Malabarista de Joinville aproveita a arte para conhecer novos lugares - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Artistas de rua17/06/2017 | 15h51Atualizada em 17/06/2017 | 15h51

Malabarista de Joinville aproveita a arte para conhecer novos lugares

Marcelo também atua como instrutor de escalada nos finais de semana

Malabarista de Joinville aproveita a arte para conhecer novos lugares Arte sobre foto/
Marcelo faz viagens para se apresentar em cidades próximas Foto: Arte sobre foto

Marcelo Henrique de Souza, 26 anos, nasceu no bairro Comasa, em Joinville, e como bom joinvilense fez o caminho natural do trabalho na indústria. Ainda no terceiro ano do ensino médio, começou a trabalhar em uma malharia da cidade.

Leia as últimas notícias de Joinville e região em AN.com.br

Com o passar dos meses, cansado da rotina, passou a frequentar um encontro com os amigos todas as semanas no bairro Aventureiro. Lá, aprendeu a fazer malabarismo, brincando com alguns limões, e passou a ter contato com várias formas de arte, como música, dança e artesanato.

– No início, eu fazia com limões e aos poucos fui aprimorando as habilidades conversando com outros artistas, trocando truques e por aí vai.

Buscando o aprimoramento das habilidades, Marcelo confeccionou bolas de tecido com restos que comprou na empresa onde trabalhava e passou a treinar nos intervalos de almoço e lanche da confecção. Com o aumento da confiança em suas habilidades, foi para a rua. O local escolhido foi o semáforo em frente ao Hotel Blue Tree Tower, na esquina da avenida Juscelino Kubitschek com a rua Padre Carlos.

A escolha pelo trabalho na rua veio naturalmente. Logo, Marcelo começou a fazer viagens para se apresentar em cidades próximas. Hoje, conta que já visitou inúmeras cidades do País vivendo dos malabares. Marcelo dedica a maior parte do tempo aos malabares, mas também atua como instrutor de escalada nos finais de semana.

— Não vou trabalhar com malabares a vida inteira, quero buscar outros meios também. Enquanto tiver força e ânimo e sentir no coração que devo trabalhar na rua, vou trabalhar. 

Leia também:
Artista faz mágica em bares e praças espalhados por Joinville



Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Colombo veta projeto que combatia roubo de cargas  https://t.co/g6s3MzCfYD #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEmpresa de Joinville oferece 30 vagas para jovens de 18 a 22 anos https://t.co/WSKP0Br0IL #LeianoANhá 4 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca