Célia Catunda: "Animações têm que divertir, não reforçar estereótipos, e estimular a imaginação" - Cultura e Variedades - A Notícia

Versão mobile

Entrevista 30/06/2017 | 04h00Atualizada em 30/06/2017 | 04h00

Célia Catunda: "Animações têm que divertir, não reforçar estereótipos, e estimular a imaginação"

Diretora de "Peixonauta - O Filme" estará na Capital catarinense para a pré-estreia do filme, abre a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis neste sábado (1º)

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Célia Catunda Foto: Divulgação / Divulgação

Célia Catunda é uma das fundadoras da TV Pinguim, estúdio criador de personagens queridos pelo público infantil como Peixonauta e Luna, de O Show da Luna. Neste sábado, a diretora estará na Capital catarinense para a pré-estreia de Peixonauta - O Filme, que abre a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis às 14h, no Teatro Pedro Ivo. A exibição é gratuita e após a sessão haverá um bate-papo com Célia. 

No mesmo dia, a diretora também participa do Encontro Nacional de Cinema Infantil, das 9h às 12h30min no Cinema do CIC. O evento reunirá nomes do mercado audiovisual brasileiro e Célia dará um panorama do momento atual da produção de animação para crianças no país, além de falar sobre as produções da TV Pinguim e sobre o que a motiva produzir para o público infantil.

Leia a entrevista:

O que o Brasil pode comemorar nesses 100 anos de animação?
Muita coisa! Temos um volume de produção muito maior, reconhecimento internacional, que pode ser constatado nas premiações em festivais internacionais importantes e na exportação do nosso conteúdo para o mundo todo. Hoje temos um mercado em expansão, com um grande número de produtores, diretores e animadores, que passou a ser uma profissão mais reconhecida, com cursos de formação, tanto técnica, como em nível de graduação e pós.

Quais os diferenciais do cinema de animação para infância produzido no Brasil em relação a outras países? 
É difícil apontar diferenciais para os filmes de animação infantis brasileiros no seu conjunto, já que cada filme tem seu diferencial e sua originalidade. Talvez o que exista em comum seja justamente essa singularidade de cada filme. São filmes de autor, que não se apegam a fórmulas e são extremamente criativos. 

Cerca de 80% dos filmes selecionados da Mostra são de animação. Como você avalia o aumento na produção desse tipo de gênero? 
Fico feliz em saber isso! A animação sempre foi muito querida pelas crianças e adolescentes, mas hoje a tecnologia para se produzir filmes de animação está muito mais acessível, o que talvez seja uma possível explicação para este aumento.

Como é o trabalho de elaboração do conteúdo? O que para você é fundamental numa animação pra crianças? 
Criar série e filmes de animação é um processo complexo e que exige a colaboração de uma equipe coordenada e alinhada. Dedicamos muito tempo elaborando o roteiro e storyboard, já que contar uma boa história é sempre o mais importante. No processo de produção, procuro ler roteiros, storyboards e assistir animatics desligando a visão técnica e assistindo com os olhos de uma criança. O que eu considero fundamental numa animação infantil é divertir, não reforçar estereótipos e estimular a imaginação. 

Peixonauta terá pré-estreia em Florianópolis neste sábado Foto: Peixonauta / Reprodução

Peixonauta é uma das mais importantes séries para crianças com destaque internacional. Show da Luna também. O que te move na produção de audiovisual de animação para esse público específico? Qual a responsabilidade de fazer filme para a infância, como você se prepara? 
Tenho uma paixão especial por este público: acho que as crianças são super interessantes, sinceras, engraçadas e surpreendentes. Não consigo nem pensar em produzir para outro público. A responsabilidade é muito grande, já que elas absorvem de forma profunda todo o conteúdo, principalmente se vier de uma personagem querida. Me inspiro vendo e ouvindo as crianças, conversando, mas principalmente lembrando da minha própria infância e dos meus filhos. 

O que representa a pré-estreia de Peixonauta – O filme na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis?  
Por tudo que representa para a animação brasileira, a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é o lugar ideal para a pré-estreia do filme Peixonauta. Além de formar público, a Mostra levanta várias discussões importantes para a produção de conteúdo infantil, como as dificuldades específicas de financiamento e distribuição que estas produções encontram. 

Quais os projetos futuros? 
A TV Pinguim está bastante agitada, estamos produzindo o longa metragem Tarsilinha, a 4ª temporada de O Show da Luna!, uma nova série, em co-produção com o Canadá, chamada Ping e Pong e uma série em live action para a Baby TV. Além de estarmos finalizando cinco projetos novos, desenvolvidos no nosso núcleo criativo. Estamos também muito envolvidos nas nossas produções teatrais, que agora estamos desenvolvendo e produzindo internamente na TV Pinguim.

Leia mais:

Com pré-estreia de "Peixonauta - O Filme", Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis começa neste sábado

Veja a programação completa da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaProjeto de lei de vereador mirim de Joinville é aprovado em Brasília https://t.co/Dj5CUwqUyy #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem joga gasolina e ateia fogo na mulher e no filho  https://t.co/2yd1iOtftf #LeianoANhá 7 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros