Rubens: Mercado Municipal de Joinville terá maratona sonora de dez horas neste sábado - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Orelhada15/07/2017 | 05h00Atualizada em 15/07/2017 | 05h00

Rubens: Mercado Municipal de Joinville terá maratona sonora de dez horas neste sábado

Metal, hard, rock n¿ roll, hardcore e rap prometem balançar o público

Rubens: Mercado Municipal de Joinville terá maratona sonora de dez horas neste sábado facebook/Arquivo Pessoal
Banda Symmetrya Foto: facebook / Arquivo Pessoal

Comemorações extensivas ao Dia Mundial do Rock (que foi no dia 13) farão ferver o Mercado Público de Joinville neste sábado. Com realização da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) e apoio da Rádio Atlântida, o 2º Rock n¿ Ville junta uma turma boa no palco da pracinha para uma maratona sonora de dez horas de metal, hard, rock n¿ roll, hardcore e até pitadinhas de rap, celebrando tanto os clássicos quanto os trabalhos autorais da rapaziada. A lenha desce a partir das 14 horas e fica a cargo das bandas joinvilenses Symmetrya, Dr. Danasa, Comanches, Mr. Rox, Odysseia, Commando 47, Azul Rasgado e Lazy Gun. Nem é preciso dizer que é gratuito, mas vamos reforçar: é gratuito!

Banda Azul Rasgado Foto: Divulgação / Divulgação

Parceria luminosa

Foto: bia alvarez / Arquivo Pessoal

Para não deixar no breu a Cidadela Cultural — que, mesmo jogada às traças, continua recebendo eventos normalmente —, Ajote, Aaplaj e CBS Running quebraram os cofrinhos e arcaram com a colocação e troca de lâmpadas em diversos pontos do complexo. Antes, a intervenção havia acontecido apenas em frente ao galpão de teatro, que vive na iminência de receber a mostra Cena 13. Agora, o pessoal espera a recolocação de tapumes, caídos há mais de um mês (foto), em torno da antiga fábrica, interditada pelo risco que representa. Segundo a Ajote, a Prefeitura se comprometeu a fazer o serviço até esta sexta-feira. Certamente, a questão da segurança virá à baila na reunião de segunda-feira do Conselho Municipal de Política Cultural, marcada para acontecer na própria Cidadela.

Lembrança

Foto: Sabrina Seibel / Divulgação

Como homenagem a Ramiro Gregório da Silva (foto), pioneiro do rádio joinvilense que morreu na quinta-feira, a Rádio Educativa Joinville Cultural apresenta um programa especial neste sábado, às 20 horas (com reprise no domingo, às 11 horas). Trata-se do registro de uma conversa de aproximadamente uma hora, em formato de entrevista, de Ramiro com os jornalistas Jeferson Correa, Paulo Marttini e Tusi Helena, na qual contou boa parte de sua vida. O encontro foi gravado em 2015, por causa dos 80 anos do veterano radialista.

Leia as últimas notícias de Joinville e região no AN.com.br
Confira outras colunas de Rubens Herbst

Presença

Quem dá as caras em Joinville neste domingo é Digão, guitarrista/vocalista dos Raimundos. No palco do Didge, a partir das 21 horas, ele toca os sucessos de sua banda e clássicos do rock ao lado do trio local Bento Leão, vencedor do concurso de bandas promovido recentemente pelo bar. Os ingressos antecipados, a R$ 30, estão à venda no local e no Guacamole.

Psychopista

Levantem os topetes e lustrem as tatuagens, porque o sábado verá mais uma edição do Psychoville. Finalizado o Rock n¿ Ville (leia no alto da página), o povo pode se descambar para o Delinquent¿s Bar e se acabar com o psychobilly desvairado da banda local Tampa do Caixão e os veteranos da cena curitibana B.Booms. O ingresso custa R$ 10.

Trapaças para fazer rir

Foto: Maria Helena Vieira / Divulgação

Surgido de um curso de iniciação teatral e pertencente ao núcleo do Espaço Cultural Casa Iririú, o Coletivo Plateia Livre estreia neste sábado, às 20 horas, o segundo espetáculo, "A Farsa do Juiz ou as Peripécias de João Brás". De autoria do dramaturgo espanhol Alejandro Casona e com direção de Hélio Muniz, a comédia narra a história de um juiz que ordena a seu cozinheiro que roube o assado de um caçador. Mas o furto dá errado, e o cozinheiro acaba cometendo vários delitos durante a fuga. Sua única esperança é o próprio patrão que ordenou o crime. A peça — que reúne atores do Coletivo, do grupo Canto do Povo e a atriz convidada Manoella Carolina Rego, do Grupo Libração — será apresentada na Casa Iririú também neste domingo e nos dias 29 e 30, às 20 horas. A entrada é gratuita.

Frase

Foto: Divulgação / Multishow

"Eu disse: 'Vinicius, me dá uma música, eu quero gravar alguma música sua'. E ele, muito elegantemente, falou: 'Se eu tivesse seu tipo físico, bonitão, garanhão, eu não ia sentar no banquinho para cantar bossa nova. Então, vai em frente com música popular, procura tua praia de grandes públicos, grande plateia, que você vai se dar muito bem'."

Sidney Magal revela ao jornal "Folha de S. Paulo" a preciosa dica que ganhou do primo Vinicius de Moraes no início da carreira, que está completando 50 anos e será marcada por biografia, filme e uma turnê com início em agosto.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona treina no palco do jogo deste sábado https://t.co/5BGTHiFsL2 #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaColégio Militar de Joinville abre inscrições na segunda-feira https://t.co/9rENlRlgwv #LeianoANhá 3 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca