Loetz: BRDE apresentou opção para Prefeitura de Joinville captar recursos para infraestrutura - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado07/06/2017 | 06h01Atualizada em 07/06/2017 | 06h01

Loetz: BRDE apresentou opção para Prefeitura de Joinville captar recursos para infraestrutura

Iniciativa do Programa Avançar Cidades possibilitaria obras de mobilidade e saneamento

O presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Neuto de Conto, apresentou, à Prefeitura de Joinville a possibilidade de o município se enquadrar para captar recursos da instituição financeira voltados a projetos de infraestrutura; em especial, para financiar obras de mobilidade e saneamento. Novas reuniões serão programadas.

A iniciativa se insere no chamado Programa Avançar Cidades. Saneamento terá R$ 2,2 bilhões disponíveis e mobilidade, outros R$ 3,7 bilhões. Os recursos são do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Há um limite de R$ 200 milhões por município que conseguir acesso ao empréstimo. A contratação depende de avaliação técnica do empreendimento e avaliação de risco de crédito, capacidade de pagamento e fornecimento de garantias do município.

As mesmas reivindicações

Diretores da CDL de Joinville levaram mais uma vez ao Executivo municipal as reivindicações do setor, durante encontro realizado na tarde de ontem, no gabinete do prefeito Udo Döhler. A reunião tratou de problemas que os lojistas querem ver equacionados, como o estacionamento rotativo, o aumento de vendedores ambulantes no Centro da cidade e as feiras itinerantes – os mesmos de um ano atrás. Para se dizer o mínimo, está difícil avançar nas conversas. Também participaram da reunião o secretário de Cultura e Turismo, Raulino Esbiteskoski; o secretário de Comunicação, Marco Aurélio Braga; o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Danilo Conti; e representantes da Secretaria de Meio Ambiente (Sema). 

Deteriorando

Aquele prédio que a Celesc ocupou, por muitos anos, na rua 15 de Novembro, no Centro de Joinville, continua desocupado e se deteriorando. A rede de calçados Pittol, de Concórdia, comprou o imóvel, mas não pode usar porque há uma pendência com a Secretaria de Cultura e Turismo (ex-Fundação Cultural). Em questão, divergências em relação à preservação arquitetônica do local. A discussão entre as partes já demora pelo menos 2 anos.

Frota

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) contabiliza, nos cinco primeiros meses do ano, 1,04 milhão de veículos fabricados. O número significa alta de 23% frente aos 840,4 mil no mesmo período de 2016. Somente em maio, 237,1 mil unidades deixaram as linhas de montagem, expansão de 25% contra as 189,5 mil de abril. O pior passou? A conferir nos próximos meses.

Saques no sábado

A Caixa Econômica Federal antecipou do dia 16 para o dia 10 de junho (sábado) a data da 4ª etapa para o início de saques de contas inativas do FGTS. Desta vez, terão direito a sacar o dinheiro os trabalhadores nascidos em setembro, outubro ou novembro e que se enquadrem nas regras definidas pelo programa. A Caixa Econômica Federal antecipou do dia 16 para o dia 10 de junho (sábado) a data da 4ª etapa para o início de saques de contas inativas do FGTS. Desta vez, terão direito a sacar o dinheiro os trabalhadores nascidos em setembro, outubro ou novembro e que se enquadrem nas regras definidas pelo programa.

Economia na feira

A jornalista Miriam Leitão será um dos destaques da 14ª Feira do Livro de Joinville, que começa nesta quinta-feira e vai até 18 de junho, no Expocentro Edmundo Doubrawa. No dia 10, sábado, a partir das 19h30, ela fará a palestra A economia em tempos de crise política. Miriam escreve a coluna Panorama Econômico no jornal O Globo; é comentarista no Bom Dia Brasil e apresentadora da Globo News. É autora de sete livros.

Há 2,7 mil vagas em Joinville

Em Joinville, há 2,7 mil vagas em aberto para jovens aprendizes, de 14 a 24 anos, que estejam cursando do ensino fundamental a algum curso superior. No Estado de Santa Catarina o número de vagas disponíveis que se enquadram na Lei de Aprendizagem chega 49 mil. Mas há um problema: faltam candidatos qualificados ou interessados em ocupar estes espaços.

É, no mínimo, curioso ver essa situação, num momento da história em que o nível de desemprego é elevadíssimo. Os dados são do Ministério do Trabalho.Para auxiliar na prospecção de candidatos, Joinville vai sediar, hoje, a feira de aprendizagem. Será no Centro Educacional Dom Bosco, das 13h30 às 17h30. O Sine é parceiro dos evento.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRegime disciplinar mais rigoroso no sistema prisional está previsto para o próximo ano em Santa Catarina https://t.co/1QGOYpMPRr #LeianoANhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia¿A reforma da Previdência é a espinha dorsal do ajuste fiscal¿, afirma Zeina Latif https://t.co/tvIkhP5qXB #LeianoANhá 6 horas Retweet
A Notícia
Busca