Como controlar a ansiedade no ambiente de trabalho - Negócios e Cia - A Notícia

Versão mobile

Talento em pauta23/02/2015 | 17h53

Como controlar a ansiedade no ambiente de trabalho

Existem formas de evitar ser atingido, desde que haja consciência por parte do indivíduo

Bernt Entschev
Bernt Entschev

coluna@debernt.com

As doenças de cunho psicológico têm se tornado cada vez mais comuns. Boa parte delas tem se tornado mais abrangente por causa da ligação com o ambiente profissional. Dentre todas elas, a ansiedade se destaca, principalmente por derivar de muitos estímulos. Profissionais se sentem pressionados, preteridos e inseguros em diversas situações, o que abre margem para o surgimento da ansiedade. Todavia, há como evitar que ela apareça.

:: Leia mais sobre gestão e negócios

Atitudes da gestão que atrapalham o rendimento do grupo

Os sentimentos que mais causam a ansiedade nos colaboradores são a incerteza acerca do futuro e a falta de transparência da gestão sobre o posicionamento estratégico.

Pressionar o grupo sem que haja limites estabelecidos para cobranças, não negociar prazos e exigir produtividade sem planejamento também afetam o comportamento das pessoas. Planejamento, transparência e limites bem estabelecidos no que tange ao volume de trabalho e às cobranças são as melhores armas para evitar a ansiedade no grupo.

Como evitar ser afetado

Por mais que os fatores externos exerçam forte influência no comportamental de cada um, a forma como se reage a estímulos negativos também conta muito – para o bem ou para o mal. Existem formas de evitar ser atingido pela ansiedade, desde que haja consciência por parte do indivíduo.

Quando, por exemplo, a ansiedade surge pelo excesso de cobrança ou pelo excesso de trabalho, um bom processo de autogestão por parte do profissional pode ajudar bastante. Se, de fato, for constatada uma sobrecarga, uma conversa franca e com bons argumentos com a gestão pode resolver o problema.

No entanto, existem causas da ansiedade que não partem da gestão. Quando, por exemplo, o profissional foca em uma fórmula pronta de sucesso, baseada no sucesso de terceiros, ele pode se tornar ansioso ao notar que o que funcionou para uma pessoa pode não funcionar para ele.

Outro passo curto para a ansiedade é a falta de preparo ou a estagnação profissional. Quando o profissional se sente inseguro ou despreparado para lidar com as demandas e os desafios, a melhor atitude é investir no desenvolvimento de competências. Afinal, a segurança passa diretamente pelo preparo.

É importante, além de tudo, que o profissional paute as próprias atitudes em valores, ética e nos próprios objetivos de vida. Quando se tem um plano embasado, fica mais difícil se perder.

Existem muitos caminhos para evitar que a ansiedade atinja o ambiente profissional e comprometa a produtividade e a qualidade do trabalho realizado. O que eles têm em comum, no entanto, é a dependência de uma associação dos interesses da empresa e do profissional. A colaboração precisa ser mútua. Com jogo aberto e um trabalho feito com esforço e qualidade, a ansiedade tem muito menos chance de surgir.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Talento em pauta 13/02/2015 | 17h52

Cresce demissão de profissionais experientes

Empresas estão substituindo profissionais mais experientes por jovens colaboradores, que custam menos

Talento em pauta 10/02/2015 | 14h40

Dicas para empreender e alcançar o sucesso

Coragem e planejamento detalhado são essenciais para se chegar lá, avalia Bernt Entschev

Talento em pauta 02/02/2015 | 07h51

Por que a geração Y está tão infeliz?

A geração Y precisa aprender a planejar, pensar e se desenvolver, avalia o headhunter Bernt Entschev

Talento em pauta 26/01/2015 | 15h14

Sua empresa sabe definir metas?

O risco planejado tem a capacidade de colocar a empresa em um novo patamar de negócios

Talento em pauta 21/01/2015 | 22h26

Como entrar no ritmo depois das férias

Volta ao trabalho deve ser feita aos poucos, opina consultor de carreira

Talento em pauta 11/01/2015 | 18h13

Como motivar a equipe neste ano de 2015?

É preciso trabalhar com o grupo de colaboradores a volta ao trabalho como uma celebração, sugere consultor

Talento em pauta 02/01/2015 | 20h28

O que imaginar do ano que sucede o complicado 2014?

É possível esperar uma melhora na confiança do comércio e da indústria brasileira em 2015, analisa consultor

Talento em pauta 26/12/2014 | 22h26

Tipos de comportamentos destrutivos no trabalho

Mau humor, procrastinação e egocentrismo prejudicam o próprio profissional e toda a equipe ao redor

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRejane: Mostra de arquitetura será realizada em casa antiga da rua Aquidaban, em Joinville  https://t.co/AugrJt6WY1 #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVoluntárias de Joinville produzem bonecos carecas para crianças com câncer https://t.co/OeHlTUivkR #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros