Exposuper movimenta cerca de R$ 300 milhões em negócios fechados - Economia - A Notícia

Versão mobile

Economia22/06/2017 | 20h07Atualizada em 22/06/2017 | 20h08

Exposuper movimenta cerca de R$ 300 milhões em negócios fechados

Número ainda pode crescer, com fechamento de outras negociações iniciadas durante o evento

Exposuper movimenta cerca de R$ 300 milhões em negócios fechados Mauro Artur Schlieck/Divulgação
Quinta-feira foi o último dia de evento, que teve duração de três dias na Expoville Foto: Mauro Artur Schlieck / Divulgação

A 30ª edição da Feira de Produtos, Serviços e Equipamentos para Supermercadistas (Exposuper) terminou nesta quinta-feira com a estimativa de R$ 300 milhões em negócios fechados em Joinville, de acordo com Paulo Cesar Lopes, presidente da Associação Catarinense de Supermercadistas (Acats). O número ainda pode crescer nos próximos dias, quando outras negociações iniciadas durante o evento poderão ser concluídas.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br

Durante os três dias de Exposuper foram aproximadamente 36 mil visitantes que passaram pela Expoville, número equivalente ao da edição anterior. Eles puderam conferir os produtos e as novidades de 242 expositores. Segundo o presidente, a avaliação do evento foi muito positiva porque os resultados ficaram acima das expectativas da organização. Uma das preocupações era de que a crise econômica impactasse nas negociações.

— No início do ano, nós esperávamos que a economia estivesse melhor e o próprio fornecedor estava bastante confiante. Isso não se concretizou, mas mesmo diante de todo esse quadro negativo, a gente percebe que está todo mundo acelerando, investindo e acreditando que a economia vai recuperar e fechar o ano com números positivos — conta.

Uma das estratégias das empresas para conseguir novos parceiros e se destacar na feira foi apresentar novidades ao mercado. Uma delas é a Diêlo Alimentos, empresa familiar de São Miguel do Oeste com atuação nos três Estados do Sul, que realizou o lançamento de dois novos produtos durante o evento: a torta de inverno - um sorvete com composição mais cremosa deixando o sorvete menos gelado - e o açaí com leite em pó na tampa.

— A gente não pode deixar de participar da feira porque é muito bom para o público ficar conhecendo nossa marca. O mercadista vem em busca de inovação e preços menores e nós viemos para mostrar esses produtos, além de angariar novos clientes — explica Carlos Mocelin, proprietário da Diêlo.

Mas não foram apenas o representantes dos supermercadistas que visitaram o evento em busca de negócios. Profissionais da rede hoteleira também saíram com saldo positivo. O gerente geral do hotel Comfort, Antônio Marcos Mello, conta que conseguiu atuar como fornecedor e cliente durante a Exposuper. De um lado, saiu com produtos que serão usados no restaurante do hotel e, por outro, também fez prospecção de novos clientes para a unidade.

— Como tem grandes empresas aqui dentro que fazem visita na cidade, nós conseguimos conversar com futuros hóspedes também. A feira é uma grande oportunidade de negócio — afirma.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidentes na BR-470 matam duas pessoas no Vale do Itajaí com intervalo de uma hora https://t.co/5klMsGaEM2 #LeianoANhá 2 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCópia de: Loetz: Quase mil empresas de Joinville caem na malha fina da Receita Estadual https://t.co/xhDclu683A #LeianoANhá 8 minutosRetweet
A Notícia
Busca