Loetz: Udesc terá antena de internet das coisas em Joinville - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado21/08/2017 | 06h30Atualizada em 22/08/2017 | 08h51

Loetz: Udesc terá antena de internet das coisas em Joinville

O uso da tecnologia permite a conexão de bilhões de objetos

Joinville está dando um passo importante na implantação de uma rede de internet das coisas (IoT). Nesta terça-feira, Guilherme Cavalcanti, técnico da WND Brasil (parceira nacional da multinacional Sigfox), estará em Joinville. Visita a Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável e a Udesc, local onde será instalada uma antena IoT. A Sigfox é provedora líder mundial em serviços de comunicação dedicada à internet das coisas. Uma vez instalada, a antena poderá cobrir 40 quilômetros de raio, a partir do seu entorno. A distância de cobertura é relacionada com a altura na qual estiverem os obstáculos físicos, como montanhas ou prédios altos.

Segundo os responsáveis pelo projeto, o uso da IoT permite a conexão de bilhões de objetos e abre a possibilidade em diversas frentes, como na otimização dos processos industriais utilizando big data; no agronegócio, residências e em cidades. A rede faz parte da implantação de uma cidade inteligente e humana, além de ser a base para a internet industrial.

— O Programa Join.Valle quer tornar o município um dos maiores cases de cidades inteligentes e humanas e vê a internet industrial como um dos principais caminhos de crescimento. Isto promoverá o desenvolvimento de soluções conectadas e a criação de novos negócios — argumenta o scretário Danilo Conti.

No Brasil, a maioria das antenas de IoT estão no Rio de Janeiro e em São Paulo, mas também em Belo Horizonte, Curitiba, Campinas e Ribeirão Preto. No segundo semestre, a lista será ampliada para 12 cidades — incluindo Joinville.

Interesse

Foto: Divulgação / Agência Marketeria

O grupo japonês Marubeni está de olho no terminal Tesc, em São Francisco do Sul. E estaria negociando a compra por estimados R$ 300 milhões, segundo o jornal "Valor Econômico". Procurado, o Tesc disse que não tem nada a declarar.

Canadá chama

A startup joinvilense LiteLiMS — software para gerenciamento e inteligência de laboratórios da indústria foi aprovada no Programa Leap International, uma aceleração de startups na Lauch Academy, maior incubadora e aceleradora na cidade de Vancouver, no Canadá.

O Programa Leap International, que acontece em setembro e outubro deste ano contará com oito empresas do Brasil. O objetivo é capacitar os empreendedores e ajudar no crescimento das empresas. A LiteLiMS possui mais de 50 laboratórios como clientes ligados ao controle de qualidade, desenvolvimento de pesquisa e análise de falha de produtos. Também são seus clientes a WEG Motores, de Jaraguá do Sul; e a Catarinense Pharma e Buschle & Lepper — ambas de Joinville.

Legislação trabalhista

Aspectos gerais da reforma trabalhista recentemente aprovada no Congresso Nacional vão estar na pauta de debate que o Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas) e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina promovem nesta terça-feira.

Confira outras notícias de Joinville e região.
Confira outras colunas de Claudio Loetz.

Parceria

A Católica de Santa Catarina e a Secretaria da Agricultura e da Pesca do governo do Estado assinam, hoje, convênio para criar o núcleo de inovação tecnológica para agricultura familiar. A intenção é levar tecnologia de ponta para os agricultores e aumentar a competitividade. O Programa SC Rural está à frente desse projeto e tem o Banco Mundial como parceiro. A Católica irá ajudar a produzir tecnologias de baixo custo que sejam viáveis aos produtores.

Breithaupt cresce em Joinville e região

A rede Breithaupt amplia seus negócios. Em Joinvilleinaugura nova loja até setembro. Projeta ainda mais uma para os próximos meses no município mais populoso do Estado. Ainda em agosto, abriu unidades em Pomerode e Schroeder. Rio Negrinho ganhará estabelecimento nesta semana. Há, também, a perspectiva da rede de materiais de construção e ferragens ampliar sua atuação na cidade-sede, em Jaraguá do Sul. Atualmente tem 21 unidades, concentradas na região Norte e Litoral Norte de Santa Catarina.As informações são do presidente Bruno Breithaupt Filho. Para 2018, a Breithaupt terá orçamento conservador. O objetivo é aumentar receita de 5% a 10% sobre o desempenho apurado em 2017.

— A prioridade continuará sendo a capacitação de nossos funcionários. Há algum tempo, trouxemos executivos de gerência novos, muitos deles da Ricardo Eletro-Salfer (Grupo Máquina de Vendas). Vieram de Joinville gerente de marketing e gerente de vendas e operações. Para a área de logística, repatriamos um profissional joinvilense que estava no Chile. Outra estratégia é dar impulso aos negócios via e-commerce. Esta plataforma responde por aproximadamente 10% do faturamento total — diz Bruno.

Fechado

O Bradesco reúne seus principais clientes de Joinville nesta terça-feira, em evento fechado marcado para a Expoville. Haverá palestras sobre cenários econômicos e também sobre os rumos da economia de Joinville e região.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoinvilense abre museu para exibir coleção de mais de 300 bicicletas e motos https://t.co/daKDmURiS3 #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: PIB cresce 1,5% neste ano, afirma presidente da CNI durante evento em Joinville https://t.co/mWqIZ7FSG1 #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros