O amor não escolhe organograma nem endereço - Negócios e Cia - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Talento em pauta16/06/2015 | 14h57

O amor não escolhe organograma nem endereço

No mês dos apaixonados, Bernt Entschev fala sobre as regras de relacionamento no ambiente de trabalho

Bernt Entschev
Bernt Entschev

coluna@debernt.com

Mal inicia junho, até mesmo antes dele, e o comércio, a programação dos filmes na televisão, as promoções nos restaurantes e tantos outros apelos de marketing não nos deixam imunes quanto ao clima de romance. Não tem como passar despercebido que o Dia dos Namorados foi comemorado neste mês – sexta-feira, no caso.

LEIA TAMBÉM:
>> Demissão responsável também é sustentabilidade empresarial

Pois bem, muitos ambientes de trabalho propiciam o encontro de sua “cara metade” e muitos outros casais resolvem compartilhar o mesmo ambiente de trabalho. Quando isso acontece, o que fazer? Quais as regras das empresas e como orientar todos os envolvidos?

Os tempos mudaram

Não faz muito tempo, os gestores de RH orientavam que os problemas pessoais deveriam ser deixados na porta do trabalho. Atualmente, sabe-se que isso é impossível. Não tem como uma pessoa se desligar, como um autômato, quando assume suas funções na empresa. Os gestores precisam conhecer sobre inteligência emocional – ter autoconhecimento e saber como se comportar em diferentes ambientes e em
diferentes grupos.

Essas variáveis de comportamento também acontecem no quesito relacionamento amoroso. As pessoas não têm o comando de seus sentimentos e muitas vezes, justamente por se conviver por muitas horas com a mesma pessoa, acabam se envolvendo amorosamente com um colega do trabalho. Neste caso, as empresas têm que estabelecer as regras já no momento da integração, na ocasião em que o funcionário ingressa na organização.

Regras de convívio

Precisamos considerar duas situações: quando o relacionamento já existe e quando ele surge na empresa. No caso de o relacionamento já existir, que os envolvidos no relacionamento não trabalhem na mesma área. Que seus conhecimentos se complementem, mas, se possível, que não sejam subordinados um do outro.

Caso seja uma pequena empresa, que não tenha muitas alternativas, meu conselho é que consigam agir com maturidade e saibam que mesmo estando brigados em casa, na empresa é preciso manter o foco no trabalho. Na realidade, qualquer relacionamento em linha direta, seja de um casal ou de um familiar, acaba comprometendo o resultado, pois nem sempre se consegue separar sentimentos na hora de cobrar metas.

Caso o relacionamento amoroso aconteça depois de um tempo de convívio no ambiente de trabalho, o direcionamento deve ser o mesmo. Caso trabalhem juntos, é preciso maturidade e reconhecimento do quanto se interfere no dia a dia de trabalho.

Quando a situação não é positiva

Em alguns casos, a falta de limite e a rotina voltada somente para o trabalho podem ser prejudiciais para o casal que resolve trabalhar junto. Outro fator é quando o casal é genioso. Pode ficar difícil um ceder quando há discordância e isso afeta as decisões da empresa. Nesses casos, o excesso de convivência deve ser muito bem administrado para que não ocorra um desgaste na relação.

Procurar interesses individuais, cursos, academia, passeio com os amigos, enfim, procurar algum espaço que seja somente seu ou do parceiro pode ajudar na relação. Conviver em harmonia, tanto no trabalho quanto em casa, requer sensibilidade, maturidade e cuidado com o outro.

Para conviver em um ambiente de trabalho com a pessoa que temos afeto, além desses itens citados, é preciso ter a habilidade de passar do papel de casal para o de colega de trabalho ou de sócio.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Talento em pauta 09/06/2015 | 22h25

Demissão responsável também é sustentabilidade empresarial

Desligar alguém requer alguns cuidados para minimizar o impacto tanto na empresa quanto no profissional

Talento em pauta 17/05/2015 | 15h21

A importância de manter uma rede de contatos ativa

Fazer networking não é apenas trocar cartões, avalia consultor

Talento em pauta 09/05/2015 | 17h16

De estagiário a contratado: como ser efetivado?

Pontualidade, ética, relacionamento interpessoal, potencial e busca constante por aperfeiçoamento são os segredos, ensina o consultor

Talento em pauta 03/05/2015 | 15h53

Dicas para você atingir a alta performance

O bom desempenho, a produtividade e a melhoria contínua precisam se tornar rotineiros, avalia Bernt Entschev

Talento em pauta 27/04/2015 | 16h16

O choque da demissão pode servir como uma oportunidade para reinventar a carreira

Entender o mercado e planejar mudanças deve ser o primeiro passo do profissional, avalia consultor

Carreira 19/04/2015 | 19h35

Dança das cadeiras: como lidar com as movimentações de cargos

Promoções, realocações, demissões e contratações costumam despertar a insegurança nos colaboradores

Carreira 10/04/2015 | 21h38

O que fazer quando o seu chefe não tem talento

De nada adianta buscar se capacitar se o seu gestor também não procura se atualizar, avalia headhunter

Carreira 06/04/2015 | 22h01

Trabalho internacional: o que o mercado procura

Quanto mais estratégico o cargo, mais profunda a análise solicitada pelas organizações, avalia consultor

Carreira 29/03/2015 | 19h53

Como conciliar empresa familiar e desenvolvimento profissional

É importante saber separar as relações, ensina Bernt Entschev

Carreira 22/03/2015 | 19h58

Destaque-se na busca por um emprego

Bernt Entschev fala de quais são as habilidades mais disputadas pelo mercado e o que chama a atenção dos recrutadores

Carreira 16/03/2015 | 18h04

As opções para quem perdeu o emprego

Autoavaliação, coaching e especialização são bons caminhos para voltar ao mercado, avalia Bernt Entschev

Carreira 04/03/2015 | 11h21

Trocar de emprego em ano de instabilidade econômica: vale a pena?

Headhunter Bernt Entschev dá dicas sobre como lidar com a situação

Talento em pauta 01/03/2015 | 19h47

Fuja das armadilhas que levam ao fracasso profissional

Pequenos erros ou atitudes podem comprometer rapidamente a reputação de uma carreira, alerta consultor

Talento em pauta 23/02/2015 | 17h53

Como controlar a ansiedade no ambiente de trabalho

Existem formas de evitar ser atingido, desde que haja consciência por parte do indivíduo

Talento em pauta 13/02/2015 | 17h52

Cresce demissão de profissionais experientes

Empresas estão substituindo profissionais mais experientes por jovens colaboradores, que custam menos

Bernt Entschev 15/09/2014 | 09h32

Discriminação contra profissionais gestantes

Bernt Entschev 08/09/2014 | 14h49

A formação de lideranças e o destino da empresa

Bernt Entschev 01/09/2014 | 22h42

Contrato de trabalho: qual é o mais adequado?

Consultor esclarece as diferenças entre os diferentes tipos do documento

Bernt Entschev 25/08/2014 | 16h43

Quais são os prejuízos causados pelas mentiras no trabalho?

Consultor alerta que a mentira é um problema que trava muitos processos no dia-a-dia das empresas

Bernt Entschev 25/08/2014 | 16h14

Depressão e mercado de trabalho: qual a ligação?

Consultor questiona se a chamada "doença do século 21" invadiu os espaços corporativos

Bernt Entschev 13/08/2014 | 15h40

Headhunter analisa os benefícios da universidade corporativa para as empresas

Estrutura é uma forma melhor elaborada dos centros de treinamento das empresas

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSTJ decide que acusados do incêndio na Boate Kiss vão a júri popular  https://t.co/MHmVFTdX7mhá 44 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaOs impactos das prisões de Gean Loureiro e outros seis investigados na Operação Chabu https://t.co/pfisLvNdTchá 44 minutosRetweet
A Notícia
Busca