Toquinho: "A música será sempre uma chama a aquecer minha dedicação ao violão" - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Joinville e Floripa20/10/2017 | 13h37Atualizada em 20/10/2017 | 13h37

Toquinho: "A música será sempre uma chama a aquecer minha dedicação ao violão"

Músico comemora 50 anos de carreira com show ao lado de Ivan Lins e MPB4

Toquinho: "A música será sempre uma chama a aquecer minha dedicação ao violão" Renan Bacellar/Divulgação
Músico comemora 50 anos de carreira com show ao lado de Ivan Lins e MPB4 Foto: Renan Bacellar / Divulgação

Toquinho, Ivan Lins e o grupo vocal MPB4, ícones da música brasileira que fizeram história nos anos 1970 e 1980, se reúnem pela primeira vez no palco no projeto 50 Anos de Música, que passa por Joinville e Florianópolis neste fim de semana.

Toquinho já gravou um CD e DVD com o MPB4 em 2008. Com Ivan Lins, a parceria aconteceu há cerca de dois anos, embora os dois já tivessem tido outros encontros esporádicos no passado. Mas é a primeira vez que um show reúne os três artistas e a  ideia surgiu depois do aniversário dos 50 anos de carreira do Toquinho, comemorados em 2016 - o marco é seu disco de estreia, o instrumental O Violão de Toquinho, lançado em 1966.

Por e-mail, Toquinho falou mais sobre o show. Leia a entrevista:

Como surgiu o projeto
Há mais ou menos quatro anos que estamos apostando nesses encontros de artistas para realizar shows para públicos maiores. Não se deve exatamente a uma comemoração específica, e sim a uma coincidência de interesses artísticos, apesar de que 50 anos de carreira é uma marca que contribui para isso. Minhas apresentações com o MPB4 começaram antes de meus shows com o Ivan Lins. Depois, percebi que poderia juntar todos no palco pela sincronia musical que nos caracteriza. E resultou num show cuja dinâmica melódica se completa pelo bom humor alicerçado na longa amizade que nos une. Eles não poderiam, pois, ficar de fora nesse momento de minha carreira. Atuando juntos ou separados, o show flui numa constante parceria.

O show
O MPB4 abre, aí eu entro, faço algumas canções com eles, fico no palco para minha parte solo e depois me encontro com o Ivan em mais algumas músicas, deixando o palco para ele, que recebe, ao final de sua apresentação, o MPB4. Para encerrar, todos nós nos juntamos em mais três ou quatro canções. Um dos pontos altos do espetáculo é um divertido pot-pourri de músicas infantis que faço com o MPB4.

Repertório
A quantidade de sucessos até facilita, pois sabemos que em tudo o que se cantar, teremos o público nos acompanhando e vibrando com canções que de alguma forma já tocaram seus corações. Impossível deixar de fora Tarde em Itapuã, Que maravilha, Madalena, Lembra de mim, Roda viva e Amigo é pra essas coisas.

"Causos"
Nesse show não só eu, mas o Ivan e o MPB4 também contam casos relacionados à carreira de cada um. O público gosta de saber desses detalhes de nossas trajetórias, que somente criam vida e despontam como algo a ser valorizado nos momentos adequados do espetáculo.

Nova safra da MPB
Mantenho-me sempre atento aos novos talentos que demonstram qualidade para se sustentar artisticamente. Meus shows são a prova disso mostrando sempre uma renovação de cantoras ao meu lado. Algumas que já não são novatas, mas que convidei para trabalhar comigo logo que surgiram, como Tiê, Veronica Ferriani e Anna Setton, e mais recentemente Camilla Faustino. Há tempo que admiro o talento de Diogo Nogueira. Apesar de uma fase não muito auspiciosa, a música brasileira sempre surpreende pelo seu dinamismo.

50 anos de carreira
Creio mesmo que são 50 anos especiais! A vida me deu oportunidades para desenvolver meu talento como instrumentista, compositor e intérprete colocando em meu caminho pessoas que me ajudaram a me aperfeiçoar a cada estágio do percurso. Perdura a sensação de uma constante renovação e de um contínuo aprimoramento. Cada ano robustece o seguinte e as décadas se diluem na descoberta de técnicas novas e na extensão do vigor ampliado pelas conquistas e pelos sucessos. O tempo não apaga o que nos arde na alma. E a música será sempre uma chama a aquecer minha dedicação ao violão. Estudo todos os dias na procura de novos temas e harmonias. Amo fazer o que faço, o palco é a extensão de minha casa. Nele, sou simples e íntimo da plateia.  Há apenas uma diferença entre aquele jovem do Teatro Paramount e o Toquinho de hoje: a experiência dos 50 anos de carreira. O que conspira para viver ainda o destemor de muitas vezes repetir os caprichos e a obstinação da juventude. E o maior trunfo é o reconhecimento popular, sempre renovado. Se perceber que deixei de fazer alguma coisa, tentarei fazer daqui para frente. Sempre é tempo de realizar ou refazer. E de comemorar!

Toquinho, Ivan Lins e MPB4 - 50 Anos de Música
Quando: Joinville: sábado, às 22h. Florianópolis: domingo, às 20h
Onde: Joinville: Teatro da Liga ( Rua Jaguaruna, 100 - Centro). Florianópolis: Centro de Cultura e Eventos da UFSC (Campus Reitor João David Ferreira Lima, s/n, Trindade)
Quanto: Joinville: a partir de R$ 130 laterais 1º lote, via Ticket Center. Desconto de 20% para sócio e acompanhante do Clube do Assinante na compra do ingresso antecipado no site. Florianópolis: a partir de R$ 210 mezanino 2º lote, via Blueticket.  Desconto de 10% para sócio e acompanhante do Clube do Assinante na compra do ingresso antecipado pelo site

Leia mais: 

Ed Sheeran cancela shows após fraturar os dois braços

Caetano Veloso ensina e aprende com os filhos no palco em nova turnê

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Colombo veta projeto que combatia roubo de cargas  https://t.co/g6s3MzCfYD #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEmpresa de Joinville oferece 30 vagas para jovens de 18 a 22 anos https://t.co/WSKP0Br0IL #LeianoANhá 2 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca