Universidade Mackenzie terá cursos em Joinville - Economia - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado24/04/2017 | 06h01Atualizada em 24/04/2017 | 08h34

Universidade Mackenzie terá cursos em Joinville

Tradicional instituição de ensino no Brasil deve oferecer 30 cursos de pós-graduação lato sensu, informa o colunista Claudio Loetz

A tradicional Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, vai chegar a Joinville no segundo semestre deste ano com cursos de pós-graduação. O anúncio será feito na manhã desta segunda-feira, dia 24 de abril, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas, a CDL. A iniciativa de trazer a respeitada instituição de ensino é do professor Fábio Alcântara (foto abaixo), ex-diretor da UniSociesc, e que dirige a consultoria FC Educa Consultoria e Treinamento Empresarial junto com mais três executivos reconhecidos.

 Alcântara antecipa ao ¿AN¿: 

– Assinamos o contrato com o Mackenzie no dia 24 de fevereiro deste ano. O grupo Mackenzie vai entrar no mercado joinvilense com a ambição de criar 30 cursos de pós-graduação latu sensu. 

Os professores e coordenadores serão da Universidade, em São Paulo, e os cursos oferecidos, produto das demandas do mercado. Além dos cursos clássicos em gestão, estratégia e negócios, serão ofertados cursos em direito, engenharia e tecnologia, arquitetura e design, psicologia aplicada e Tecnologia da Informação.

Para viabilizar a entrada em Joinville, a Mackenzie terá uma instituição de ensino privada local como parceira, a exemplo da FGV com a UniSociesc, há muitos anos.

Alcântara conta que a oficialização dessa parceria será comunicada nas próximas semanas. A negociação com o Mackenzie durou um ano.

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

O projeto de expansão 

 O projeto se dará em etapas, iniciando por Santa Catarina e Paraná e, posteriormente, irá, também, para o Rio Grande do Sul. O negócio, em número, explica o que vai acontecer.

– Haverá sete parceiros conveniados em 2017. Além de Joinville, há negociação em Jaraguá do Sul, Itajaí, Grande Florianópolis, Criciúma, Tubarão, Grande Curitiba, Londrina e Foz do Iguaçu. A expectativa é, em quatro anos, conseguir 30 novos parceiros conveniados nos três Estados da região Sul. 

Soluções empresariais 

A Mackenzie interage com empresas por meio da unidade de negócios Mackenzie Soluções, que oferece programas educacionais customizados na modalidade in company, cursos de curta duração, consultoria técnica em gestão e tecnologia e o sistema de ensino do Colégio Mackenzie para escolas de ensino fundamental e médio.

Experiência 

A FC Educa conta com a experiência de quatro executivos com sólida formação, que responderão pela implantação dos convênios e assessoramento aos parceiros. Compõe a direção da empresa os executivos da área educacional, professores Wesley de Abreu, Fábio Alcântara, Euclides de Oliveira (da área de comunicação),e o engenheiro Alessandro Balvedi, (da área de tecnologia).

Números

- 40 mil alunos

- Presente em seis cidades: São Paulo, Barueri (Alphaville), Campinas, Brasília, Rio de Janeiro e Palmas (Tocantins).

- 31 cursos de graduação

- 30 cursos de pós-graduação- lato sensu

- 13 mestrados

- 9 doutorados

- Primeira escola Americana – Mackenzie College.

- Primeiro curso de engenharia em escola privada do Brasil – em 1896 com a State University Nova York (SUNY).1.800 docentes

- Há 5 anos lidera o ranking de escolas privadas de São Paulo.

- Figura entre as quatro melhores universidades do País.

- Pioneira na pesquisa do Grafeno no Brasil. Atua na tecnologia da TV digital e mantém o Centro de Rádio Astronomia e Astrofísica (CRAAM), que possui convênio com diversos parceiros, entre eles a Nasa, Inpe e Fapesp.

A história começa no Império 

A Mackenzie, atualmente, tem campi em São Paulo (sede), Barueri (Alphaville), Campinas, Brasília, Recife e Rio de Janeiro.O começo de tudo aconteceu em 1870, com a chegada de casal de missionários norte-americanos da Igreja Presbiteriana ao Brasil. No ano seguinte, surgiu a Escola Americana, embrião do colégio. A evolução do País e as exigências por aprimoramento da educação, no embalo da urbanização e da industrialização,deu impulso ao interesse por disponibilizar cursos superiores.

Decreto autoriza 

 A Universidade Presbiteriana Mackenzie foi autorizada a funcionar pelo decreto número 30.511, de 7 de fevereiro de 1952, e instalada em 16 de abril de 1952. A mantenedora, o Instituto Presbiteriano Mackenzie, representa a Igreja Presbiteriana do Brasil. Em 1975 implementou cursos de pós-graduação lato sensu; e, em 2003, de stricto sensu. A universidade tem quase 42 mil alunos matriculados. Noventa e um por cento dos 1.400 docentes têm títulos de Mestre ou Doutor. Oferece 11 mestrados e oito doutorados de reconhecido mérito acadêmico.

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCorte de recursos impacta no atendimento da Maternidade Darcy Vargas de Joinville https://t.co/ZkXIq6z6XC #LeianoANhá 5 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPingo promete JEC ofensivo diante do São Bento, em Sorocaba https://t.co/7AQqW8bM58 #LeianoANhá 5 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros