Confira como é a fábrica da WEG - Negócios e Cia - A Notícia

Vers?o mobile

 

Por dentro das empresas31/07/2015 | 19h24Atualizada em 10/08/2015 | 13h57

Confira como é a fábrica da WEG

Tradicional empresa de Jaraguá do Sul foi eleita a melhor do País pela revista Exame

Confira como é a fábrica da WEG Leo Munhoz/Agencia RBS
Verticalização: WEG fabrica quase todos os componentes dentro de casa Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Eleita a melhor empresa do País pela revista Exame, a WEG continua familiar e sediada em Jaraguá do Sul, mas a atuação torna-se cada vez mais global. Um desafio para o negócio e também para o processo produtivo.

Manter o padrão de qualidade e a cultura da empresa em lugares tão distintos quanto a China e a cidade de Manaus, no Amazonas, requer da companhia atenção constante.

Negócios & Cia. foi até Jaraguá do Sul, onde o parque fabril da empresa chega a quase 1 milhão de metros quadrados, para ver de perto como esta tradicional fabricante de equipamentos elétricos, de automação e de sistemas de energia organiza a sua produção.

:: VÍDEO: Acompanhe como é a produção em Jaraguá do Sul




:: IMAGENS: Confira passo a passo como a Weg fabrica seus motores industriais




Padrão global

Para conseguir um padrão de qualidade mundial, o superintendente da Unidade Motores, Luis Alberto Tiefensee, mostra uma gama de ferramentas de gestão internacionais aplicadas em cada unidade e um processo com elevado nível de automatização de sistemas.

A WEG também conta com um centro de treinamento, considerado fundamental para capacitar os profissionais que atuam em seu negócio. 

— A cultura é uma barreira maior do que a própria língua. Nossa cultura de manufatura é mais alinhada com a China do que com a de Portugal, por exemplo, onde é preciso explicar mais os assuntos e demora-se mais para tomar uma decisão. Na China, o processo é mais rápido — afirma.

Segundo Tiefensee, a gestão da manufatura chinesa é muito próxima da que ocorre na fábrica do Brasil.

–—O maior desafio é o tempo. Não é coisa que se faça com cartilha definida e esperar que em quatro meses tudo vai mudar. O tempo varia conforme a cultura local. Às vezes, a gente tem ansiedade de obter resultado no curto prazo, mas pode levar dois, três anos até uma unidade andar com as próprias pernas — afirma o executivo, que acompanha o desenvolvimento da companhia há mais de três décadas.

Além da atuação mundial, a WEG tem uma complexidade a mais: são várias indústrias em uma só. Não se trata de uma montadora de motores somente. Ela faz a fundição, a estampagem, a ferramentaria, a usinagem, fabrica máquinas e os equipamentos especiais e desenvolve o verniz aplicado no isolamento do motor. Até os pallets para embalar o produto são feitos pela WEG.

::Leia mais sobre negócios e gestão

A própria empresa faz o tratamento fitossanitário das embalagens de pínus ou eucalipto. A serralheria fica em Corupá. A verticalização possibilita ter flexibilidade e velocidade no atendimento ao cliente.

Por outro lado, requer investimento em tecnologias que não estão ligadas diretamente ao produto, explica Tiefensee. Mas este é um dos segredos do sucesso. 

— Na fabricação de motores elétricos, de geradores, de transformadores e de painéis, a tecnologia não está só no produto. Ela está na manufatura também — observa o diretor. 

Leia mais:

>> Presidente da WEG explica como é o processo de inovação na companhia

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Por Dentro das Empresas 18/04/2015 | 14h29

Saiba como funciona a fábrica da Embraco em Joinville

Compressores fabricados pela empresa se diferenciam pela evolução constante e alta tecnologia

Alta tecnologia 20/03/2015 | 19h20

Confira a fabricação dos motores do Onix e do Prisma na GM de Joinville

Todas as fases produtivas são monitoradas em tempo real e à distância

Por dentro da empresas 24/10/2014 | 16h53

Do hotel à selva amazônica, confira a produção de tecidos da Döhler

Indústria têxtil de Joinville apostou na diversificação de produtos e não se arrepende

Por dentro das empresas 29/08/2014 | 14h30

Confira como é a fábrica de tubos e conexões da Tigre em Joinville

Produção faz parte do Grupo Tigre, que tem sede em Joinville e fatura cerca de R$ 3 bilhões

Por dentro das empresas 25/07/2014 | 18h19

Saiba como são feitas as torneiras

Esta é apenas uma das muitas peças de metal utilizadas na cozinha e no banheiro fabricadas pela Docol em Joinville

Por dentro das indústrias  14/06/2014 | 10h44

Saiba como são feitas as louças de mesa da Oxford Porcelanas

Empresa de São Bento do Sul conta com quatro linhas de produtos. Quase 60% das trabalhadoras são mulheres

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFuturo do PSL continuará em pauta https://t.co/wi1XG2saDWhá 7 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComemoração do aniversário do Bolshoi acontece em março https://t.co/y4RsHY17Ixhá 7 minutosRetweet
A Notícia
Busca