Rubens: Consciência Negra feminina é tema do Projeto Sobre Elas, eu Mesma  - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Orelhada07/11/2017 | 06h25Atualizada em 07/11/2017 | 06h25

Rubens: Consciência Negra feminina é tema do Projeto Sobre Elas, eu Mesma 

Ação, que ocorre nesta terça-feira, faz parte da programação do mês da Consciência Negra em Joinville

Rubens: Consciência Negra feminina é tema do Projeto Sobre Elas, eu Mesma  Divulgação/Divulgação
Projeto Sobre Elas, Eu Mesma Foto: Divulgação / Divulgação

 A história, os dilemas e os desafios contemporâneos da mulher negra regem o Projeto Sobre Elas, Eu Mesma, que abre nesta terça-feira no Bar Pixel e é uma das ações do mês da Consciência Negra em Joinville. A ação é assinada pela professora Cintia Soares, pela bailarina Raijane Gama e pela artista plástica Victoria Caroline. Ela abre com uma exposição composta pelas fotos de 21 mulheres “bombardeadas” com projeções de desenhos de mulheres negras que marcaram a história. Amanhã, um sarau reúne artistas da região de Joinville e, na quinta, a cantora ilhoa Dandara Manoela fecha a agenda, que começa sempre às 19 horas e tem entrada gratuita.

Em todos os cantos

sérgio adriano h, artista de joinville
Sérgio Adriano H.Foto: Franzoi / Divulgação

Nunca a maré esteve tão favorável para Sérgio Adriano H, artista contemporâneo que começa a angariar prestígio fora de Joinville e São Paulo, suas duas bases de vivência. Desde 30 de setembro, seus trabalhos integram a Bienal Internacional de Curitiba, no Museu Alfredo Andersen; no Itaú Cultural, no Rio de Janeiro, está na exposição Diálogos Ausentes e, em Florianópolis, no Museu da Escola Catarinense (Mesc), na mostra Antípodas Contemporâneas, um desdobramento da Bienal de Curitiba. Também na Capital, ele integra a coletiva Dizer e Ver Cruz e Sousa, que abre no dia 14 no Museu Histórico de Santa Catarina. Para completar, a série Ruptura do Invisível foi contemplada no Prêmio Edital Elisabete Anderle e circulará por Florianópolis, Jaraguá, Joinville e Blumenau no ano que vem.

Concerto
Os alunos da Escola de Música Villa-Lobos, da Casa da Cultura de Joinville, farão uma série de apresentações até dezembro para comemorar os 50 anos da instituição e o fim das atividades de 2017. Para começar, a orquestra acadêmica e a orquestra de cordas, com a participação especial da Escola Municipal de Ballet, fazem concerto gratuito hoje, às 20 horas, na Sociedade Harmonia-Lyra. O eclético repertório vai de Mozart a Bruno Mars, passando por Tchaikovsky, Elvis Presley e peças da Broadway.

.

É um personagem que tem uma importância social, ele está representando isso tudo que ninguém quer ver, que acontece diariamente. Estou servindo como instrumento para esse projeto. A mensagem da novela é essa: vamos denunciar, fale para uma amiga, para um familiar. O criminoso tem de pagar.

Sergio Guizé

fala ao Estadão sobre seu personagem na novela O Outro Lado do Paraíso, um sujeito odioso adepto da violência doméstica.

Gael (Sérgui Guizé) , da nvoela O Outro Lado do Paraíso
Ator Sérgio GuizéFoto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação


Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Colombo veta projeto que combatia roubo de cargas  https://t.co/g6s3MzCfYD #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEmpresa de Joinville oferece 30 vagas para jovens de 18 a 22 anos https://t.co/WSKP0Br0IL #LeianoANhá 2 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca