Rubens: Busca pelo curso de dança em Joinville ainda não terminou - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Orelhada19/07/2017 | 05h00Atualizada em 19/07/2017 | 05h00

Rubens: Busca pelo curso de dança em Joinville ainda não terminou

Após anúncio de novo curso em Blumenau, vereador quer retomar o assunto

A notícia de que Blumenau passou na frente de Joinville e terá o primeiro curso superior em dança do Estado talvez leve a pensar que a luta (de anos) terminou por aqui. Não é bem assim. O vereador Rodrigo Coelho aguarda vaga na agenda do secretário estadual de Educação, Eduardo Deschamps, e da direção da Udesc para retomar o assunto – ou, pelo menos, não deixá-lo morrer – da implantação de um curso similar na cidade. 

A questão central é de orçamento, pois a universidade alega que o repasse proposto pelo governo para incluir a dança na grade acadêmica é insuficiente. A reunião serviria para discutir o aumento desse recurso e também se ainda existe o interesse da Udesc de investir na seara artística.

Segundo Edson Gellert Schubert, presidente da Associação dos Grupos de Dança de Joinville (Anacã), em uma mesa redonda ocorrida em junho, na Ajote, o diretor-geral da Udesc Joinville, José Fernando Fragalli, deixou claro que a instituição havia desistido do plano. Essa posição foi reiterada em um encontro na Capital, no início do mês, com a deputada estadual Luciane Carminatti, presidente da comissão de cultura da Assembleia. 

Edson fez parte da comitiva que participou da reunião, solicitada pela Associação Profissional de Dança de Santa Catarina (Aprodança), da qual sairá um grupo de trabalho que discutirá, inclusive, a questão acadêmica no Estado.Coelho diz que essa intenção da universidade nunca lhe foi revelada, tanto é que foi um dos que fizeram ressalvas a possível permuta entre a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) e a Ajorpeme envolvendo a ala da escola Germano Timm onde seria instalado o curso de dança da Udesc. 

Segundo o vereador, a entidade comercial já abdicou do espaço, que, vale lembrar, precisaria de uma ampla reforma para receber os acadêmicos. Enquanto isso não se resolve, as aulas poderiam acontecer em outros locais, como a Casa da Cultura ou o Centreventos.

Leia as últimas notícias de Joinville e região no AN.com.br
Confira outras colunas de Rubens Herbst

Boa causa

A música do Fab Four será o ímã para atrair boas vibrações e recursos para o Centro de Pesquisas Oncológicas em Santa Catarina (Cepon), que trata crianças com câncer em Florianópolis. O show beneficente Beatles pela Vida, organizado pela Escola de Música Rafael Bastos, juntará nomes destacados da Capital no palco do Teatro Ademir Rosa hoje e amanhã, às 20 horas, para interpretar 40 canções da maior das bandas. De Joinville, foi convidado o baixista Zé Lopes Jr. Os ingressos, a R$ 40, estão à venda no blueticket.com.br. Toda a renda irá para o Cepon.

Em terreno estrangeiro

Foto: gustavo breier / Arquivo Pessoal

Não bastasse a onipresença em eventos musicais na região, o Firma – Coletivo de Bandas e Ações Autênticas cavou um espaço entre os seguidores da dança. A turma montou um estante na Feira da Sapatilha para angariar simpatizantes para a música autoral joinvilense vendendo material – principalmente CDs e camisetas – das bandas locais. Músicos fora do coletivo que queiram colocar seus trabalhos à mostra devem ficar à vontade para chegar na ¿banquinha¿.

Fritz Alt à mostra

Foto: Divulgação / Divulgação

A exposição Do Barro ao Bronze, que permanece até o final do Festival de Dança no Expocentro Alfredo Salfer, é mais uma tentativa de difundir nacionalmente a obra de Fritz Alt. Para tanto, estão à mostra esculturas confeccionadas a partir de moldes de silicone dentro do projeto de salvaguarda do acervo do artista, patrocinado pelo governo municipal. Entre elas está O Cego (foto), O Filho Pródigo, Êxtase, O Tarrafeiro e A Onda no Rochedo, algumas em diferentes versões de materiais utilizados.

Frase do dia

Foto: Divulgação / Divulgação

Eu sempre gostei de fazer parte em projetos que envolvem o universo infantil, mas já fazia um tempo que eu não gravava coisas pra criançada, até que veio esse convite do Mundo Bita. Gravamos uma música aqui em Juiz de Fora e foi um lance que me deixou muito feliz.Eles também me mostraram uma prévia do clipe que será lançado em setembro, aí eu fiquei ainda mais fã deles.

Milton Nascimento sobre sua participação na próxima temporada da série de animação infantil Mundo Bita. Ele será Bituca (seu apelido entre os mais chegados) no clipe da música Trem das Estações.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Novo bloco do CCT da Udesc está na fase final de obras https://t.co/00zq4IWFhe #LeianoANhá 39 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRejane: Mostra de arquitetura será realizada em casa antiga da rua Aquidaban, em Joinville  https://t.co/AugrJt6WY1 #LeianoANhá 4 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros