Preço da gasolina dispara em Joinville com aumento de impostos - Economia - A Notícia

Versão mobile

Economia23/07/2017 | 17h50Atualizada em 23/07/2017 | 17h50

Preço da gasolina dispara em Joinville com aumento de impostos

Nos postos da cidade onde o preço por litro variava de R$ 3,02 a R$ 3,29, o valor atualizado chega a custar R$ 3,57 e R$ 3,69

Preço da gasolina dispara em Joinville com aumento de impostos Carolina Wanzuita / A Notícia/A Notícia
Nos postos de Joinville, onde o litro de gasolina variava de R$ 3,02 a R$ 3,29, valor atualizado chega a custar R$ 3,69 Foto: Carolina Wanzuita / A Notícia / A Notícia

Os motoristas de Joinville começam a semana calculando o impacto do aumento no preço da gasolina depois que o Governo Michel Temer decretou a elevação da alíquota do PIS/Cofins sobre o preço dos combustíveis. Nas bombas da cidade, o preço começou a virar no fim do dia da última sexta-feira e já pesa no bolso dos consumidores. 

Nos postos onde o preço por litro da gasolina variava de R$ 3,02 a R$ 3,29, o valor atualizado chega a custar R$ 3,57 e R$ 3,69 pela mesma quantidade do produto.

Confira mais notícias de Joinville e Região

O aumento dos impostos que incidem sobre os combustíveis foi decretado pelo Governo Federal com o objetivo de arrecadar R$ 10,4 bilhões e cumprir a meta fiscal fixada pelo Orçamento de déficit primário (despesas mais altas do que as receitas) de R$ 139 bilhões. 

A medida resulta no aumento da alíquota para o litro da gasolina nas refinarias, de R$ 0,38 para R$ 0,79, e para o diesel, de R$ 0,24 para R$ 0,46. Há ainda aumento na alíquota do etanol para o produtor, de R$ 0,12 para R$ 0,13 o litro. Para o distribuidor, a alíquota, passa de zero para R$ 0,19.

Segundo projeções do Governo Federal,  o preço por litro deve ter elevação média de R$ 0,41 na gasolina e de R$ 0,21 por litro de diesel. Mas em um dos postos verificados pelo ¿A Notícia¿ na tarde deste domingo (23), no bairro Anita Garibaldi, o aumento superava a previsão do governo e era de R$ 0,54 por litro de gasolina, passando de R$ 3,03 para R$ 3,57.

Consumidores já sentem no bolso

Diferença no valor cobrado nas bombas dos postos de combustíveis começa a ser sentida pelos consumidores joinvilenses Foto: Luan Martendal / Agencia RBS

Um frentista de um dos três estabelecimentos visitados por 'AN', que preferiu não se identificar, destacou que os consumidores já sentem o aumento.

– Pela primeira vez vi um aumento tão grande quanto esse. O consumidor sente quando olha para a bomba e vê que R$ 10 já não são suficientes para pagar por três litros de gasolina".

A percepção é a mesma do motorista Jiam Bernardino. Ele faz um trajeto diário de cerca de 40 km para trabalhar.

– Abasteci na sexta-feira e hoje (domingo) e o aumento foi de quase R$ 0,60 por litro. Isso pesa no bolso e no meu caso, por exemplo, ficou pior porque eu uso o carro para trabalhar. Todos os dias vou e volto entre a zona Sul e a zona Norte — conta.

Por esse preço, se o consumidor encher  o tanque de gasolina de um carro de 40 litros, por exemplo, terá que desembolsar R$ 24 a mais do que gastava antes da medida começar a valer. 

Outro motorista do Boa Vista, que não quis se identificar, pagou R$ 100 por 28 litros de gasolina em um posto da cidade. Na sexta, ele comprava neste local e pelo mesmo valor, 33 litros do combustível. Ele, porém, ainda não fez as contas de quanto essa elevação vai afetar no orçamento.

— É uma diferença que ao longo do tempo nós (motoristas) vamos perceber, principalmente quando fecharmos as contas do mês. Eu sou autônomo e ainda vou calcular esse impacto, mas de algum lugar esse dinheiro vai ter que sair.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRegime disciplinar mais rigoroso no sistema prisional está previsto para o próximo ano em Santa Catarina https://t.co/1QGOYpMPRr #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia¿A reforma da Previdência é a espinha dorsal do ajuste fiscal¿, afirma Zeina Latif https://t.co/tvIkhP5qXB #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca