  • Quarta-feira, às 15 horas
    Tema: A Robótica na Educação Básica - Robomind
  • Quarta-feira, às 16 horas
    Tema: A Formação Profissional do Robotista para a Indústria 4.0. - Instituto Avançado de Robótica (I.A.R.)
  • Quarta-feira, às 19 horas
    Tema: O real impacto da robótica na manufatura moderna.
    Palestrante: Marcos Francisco Letka.
  • — Para participar, basta fazer a inscrição na Arena da Robótica com o promotor da palestra durante a feira.
  • O cerimonial de abertura para autoridades e convidados será hoje, às 19 horas, e terá como palestrante João Carlos Marchesan, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).


Educação focada no futuro
No âmbito educacional, a Robomind, especializada em robótica para o ensino fundamental e médio, levará ao conhecimento do público montagens de robôs que são trabalhados em sala com alunos. Já a Univille mostrará aos visitantes robôs colaborativos desenvolvidos com Legos para aplicações industriais.

Entre amostragens da universidade está o Cubo Rubik, que tem como finalidade a resolução do conhecido cubo mágico por meio de um robô autônomo. Haverá ainda uma demonstração do Robô Transformer, que consiste em um aparelho autômato com dois comportamentos distintos. Um deles, um carro capaz de se movimentar de forma autônoma; o outro, em forma humanoide, com a mudança do formato físico.

A arena de robótica também será palco do lançamento dos cursos de especialização lato sensu em engenharia robótica e indústria 4.0, pelo I.A.R., que deve ser chancelado em parceria com a Univille no ano que vem. O objetivo é formar especialistas para atuar na indústria de base metalmecânica e segmentos que envolvem a robótica, além da indústria 4.0.

Arena de robótica promete ser atração principal

 JOINVILLE, SC, BRASIL (11-09-2017) - Senai prepara robo para apresentação na Intermach 2017. (Foto: Maykon Lammerhirt, A Notícia)
Andrei (D) é professor no Senai e orientador no curso de automação industrialFoto: Maykon Lammerhirt / A Notícia

A arena de robótica promete ser a sensação da Intermach 2017. Com um percurso que conta com demonstrações de robôs colaborativos, móveis e interativos, o espaço vai possibilitar que o público experimente a praticidade e as facilidades que o universo da robótica proporciona. Entre os destaques está a participação de empresas renomadas do setor e de centros de ensino joinvilenses.

Alunos e professores do Senai de Joinville apresentam um robô móvel desenvolvido pela empresa alemã Festo e que conta com placas de controle criadas na instituição. Batizado de Robotino, o equipamento circular tem nove sensores infravermelhos para detecção de distância e um sensor óptico capaz de diferenciar objetos de cores claras e escuras. Há ainda sensor indutivo para detectar objetos metálicos e um “para-choque” capaz de identificar o toque em materiais fora do planejado.

O sistema é controlado por um programa de computador e emite relatórios em tempo real. A placa criada no Senai controla esses sensores, a movimentação do robô, além dos seus motores. Orientados pelo professor Andrei Rogger Belegante, do curso de automação industrial, o robô móvel fará a simulação do setor de transporte de peças em uma planta industrial. A ação tem como objetivo exemplificar como é possível fazer o controle de estoque e a movimentação de produtos na planta com o equipamento.

– Na feira, vamos simular um ambiente industrial em que vai haver um estoque com peças de diversas cores e essas cores serão separadas de acordo com a programação. Por meio desse comando, o usuário vai conseguir, com auxílio do sistema de visão, selecionar e separar (as peças), independentemente da quantidade – destaca.

Além da função logística, o Senai deve apresentar ainda uma aplicação de movimentação e identificação visual controlada remotamente. A tecnologia colaborativa pode ser usada para acessar locais de difícil acesso, no combate ao terrorismo ou em situações em que oferecem riscos.

Conforme Jailton Hofelmann, coordenador dos cursos técnicos de automação, mecatrônica e informática, o público vai poder operar o robô em uma ação simulada com o auxílio de um controle remoto. Outra integrante da arena será a Yaskawa Motomann, uma das maiores empresas de robótica do mundo. A companhia traz para Joinville demonstrações práticas de robótica já aplicadas na indústria. Serão apresentadas duas células robóticas, uma de usinagem e outra executando uma solda de escapamento de veículo.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRejane: Mostra de arquitetura será realizada em casa antiga da rua Aquidaban, em Joinville  https://t.co/AugrJt6WY1 #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVoluntárias de Joinville produzem bonecos carecas para crianças com câncer https://t.co/OeHlTUivkR #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros