Baladas de SC se preparam para cobrar o mesmo valor de ingresso para homens e mulheres - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

igualdade na noite05/07/2017 | 09h23Atualizada em 07/07/2017 | 09h36

Baladas de SC se preparam para cobrar o mesmo valor de ingresso para homens e mulheres

Decisão do do Ministério da Justiça foi divulgada na segunda-feira (3). Estabelecimentos têm um mês para se adequarem

Baladas de SC se preparam para cobrar o mesmo valor de ingresso para homens e mulheres Rafaela Martins/Agencia RBS
Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS

A notícia de que a cobrança de valores de ingresso diferente para homens e mulheres é ilegal e que bares, restaurantes e casas noturnas terão um mês para se adequarem gerou discussões e reacendeu o debate sobre igualdade de gênero na noite. Em Santa Catarina, as principais empresas dos setores de lazer e entretenimento começam a se preparar para atender a nota técnica do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O órgão, parte da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), divulgou o documento na última segunda-feira (4).

O Grupo All, que tem casas em Florianópolis e Balneário Camboriú, discorda da decisão. Mas afirmou que está estudando a normativa, avaliação dos impactos que ela pode causar e planejamento de eventuais mudanças. Por meio de nota, o grupo disse que "compreende as boas intenções do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor", mas "acredita firmemente na livre iniciativa para que cada negócio encontre estratégias para prosperar e possa se posicionar por opção e não obrigatoriedade, sendo contrário à ações que interfiram na economia de livre mercado". A nota diz ainda que atualmente, além de preços diferenciados por gênero, também são praticados diversos descontos pelas empresas do setor de entretenimento, como para clientes frequentes, estudantes, idosos, fornecedores e parceiros, entre outros, e a medida abre precedentes para que haja igual interferência nessas práticas. 

Em agosto de 2016, o Terraza, clube de música eletrônica de vanguarda que pertence ao Grupo All e tem unidades na Capital e em Balneário Camboriú, passou a cobrar o mesmo valor de ingressos para homens e mulheres. Foi a primeira e única casa do grupo – que também é dono do Stage Music Park, Posh, Villa Mix Jurerê Internacional, entre outros – a adotar os ingressos igualitários, decisão justificada pelo fato de o local reunir um público específico, mais interessado na música do que na paquera, por exemplo. 

Para Luis Gustavo Zagonel, diretor do Warung, clube de música eletrônica localizado na Praia Brava, em Itajaí, a decisão foi uma surpresa por não ter sido aberto nenhum debate prévio sobre o assunto com empresários do ramo. 

— Cada empresa tem sua forma de conduzir seus negócios. O que a gente vende no Warung é a música eletrônica, a gente não explora as mulheres. E fomos um dos primeiros da região a cobrar ingresso feminino, porque em outros lugares elas sequer pagavam para entrar. Em eventos no mundo todo são vendidos mais ingressos masculinos que femininos, isso é comum, e as casas têm que se preocupar com o equilíbrio de homens e mulheres. Os empresários vão sofrer diretamente com essa medida — acredita o diretor. 

Algumas casas de Santa Catarina já trabalhavam com venda de ingressos unissex de forma parcial antes da divulgação da nota técnica. A Fields, casa focada no segmento sertanejo do Centro de Florianópolis, já vinha oferecendo entradas unissex para alguns eventos. Em nota, a empresa disse que vai acatar a decisão e que dentro de um mês, prazo determinado para que os estabelecimentos se adequem, todos os eventos terão ingressos unissex.

O mesmo ocorre com o Centro de Eventos Petry, em Biguaçu, que já não fazia diferenciação de preços dos ingressos feminino e masculino nos eventos com shows nacionais. Em nota, o Grupo Petry afirmou que "para os eventos locais, inclusive aqueles promovidos por parceiros externos, estamos avaliando com a Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape) a melhor forma de adequação". O P12, na Capital, casa de shows e baladas do Grupo Novo Brasil, também trabalhava no mesmo esquema - shows com preços unissex e festas com preços diferenciados. O Grupo, que também é dono do Acqua Plage, Donna Jurerê, Le Barbaron, Milk Club e Cervejaria Devassa, comunicou que "se readequará a nova realidade estabelecida visando atender da melhor forma o público e cumprirá a lei conforme determinação do Ministério da Justiça."

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Wood's, que tem unidade em Balneário Camboriú, disse que estava analisando as tendências do mercado e não iria se pronunciar. Procurados pela reportagem, o Grupo Maria's, que atua em Camboriú e Itajaí; o clube Green Valley, de Camboriú; a Shed, casa sertaneja de Balneário Camboriú; não se pronunciaram até a publicação desta reportagem. 

Saiba mais sobre o caso

documento divulgado na última segunda-feira pela Senacon diz que a diferenciação de preços entre homens e mulheres é uma "afronta ao princípio da dignidade da pessoa humana", "prática comercial abusiva" que utiliza a mulher como "um objeto de marketing para atrair o sexo oposto aos eventos". Após o período de um mês de adequação, a orientação é que sejam feitas fiscalizações nos locais até que as práticas consideradas abusivas sejam banidas. O consumidor também poderá exigir o menor valor, caso ainda haja diferenciação.

Leia mais:

Ministério da Justiça determina que cobrar ingressos diferentes para homens e mulheres é ilegal

Associação Brasileira dos Promotores de Eventos é contra ingressos unissex obrigatórios

Balada em Jurerê adota ingresso unissex e ativa polêmica: mulher deve pagar o mesmo que homem?

Maioria das baladas de Santa Catarina cobra preço diferenciado para homens e mulheres

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia"O corte de despesas é o caminho para o país crescer", disse Henrique Meirelles na Fiesc https://t.co/RR4UYpkn7v #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona treina no palco do jogo deste sábado https://t.co/5BGTHiFsL2 #LeianoANhá 5 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca